Um dos principais blogs de negócios e tecnologia do país

CES 2018 deve trazer poucas novidades e surpresas podem vir das menores

Abertura da CES 2017 Foto: Divulgação/organização CES
1.062

Todo começo de ano começa dos Estados Unidos em Las Vegas a Consumer Eletronic Show – CES – um mega evento para a indústria dos eletrônicos mostrar seus principais lançamentos. Grosso modo é uma espécie de Semana de Moda onde podemos ver as tendências de tecnologias que irão invadir a sua casa em breve, ou não. Muito mais pelas tendências do que pela aplicabilidade ou adesão da tecnologia.

Porém há quase um consenso na mídia especializada norte-americana da qual eu compartilho que é o fato do evento ano-a-ano perder um pouco a sua força. O primeiro motivo é que cada vez mais as marcas preferem fazer seus lançamentos em eventos próprios. E o segundo é que a Mobile World Conference (evento da indústria de celulares – realizado na Espanha) acabou dividindo o protagonismo com a CES e a exemplo do ano passado os grandes anúncios de novas tecnologias móveis devem ser feitos de lá. 

Mas não é só isso. As principais tendências esperadas para esse ano são muito, mas muito parecidas com as que já tínhamos de expectativa para o ano passado: smart home, TV´s e celulares mais finos e com maior resolução de tela, carros que dirigem sozinhos, inteligência artificial, realidade virtual e realidade aumentada.

Se vier alguma novidade realmente bombástica ela deve vir das pequenas e médias empresas (muitas startups) que podem trazer algo realmente surpreendente e essas sim parecem ter um benefício de exposição no evento já que não contam com as parrudas estruturas de relações públicas das grandes empresas para fazer seus próprios lançamentos.

Em ano de Copa do Mundo as TVs devem ter um certo protagonismo. Mas não veremos nada futurístico. As caixas de som integradas com os assistentes pessoais – que já apareceram o ano passado – devem ser mais inteligentes esse ano e devem surgir novos players nesse mercado. Coloque aqui nesse balaio as soundbars que ainda tem pouca adesão no Brasil mas ganharão protagonismo nas campanhas das marcas.

E o que eu queria muito ver seria finalmente uma solução melhor para carregar as baterias. Há uma promessa de baterias que seriam carregadas no ambiente, sem precisar conectar em tomadas e nossa como isso seria de fato algo que iria revolucionar o setor. Mas também não pode ser algo muito inacessível, como as já existentes cestinhas de carregamento. Teria que ser realmente algo grande, mas acho que desse jeito, por enquanto não teremos.

Para celulares eu gosto de brincar que teremos celulares com 3 câmeras, depois com 4 câmeras – me lembra muito aparelho de barbear que todo ano acrescenta uma lâmina. Isso porque ao invés de fazer câmeras com 1 milhão de megapixels as empresas estão usando duas câmeras para compor imagens mais nítidas. Esse ano acredito que teremos cada vez mais celulares com duas câmeras frontais, além das duas traseiras. E aí formatos de telas para todos os gostos e bolsos. O portfólio hoje das principais câmeras de celular é amplo e cheio de minucias para cada público.

Google

A empresa deve ter uma grande presença na CES e aposto que tudo que ela irá falar irá girar em torno de Inteligência Artificial. Da busca ao impecável Google Fotos a tecnologia tem aparecido de uma forma muito transparente ao usuário e isso deve se materializar no Google Home e seus gadgets. Falar com a casa e pedir coisas será cada vez mais comum

Amazon

Na cola da Google, a Amazon também tem uma grande aceitação da Alexa com os dispositivos Echo. Durante o ano passado pudemos perceber que a empresa tem ampliado o ecossistema dessa família que agora inclui smart speakers, controle de voz, termostato, iluminação e até rádios-relógios inteligentes.

Alexa parece ser a queridinha dos integradores dessa área de casas inteligentes.

Samsung

Será o ano que a empresa irá lançar os celulares com tela dobrável? Imagine um celular muito parecido com uma folha de papel, que você pode enrolar e guardar ou ser tão flexível que ele pode dobrar sem quebrar num bolso de calça ou numa bolsa? Particularmente eu acho a imagem mais bonita do que a usabilidade propriamente dita, mas só estou aqui ranhetando porque até agora isso não existe. Pode ser que a Samsung torne isso real.

É o tipo de lançamento que chama a atenção e puxa a concorrência para cima, mas que eu acho que deve ter uma adoção limitada. Celulares com uma boa pegada e um certo peso ainda agradam muita gente. Também é bom lembrar que os celulares de tela curva não tiveram uma boa aceitação do mercado. E sempre acho engraçado a empolgação de alguns sites especializados com esse tipo de lançamento que é somente bonito aos olhos.

Eu apostaria que os grandes lançamentos da Samsung estarão no Bixby – assistente virtual da Samsung e que concorre diretamente com a Alexa e com a Google Assistente – e no Dex Station que deve (ou pelo menos poderia) ampliar sua conexão com outros dispositivos da marca. Resumidamente o gadget transforma qualquer monitor ou TV numa estação de trabalho, praticamente eliminando a necessidade do usuário ter um notebook ou um PC a mão. Ele tem entradas para teclado e mouse e dá pra usar o pacote office nas nuvens sem susto.

Do seu núcleo de inovação devem sair 3 gadgets para se prestar atenção. A S-Ray – caixa de som direcional portátil. Assim a promessa é que você possa ouvir sua música sem usar fone de ouvido e sem incomodar quem está do seu lado. O GoBreath, solução que ira apoiar pessoas que tiveram limitações no pulmão devido à alguma doença e o Relúmĭno – óculos especiais (muito parecidos com os de VR) que ajudarão pessoas que tem visão limitada.

LG

TVs!!! Sim eu acredito que a LG virá com tudo em seu portfólio de TVs mostrando a força da marca nesse segmento. Mas não é só isso: acredita-se que a empresa irá lançar um produto chamado ThinQ que marcaria a entrada da empresa no segmento de smart speakers, porém rodando Google Assistente e não uma versão proprietária. Tem um grande potencial para ser um integrador de soluções LG na casa das pessoas.

Há também a expectativa do anúncio de um novo line-up de notebooks que teriam como principal diferencial a bateria de longa duração.

E alguns sites internacionais chegam a cogitar o lançamento do LG G7 na feira – o que eu particularmente acho bem pouco provável.

Estaremos de olho

O Blog do Armindo estará de olho nas principais novidades da CES e irá contar tudo de relevante para você leitor do blog.

 

ces 2018 deve trazer poucas novidades e surpresas podem vir das menores - pinit fg en rect red 28 - CES 2018 deve trazer poucas novidades e surpresas podem vir das menores

Leia também  LG Q6 e Q6+ lançam série Q com super tela

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.