[com spoiler] 3 motivos que me deixaram pistola com Star Wars: A Ascensão Skywalker

Assine nossa newsletter



O Despertar da Força nos trouxe várias promessas. E filme foi um estrondoso sucesso de bilheteria arrecadando 2,066 bilhões USD.

Apesar de Os Ultimos Jedi ter tido uma bilheteria bem menor e não ter agradado o público eu acabei gostando de algumas coisas: a discussão sobre os motivos da escravidão e da pobreza, belas cenas com fotografia de encher a tela e os olhos e finalmente Luke um Mestre Jedi com dores, mas pronto para estabelecer novamente a destruída Ordem Jedi.

Não acho um crime o que o Rian Johnson fez não. Mas a inovação teve um preço e várias cabeças na Disney rolaram.

E então JJ Abrams foi chamado para salvar a trilogia. E eu não duvido nada que foram feitas várias pesquisas para saber o que as pessoas achavam dos personagens.

Eu podia aqui falar da busca sem sentido pelos GPSs Sith, dos poderes Jedis que agora se teletransportam, voam, curam, ressuscitam (?) e brincam com a morte e a vida num passe de mágica.

Também podia falar do surgimento do nada dos Cavaleiros de Ren que surgiram do nada e foram a lugar nenhum, e dos personagens muito legais que surgiram, mas que tiveram pouquíssimo tempo de tela, mas vou me deter no que pra mim são os três piores defeitos de Ascensão.

Motivo I – O Skype da general Lea e a sua morte.
O problema não é a morte em si, mas como ela acontece. Lea por toda sua trajetória merecia uma luta mais nobre. E nada melhor que isso do que morrer em combate. Mas em combate mesmo. Jã que foi revelado seu passado de treinamento Jedi (?) porque não tivemos isso? Ok não deu pra gravar a cena e cof cof cof optamos por outro motivo.

Então por que a nossa eterna princesa não tem um funeral decente? Algo como tivemos em Guardiões da Galáxia com a morte do Youndu?

Uma cena sensível, delicada e que me fez soluçar horrores no cinema. Ela foi lá apareceu pro Kylo Ren e puf?

Motivo 2 – O Arco da Rey
Na escola clássica de Star Wars temos uma história com a Jornada Clássica do Heroi. Você tem uma vida idiota, recebe um chamado, nega seu destino heroico, busca um mentor, cumpre sua missão e volta para sua vida mundana. Essa é a trajetória da Rey Skywalker certo? Pois é mas antes disso ela é uma Palpatine?

Mas com quem o Palpatine casou? Quantos filhos ele teve? E a morte dele? E a relação com o Snoke e a primeira Ordem?

E porque os Siths estavam naquele planeta, numa espécie de Coliseu berrando toda vez que o Palpatine falava qualquer coisa. Se eles tinham aquelas naves maravilhosas o que eles estavam fazendo lá? Só esperando a Rey chegar e cumprir uma profecia (e que se era uma profecia pelo visto não se concretizou, certo?).

Assine nossa newsletter

E aí então ela era boa, mas que tinha uma linhagem do ladro negro, mas na verdade ficou boa e apesar de ter o sobrenome Palpatine virou Skywalker.

E então vem o beijo com o Kylo Ren

Motivo 3 – Kylo Ren e Rey ou Keylo Rey ou pra que isso
Eu juro que eu não queria mesmo que eles se beijassem. Nem Kylo bonzinho no final. Pra que essa redenção? Ele matou o pai, estava obstinado pelo poder e poderia ter morrido na busca por esse poder.

Podia ter sido assassinado pela Rey, mas não eles resolvem dar um beijo de amor depois da Rey curar sua ferida (poder mostrado antes numa cena patética com um ser do deserto e que só serviu para justificar esse poder de cura).

É bom dizer que eu me enganei eu realmente achei que nesse filme o Kylo estava grandioso e fortalecido com seus cavaleiros. Ele está sombrio e o mal puro e pela primeira vez eu achei que teríamos alguma cena grandiosa com ele assumindo seu papel de novo Vader. O mal em pessoa, a morte em forma de meio gente meio robô.

E aí ele resolve usar um capacete trincado (claro se você está em guerra tudo que você quer é uma proteção remendado para a sua cabeça) pelo simples fato metafórico para mostrar que o personagem está rachado. Aquele que matou o pai sem dó nem piedade, agora não sabe o que está fazendo.

E então o beijo. E eu abaixando a minha cabeça no cinema, mas parei e pensei, faz sentido.

Faz muuuito sentido.

O bem e o mal juntos e pela primeira vez teríamos o equilíbrio da Força com o casal e eu pensei ei ok eu compro isso. Terminar tudo isso com o equilíbrio da Força e a galáxia em harmonia faria sentido sim. É coerente. A neta do Palpatine, com o neto do Vader, coisas do destino, ok é mesmo coerente. Vamos nessa.

E quando eu compro tudo isso…

O Kylo morre.

E a promessa do mega vilão? E o neto do Vader. Fiquei com a sensação de que o Kylo não serviu pra absolutamente nada nessa trilogia. Gente, que decepção nesse momento. Por que o Kylo morre?

Assine meu canal – http://bit.ly/canaldoarmindo
Minhas Playlists: https://www.youtube.com/user/armindoferreira/playlists
#geek #tech #armindo #canaldoarmindo

source

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.