Madero investe no mercado nacional e fecha unidade em Miami

Com novas marcas e um forte investimento em expansão dos restaurantes no Brasil, o Grupo Durski tomou a decisão de fechar a unidade internacional do Madero, localizada em Miami, Estados Unidos.

“Atuar no mercado nacional é a estratégia que nos direciona neste momento”, afirma Junior Durski, fundador e presidente do Grupo, que possui mais de 120 unidades no país e tem a previsão de abrir mais 45 unidades até o final de 2018. Ao lado do Madero estão as marcas Jeronimo, Restaurante Durski, Vó Maria Durski,  A Sanduicheria do Junior Durski e o Dundee Burger, estando os três últimos focados em praças de alimentação. “Aprendemos muito nos Estados Unidos, mas chegamos à conclusão que a internacionalização das nossas marcas só faria sentido após não termos mais espaço para crescer no nosso país. Temos ainda muito o que fazer no Brasil, país que amamos e que merece 100% dos nossos investimentos e trabalho”, reforça Durski.

Sobre o Madero – Fundado em 2005 por Junior Durski, o Madero é hoje uma das principais redes de restaurantes do Brasil, com dois principais modelos de negócio em operação:  Madero Steak House (casual dining) e  Madero Container (fast casual). A marca é reconhecida por produzir e servir cheeseburgers gourmet, palmito assado e petit gateau de doce de leite, os carros-chefe da marca, além de carnes, massas, saladas e sobremesas – com rigoroso controle de qualidade, em um ambiente acolhedor e com uma sofisticação leve e despretensiosa. Atualmente, são mais de 120 restaurantes que juntos faturaram, em 2017, R$ 510 milhões. A previsão para 2018 é de ultrapassar os R$ 800 milhões em vendas.  Para abastecer a rede, o Madero possui uma Cozinha Central na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, com capacidade de produzir 2 milhões de hamburgers por mês.

Receba novidades
Receba toda sexta-feira as principais novidades do Blog.
Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Comentários estão fechados.