Samsung mostra que eletrônico é mais que um amontoado de peças

Diferente de outros blogs que acham que os produtos são tão somente feito de um amontoado de peças aqui eu sempre tento ter e passar a você leitor uma visão mais ampla do produto.

Eles também tem design, também tem valores não tão palpáveis. Um celular X pode ter uma pegada mais urbana, outro mais sóbrio. Não se trata também só do material e cor e sim de qual sentimento que ele te passa.

Consumo mais responsável.

Receba novidades

Eu também me surpreendo com a quantidade de sites que descaradamente sugerem a compra de celulares que sequer são fabricados ou comercializados oficialmente no Brasil. São celulares melhores e “mais baratos”? São. Mas qual é o preço desse mais barato?

Desde a possível não retenção de impostos até o descarte da bateria desse celular que veio de outro país para o nosso meio-ambiente. Tem também a marca da fruta que pouco investe no país. Você fica com um celular bacanão super no hype, mas sua grana vai para fora do país enriquecer outros mercados enquanto o seu país anda mal das pernas?

Investimento da Samsung no social impressiona.

Esse não é um questionamento meu de agora, mas saí com ele reforçado depois de participar de um evento da Samsung a convite da marca para conhecer mais sobre as ações que a empresa tem feito nos campos sociais, da cultura e do esporte.

Não é só a Samsung que tem essas ações, mas olhe ao seu redor. O celular que está na sua mão ou o monitor que você está lendo esse post, a TV perto de você ou qualquer outro eletrônico. O que a marca que você está vendo tem feito para contribuir com o lugar onde você mora?

Então eu acho que talvez você pudesse considerar pensar nisso e nesse contexto entre várias opções colocar a Samsung na escolha de produtos como uma opção mais consciente.

Não porque eu to sendo pago para falar isso (e é bom deixarmos claro e em negrito: não estou sendo pago), nem porque eu fui convidado para estar no evento – que foi super simples é bom que se diga, nada num cruzeiro ou resort e o brinde do evento foi um calendário de mesa de papel.

Eu to falando isso porque eu vi uma senhora que está sendo alfabetizada pelo Instituo Paulo Freire num dos projetos apoiados pela Samsung falar que hoje consegue ensinar umas vogais para o netinho e já na idade avançada finalmente pegar um ônibus sozinha para ir para onde quiser.

Vi deficientes auditivos usando um óculos de realidade virtual para ver uma peça de teatro pela primeira com legendas e vi o surfista Medina falando que os jovens estão se comunicando melhor e prontos até para voos maiores depois do apoio da empresa com tecnologia.

E é claro que toda essa grana não brota em árvore, ela tá aí embutida em cada aparelho que você compra.

Sim toda empresa gera impactos positivos e negativos na sociedade e ela precisa ir além nesse relacionamento. Você tem cobrado a sua empresa disso? Sabe o que ela tem feito?

A tecnologia muda a vida das pessoas.

Essa frase tem muito a ver comigo. Não fosse lá no passado ter aprendido a mexer com computadores e ter me destacado várias vezes na vida por mexer com um equipamento que ainda era novo para maioria e que muitos nem dominavam não sei onde eu estaria hoje. Vindo de uma família bem humilde tudo que eu tenho e conquistei hoje foi a tecnologia que me deu.

E é incrível saber que uma empresa tem ajudado tantas pessoas a passar pelo mesmo processo de transformação social pelo digital.

Mas cade a isenção para falar da marca?

Isenção às favas querido leitor, querida leitora: não dá pra não se emocionar vendo uma séria que a empresa fez com crianças que normalmente ficariam fora de qualquer seleção do timinho da escola para serem treinadas pelo técnico da Seleção Brasileira, o Tite. E por que não dá pra passar batido? Porque eu fui uma dessas crianças e por um momento eu pensei como seria mágico se isso existisse no meu tempo. Eu teria uma identificação melhor com algo que por muito tempo não tive.

Deixar escorrer uma lágrima numa coletiva de imprensa? O jornalismo que eu estudei não permitiria, mas pelo visto não o sigo mais. Mais de uma vez o leito do rio ocular transbordou ao ver histórias tão transformadoras. Como passar imune a isso? Como não ver num país tão cheio de marcas e políticos corruptos alguém querendo contribuir de uma forma tão aberta para melhorar a vida das pessoas? É negócio, é capitalismo, é ação subindo mas quem sabe ser assim não contribui para o resto? Não a toa a marca já é considerada uma das mais admiradas no mundo e isso se reflete em lideranças em vários segmentos e em vários mercados. Quem sabe não é esse mesmo o jeito certo?

A marca quer fazer com que as pessoas acreditem que com a tecnologia elas podem fazer mais. Eu também concordo com isso e por isso sai tão encantando com tudo que eu vi.

Do What you Can´t aparece na minha vida quase todos os dias. Como não se identificar?

Tem muito marketing em cima ou é real?

Tá aí uma boa pergunta, quase um paradoxo porque se o marketing for realmente bom, pareceria realmente real. Então como separar as empresas que tem preocupação social das que usam isso só para sair bonito na foto?

Uma lupa.

Sim uma lupa, quer ver se uma empresa faz responsabilidade social só para inglês (ou a matriz gringa) ver. Coloque uma lente de aumento, veja as práticas na real, converse com as pessoas impactadas. Veja se teve uma vida transformada.

E sim eu também espero fazer isso e quem sabe visitar um ou mais desses projetos para contar para vocês o que eu vi.

Mas do que eu pude sentir até agora as coisas são legais e espero mesmo que continuem assim, não por mim mas para que mais senhoras possam ensinar seus netos e pegar ônibus sozinhas e mais jovens possam estar preparados para os desafios que o futuro lhes apresenta.

Mas essa escolha também parte da gente e das escolhas que a gente faz quando vai comprar qualquer coisa.

E o seu consumo tem sido responsável?

samsung mostra que eletrônico é mais que um amontoado de peças -  - Samsung mostra que eletrônico é mais que um amontoado de peças

Receba novidades
Receba toda sexta-feira as principais novidades do Blog.
Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Comentários estão fechados.