Consumidor brasileiro deseja viajar e comprar em lojas físicas nos próximos meses, revela pesquisa da PwC

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O avanço da vacinação contra a covid-19 no mundo foi um estímulo à retomada de antigos hábitos de consumo como o retorno às lojas físicas e à intenção de participar de eventos e de viagens. Esta foi uma das conclusões da terceira edição do Global Consumer Insights Survey, realizada pela PwC entre outubro e dezembro de 2021. O estudo ouviu 9.370 consumidores de diferentes países, incluindo o Brasil, sobre a mudança de hábitos de consumo. A maioria dos participantes foi de millenials e da geração X, ou seja, entre 25 e 53 anos.
 

O estudo indica que 44% dos brasileiros demonstraram intenção de viajar nos próximos meses, número maior que a média mundial, em que 31% indicam a intenção de viajar. Deste percentual, 55% preferem escolher voos domésticos, enquanto que 50% ainda não se sentem confortáveis em fazer viagens internacionais, o que mostra ainda uma preocupação com a questão sanitária.
 

A intenção dos brasileiros em ir a eventos esportivos ou a shows alcançou 47% dos entrevistados (22% no mundo), revelando a ansiedade entre os brasileiros para a volta da diversão fora de casa.
 

Quanto ao consumo de produtos, no Brasil, 62% dos consumidores afirmaram se orientar pelo preço na hora de comprar, enquanto 56% se consideram eco-friendly (52% no mundo) e 48% dizem estar otimistas com a economia.
 

A intenção de consumo dos brasileiros para os próximos seis meses demonstra que os participantes – em sua maioria – estão dispostos a gastar mais. Supermercado, viagens, eletrônicos, roupas e comer em bares e restaurantes foram alguns dos itens em que há intenção de aumento do consumo, enquanto as despesas com comida por delivery, assistir entretenimento em casa (música, filmes e games) e fazer cursos online devem seguir com a mesma média dos meses anteriores.
 

Consumo digital e sustentável
 

O estudo também revela que o brasileiro – majoritariamente – paga todo este consumo, principalmente, com o cartão de crédito, transferências online e carteiras digitais. Nas compras em lojas físicas, 79% dos brasileiros afirmam que podem utilizar o pagamento com cartão com tecnologia sem contato, mostrando uso cada vez maior desta modalidade. Para o consumo online, o cartão será o modo de pagamento mais utilizado. 89% afirmaram que poderão usá-lo.
 

Nos próximos seis meses, os consumidores brasileiros também dizem estarem propensos a ir a shoppings centers (79%), frequentar a academia (60%) e restaurantes (81%). Outro ponto interessante do levantamento da PwC é que 77% dizem que estão prontos para voltar ao trabalho presencial.
 

Esta nova edição da GCIS mostra que 42% dos consumidores no mundo se consideram sustentáveis e avaliam a origem e o tipo de produto que estão consumindo. Relevante também é o percentual ( 75 %) de consumidores ouvidos que se identificam como “digitais”, ou seja, estão presentes de forma significativa nos canais digitais durante a sua jornada de consumo. No Brasil, esse número é de 45% para as compras online.

Nos últimos 12 meses, 36% dos brasileiros confirmaram que usaram o computador para comprar produtos semanalmente e 42% via smartphone. Já em relação às lojas físicas, 35 % disseram que utilizam esse canal durante a sua jornada de consumo.

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência AceitarLeia mais