19a Edição do Prêmio L'Oréal-UNESCO Para Mulheres na Ciência: confira as vencedoras

Assine nossa newsletter

A Edição 2017 do Prêmio L’Oréal-UNESCO Para Mulheres na Ciência homenageou 5 eminentes cientistas mulheres e suas excelências, criatividades e inteligências. Cada mulher recebeu um prêmio de 100.000 euros por suas contribuições científicas nos campos da física quântica, ciências físicas e astrofísica.

VISUAL

Essas 5 mulheres excepcionais, de 5 diferentes regiões do mundo, estão contribuindo à sua maneira para melhorar o mundo:

Professora Niveen M. KHASHAB (Arábia Saudita), por criar novas nanopartículas que poderiam melhorar a detecção precoce de doenças.

Seu trabalho em química analítica poderia levar a tratamentos médicos mais focados e personalizados.

Professora Michelle SIMMONS (Austrália), por ser pioneira nos computadores quânticos ultrarrápidos.

Seu trabalho em transitores em escala atômica poderia criar os computadores do futuro.

Assine nossa newsletter

Professora Nicola A. Spaldin (Suíça), por reinventar os materiais magnéticos para aparelhos eletrônicos da próxima geração.

Sua pesquisa em materiais multiferróicos poderia levar a uma nova geração de componentes para equipamentos eletrônicos.

Professora Maria Teresa Ruiz (Chile), por descobrir um novo tipo de corpo celeste, no meio do caminho entre uma estrela e um planeta, escondido na escuridão do universo.

Suas observações de anãs marrons poderiam responder à pergunta universal sobre “se existe vida em outros planetas”.

Professora Zhenan Bao (Estados Unidos), por inventar materiais eletrônicos inspirados na pele.

Sua pesquisa sobre materiais flexíveis, esticáveis e condutores poderia melhorar a qualidade de vida dos pacientes com próteses.

No discurso de abertura, Jean-Paul Agon reforçou o poder dessas mulheres cientistas, assim como o de todas as cientistas que foram homenageadas este ano,: “Uma ciência compartilhada e controlada, a serviço da população mundial, é capaz de enfrentar os maiores desafios do século XXI, e nossas pesquisadoras são a prova disso. São elas que dão à ciência toda sua grandeza.”

foto: divulgação

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.