DC Fandome: mesmo com eventuais problemas técnicos e mudanças na programação evento acerta a mão com os fãs

Assine nossa newsletter

Como era de se esperar num evento global rolaram sim alguns problemas técnicos e na minha opinião o evento acabou ficando menor do que foi prometido inicialmente. Mesmo assim posso dizer que não tirou o brilho da iniciativa.

A ideia é muito boa: trazer para perto a comunidade de fãs da DC ao redor do mundo. A empresa apresentou problemas no cinema e no geral não conseguiu as bilheterias do seu concorrente de peso da dobradinha Marvel/Disney. Mas a DC ainda tem um legado enorme de fãs vindos dos quadrinhos, séries e desenhos animados que povoaram o imaginário de diversas gerações. E a DC espertamente resolveu apostar nesse legado. Deu certo.

O evento contou com vários destaques mas teve um foco claro em reforçar Mulher Maravilhsa 1984 com vários painéis e um trailler novo que ainda fala muito pouco do filme (um mérito da DC até agora) e mostra um pouco mais do visual da Mulher Leopardo. O vídeo legendado em português já conta com meio milhão de views.

Tivemos também o esperado trailer e mais detalhes do Snyder Cut que deve virar um “filme de 4 horas dividido em 4 episódios de uma hora”, ou seja, uma série, apesar de não ter sido apresentado dessa forma. Eu particularmente não me empolgo muito mas de uma maneira geral o fã está avido por essa reedição do diretor.

E ainda o tão esperado anúncio do novo Batman do Robert Pattinson. Não deve ser um filme da Universo Cinematográfico Oficial da DC, mas deve ser um filme avulso assim como foi Coringa. A história não deve contar a origem do zero do personagem, mas uma parte do processo de surgimento do Batman com um visual mais soturno, ou emo, na escolha do leitor. Pattinson fez uma entrada morna e apática e não parecia tão empolgado em interpretar um dos personagens mais icônicos desse universo, o que me faz parecer que ele não entendeu bem o peso que a armadura do Homem-Morcego deve ter na vida real dele. Tirando isso eu gostei bem do visual e acho que teremos sim um belo filme do Batman.

Assine nossa newsletter

Esquadrão Suicida pode ser grande surpresa

Apensar de não ter sido tão repercutido na imprensa especializada eu particularmente gostei muito do painel de Esquadrão Suicida. Pelo visto teremos uma diversidade incrível de personagens na tela o que deve render bons momentos e mil possibilidades de continuação.

O primeiro Esquadrão teve uma promessa muito alta, um hype muito alto, mas a entrega foi péssima por uma série de problemas de produção e principalmente montagem. O próximo filme é assinado pelo consagrado diretor/produtor/roteirista James Gunn que me parece que vai levar um pouco da alma divertida de Guardiões para o Esquadrão. E o filme deve ter a talentosa brasileira Alice Braga como Sol Soria (uma versão feminina do personagem dos quadrinhos Juan Soria que tem a habilidade de abrir qualquer objeto que toca (e que esteja trancado).

Se tudo der certo dessa vez acho que teremos um belo filme divertido.

No fim o evento proporcionou horas de diversão para alguém como eu que ainda está saindo o mínimo possível de casa, com um belo videografismo e painéis divertidos e empolgantes.

Eu assisti toda programação na Sala Geek TCL vestido Piticas. 

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.