Crônica dos 40 III: Nossos quarentas são diferentes dos outros quarentas

Assine nossa newsletter

No começo do carnaval não se falou em outra coisa que não seja a foto da Alessandra Negrini feliz da vida curtindo o carnaval e belíssima, muito belíssima:

Assine nossa newsletter

E um dos comentários era sobre a idade e aí vai: 45 anos. E o que dizer de Bruna Lombardi aos 63 anos:

View this post on Instagram

Estimule a paz dentro e fora de você!

A post shared by Bruna Lombardi (@brunalombardioficial) on

Mas vamos falar dos rapazes. Robert Downey Junior no auge dos seus 50 anos todo meninão

View this post on Instagram

A perfect 10. Happy Anniversary, Mrs. Downey.

A post shared by Robert Downey Jr. (@robertdowneyjr) on

Bom a lista seria imensa de pessoas que vão de longe fugir dos estereótipo que temos da infância das pessoas com idade acima dos 40. A ciência tem boa parte de culpa disso principalmente por conta do avanço da medicina e de novas formas de conviver com o mundo.

Em 2012 a Organização Pan-americana de Saúde (OPS) divulgou um estudo sobre expectativa de vida. De acordo com a pesquisa realizada quem vivia em 1900 tinha uma expectativa de vida de 29 anos! Já uma matéria publicada pela revista SuperInteressante fala que a expectativa de vida do brasileiro hoje é de 73 anos, mas começam a pipocar casos de quem está passando a barreira do 100 e com boa qualidade de vida. E esse número deve aumentar principalmente por conta dos novos avanços da medicina e pelos computadores vestíveis que vão muito em breve monitorar não só nosso batimento cardíaco quanto pressão arterial e quem sabe níveis de sangue.

E o que pode ser descoberto nos próximos anos que pode ainda contribuir para esses números? Está aí uma resposta difícil de dizer mas sempre dá pra falar quem vem coisa legal aí.

A indústria dos cosméticos descobriu os homens e hoje até creme masculino para rugas tem. O fato é que há toda uma indústria se abrindo para isso. Hoje estima-se que cerca de 30% deste mercado seja voltado ao público masculino. Há também as cirurgias plásticas estéticas que tem conquistado cada vez mais homens com próteses peitorais e até de queixo para deixar o rosto mais quadrado. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica a cada dois minutos um homem faz cirurgia plástica no Brasil. Ao todo já são mais de 276 mil procedimentos realizados por homens e há relatos de homens com 70 anos de idade fazendo procedimentos estéticos!

E tudo isso pra falar que antes dizer que você ia fazer quarenta queria dizer falta pouco pra você ficar velho. Agora quer dizer que em tese você está na metade do tempo previsto e muito em breve isso será um terço. Se você quiser brincar com os números poderá até dizer que os 40 de hoje são os 10 do ano de 1900.

Claro que todos os dias lido com os desafios que a modernidade trouxe e já convivo bem, por exemplo, com os primeiros fios de cabelo branco e as falhas que surgem no couro cabeludo. Mas se quisesse investir um pouco resolveria esses problemas de forma simples – é que no meu caso simplesmente não me importo, mas se importasse teria o que ser feito.

Também já não tenho o fôlego e o pique de quando tinha 20 anos e sei que em breve a mãe natureza vai cobrar alguns erros cometidos no passado. E se há uma verdade absoluta nessa vida é que a gente envelhece então não vejo motivos para sofrer com isso.

A grande discussão aqui é será que o nosso mundo ao redor está preparado para o novo 40? Será que não é estranho o choque que as pessoas tem ao descobrir a beleza da Alessandra Negrini aos seus 45?

Ah mas os exemplos que você deu tem muito dinheiro, são celebridades mimim. Olha se você procurar no seu instagram vai achar outros quarentões e cinquetonas em cima tanto de corpo quanto em cabeça. Eu usei exemplos mais públicos vamos dizer assim, mas há vários outros espalhados por aí.

A gente sempre quer se sentir especial né? Tá aí o meme da diferentona para provar isso, mas seja por dados ou seja por observação os meus 40 anos são diferentes dos 40 anos dos meus pais e com certeza absoluta dos meus avôs. Profissionais de marketing, marcas e poder público vão ter que lidar com isso.

Não posso reclamar mesmo de já ter sofrido algum preconceito ou comentário estranho por conta da idade. Aliás muita gente gentilmente diz que não aparento ter a idade que tenho, mas já vou em alguns lugares achando que o público está jovem demais para mim.

Quando eu era adolescente lembro de ter dormido várias vezes em chãos ou em colchonetes muito finos. Lembro de lotarmos as casas dos amigos e até dormir sentado. Também lembro de passar alguns dias sem dormir e outros comendo só tranqueira. Foi um período que fiz parte do Clube de Castores – um grupo de jovens ligados ao Lions Clube do Brasil – que permitia que a gente fizesse trabalhos sociais e se divertisse também.

Não tem como não lembrar das viagens para Inhuma (GO) em que a gente pegava 18 horas de ônibus para ficar o sábado lá e voltar no domingo com mais 18 horas de viagem. De dormir no carro num sol de rachar e de conhecer muita gente legal em todo país.

Mas hoje antes de sair para um show eu pergunto se vai ter lugar pra sentar e já não tenho tanta paciência para certas coisas como antes. Também evito ao máximo viagens com índice 10 cocares na escala do programa de índio. Procuro ficar em hotéis de marcas que eu conheço e faço todos os trajetos mil vezes antes no Google Maps.

Não se trata de negar a idade, mas de entender que seu significado mudou e a experiência também. Os 40 que estavam na nossa cabeça por conta dos nossos pais não são mais esses 40 e descobrir isso é muito legal.

E esse aí embaixo sou eu usando um uniforme de eSports todo meninão com um ângulo maroto e um pouco de filtro. Bem longe dos exemplos acima (mesmo) mas me sentindo muito bem.

Crônica dos 40

E resolvi compartilhar tudo isso com vocês porque estou praticamente a um mês de completar quarenta anos de idade e prestes a entrar no meu inferno astral resolvi escrever uma séria de 5 posts especiais sobre a data.

É meio bobo eu sei afinal de contas a gente faz aniversário todo dia e 40 anos não quer dizer nada, mas se dizem que a vida começa justamente nessa idade quero comemorar com você leitor a minha pré-existência e depois lançar essa coletânea de crônicas num e-book da Amazon.

E já pra adiantar não estou nada preocupado: a gente envelhece mesmo e ter esse entendimento com sabedoria é algo que quero pra mim. E penso que nos dias de hoje ter 40 anos é bem diferente dos 40 anos do meu pai e do meu avô, mas isso falamos na nossa próxima Crônica dos 40.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.