Dramas e comédias icônicas do premiado diretor espanhol Pedro Almodóvar estreiam na série Cinema #EmCasaComSesc

Assine nossa newsletter

Um dos mais celebrados e premiados cineastas espanhóis da atualidade, Pedro Almodóvar, é homenageado pelo CineSesc com a exibição de quatro longas-metragens emblemáticos na série Cinema #EmCasaComSesc. “Maus Hábitos”, “Mulheres À Beira De Um Ataque de Nervos”, “A Flor Do Meu Segredo” e “Carne Trêmula” chegam à plataforma Sesc Digital na próxima quinta-feira, 6 de maio, e ficam disponíveis gratuitamente por 15 dias. Prorrogados, os filmes “Segredos e Mentiras”, “Meu Tio da América” e “A Vida dos Outros”, clássicos do 47º Festival Sesc Melhores Filmes, ganham reforço com a estreia de obras da Nouvelle Vague francesa “Cléo das 5 às 7” e “Um Só Pecado”. Completam a semana, títulos da programação do Festival VIVADANÇA. Para assistir, acesse sescsp.org.br/cinemaemcasa.

Com sentimentos expressos em cores, trilhas sonoras e ângulos marcantes, seja no melodrama ou na comédia, Pedro Almodóvar chama atenção com suas narrativas, quase sempre protagonizadas por mulheres, que carregam em cada cena a intensidade que pedem os dramas e grandes paixões. Indicado quatro vezes ao Oscar, levou os prêmios de Melhor Filme Estrangeiro, em 2000, com “Tudo Sobre Minha Mãe”, e Melhor Roteiro Original, em 2003, com “Fale Com Ela”, além de diversos prêmios em festivais pelo mundo, o diretor espanhol ganhou os holofotes e deixou sua marca na história do cinema mundial.

Em “Maus Hábitos” (1984), seu terceiro grande filme, Almodóvar aborda  o universo feminino sob a ótica de Yolanda Bell (Cristina Sánchez Pascual), cantora de boate que refaz sua vida ao refugiar-se em um convento de freiras. Indicada ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, a comédia “Mulheres À Beira De Um Ataque de Nervos” (1988) é um olhar ácido e divertido sobre o amor moderno através de relações diversas entre um elenco majoritariamente feminino. Considerado um dos mais icônicos filmes de sua carreira, foi vencedor em cinco categorias do Prêmio Goya.

Outro marco na carreira de Almodóvar, “Carne Trêmula” (1997) é também o filme que revelou a atriz Penélope Cruz e o ator Javier Barden. Adaptado do romance homônimo de Ruth Rendell, o longa conta a história de Victor, filho de uma prostituta, que dá a luz em um ônibus, antes de chegar ao hospital. Ao tornar-se adulto, relacionar-se com alguém fica cada vez mais difícil para ele, que enfrentará violência e traição em busca de um grande amor. Já “A Flor Do Meu Segredo” (1995), é protagonizado por Marisa Paredes e conta a história de uma autora de romances e contos sentimentais que vive uma  crise com sua profissão e casamento. 

A partir de quarta-feira, 5 de maio, o público ganha mais um mês para assistir aos clássicos “Meu Tio da América” (1980), de Alain Resnais, “Segredos e Mentiras” (1996), de Mike Leigh, e “A Vida dos Outros” (2006), de Florian Henckel von Donnersmarck, exibidos no 47º Festival Sesc Melhores do Ano. Juntam-se à lista, dois clássicos franceses, assinados por importantes nomes do movimento Nouvelle Vague, “Cléo das 5 às 7” (1962), de Agnès Varda, e “Um Só Pecado” (1964), de François Truffaut. 

Entre os dias 5 e 9 de maio, o CineSesc exibe, em parceria com o 14º VIVADANÇA Festival Internacional e o Cine África, na série Cinema #EmCasaComSesc, uma seleção de documentários e obras de videodança, linguagem consolidada no audiovisual, mas que voltou a ser destaque desde que festivais de dança passaram a ser realizados online. A programação destaca produções da dança contemporânea no continente africano, promovendo diversas ações que ampliam as conexões entre Brasil e África. Saiba mais sobre o evento em festivalvivadanca.com.br.

Programação Cinema #EmCasaComSesc – semana de 06 de maio

06 DE MAIO
Disponíveis por 15 dias

ESPECIAL PEDRO ALMODÓVAR

A FLOR DO MEU SEGREDO
Dir. Pedro Almodóvar | Espanha, França | 103 min | 35mm | cor | 1995

Leo Macias escreve romances populares usando seu pseudônimo Amanda Gris. Sua própria vida romântica é instável, já que seu marido nunca está em casa. Ela quer escrever histórias mais sombrias, mas seu contrato permite que a editora a force a incluir finais felizes. Passando por uma crise de meia-idade, Leo reavalia as relações com sua mãe, sua irmã, sua melhor amiga e também com sua empregada, que é dançarina de flamenco. Sua vida muda ao conhecer Ángel, um editor de jornal que admira sua obra. Com Marisa Paredes, Juan Echanove, Carme Elías, Rossy de Palma e Chus Lampreave. Classificação indicativa: 14 anos.

CARNE TRÊMULA
Dir. Pedro Almodóvar | Espanha, França | 103 min | 35mm | cor | 1997

Na véspera de Natal de 1970 em Madri, com a Espanha em estado de emergência ordenado por Franco, uma jovem prostituta dá a luz a um menino chamado Víctor dentro de um ônibus. Vinte anos depois, Víctor está saindo com uma viciada chamada Elena. Uma noite, no meio de uma briga violenta, dois policiais, Sancho e David, chegam ao local. Em meio a uma disputa, David leva um tiro e fica paraplégico. Dez anos depois, Víctor sai da prisão e David, que se casou com Elena, é agora um jogador de basquete em cadeira de rodas. Mas Víctor quer seduzir Elena de volta e provar sua inocência. Adaptado do romance de Ruth Rendell. Com Javier Bardem, Francesca Neri, Liberto Rabal, Angela Molina, Jose Sancho e Penélope Cruz. Classificação indicativa: 18 anos.

MAUS HÁBITOS
Dir. Pedro Almodóvar | Espanha | 114 min | 35mm | cor | 1984

Yolanda, uma cantora de boate, foge da polícia após seu namorado morrer de uma overdose. Ela busca refúgio num convento que oferece abrigo e redenção para mulheres desamparadas. Morando lá, ela se torna amiga de várias freiras incomuns: uma autora de romances baratos que escreve usando um pseudônimo, uma estilista de moda que se apaixona por um padre, uma cozinheira masoquista consumida por pensamentos de penitência e uma defensora de animais que cria um enorme tigre de estimação. Com Cristina Sánchez Pascual, Julieta Serrano, Marisa Paredes, Carmen Maura, Chus Lampreave e Cecilia Roth. Classificação indicativa: 14 anos.

MULHERES À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS
Dir. Pedro Almodóvar | Espanha | 90 min | 35mm | cor | 1988

Um olhar ácido e divertido sobre o amor moderno através das relações de várias mulheres. Pepa Marcos, uma atriz de televisão, está deprimida por ter sido abandonada por seu amante, Iván. Ele está prestes a viajar e pediu que Pepa prepare sua mala para que alguém a pegue mais tarde, mas ela tem algo muito importante para contar para ele. Carlos, o filho de Iván, e Lucía, sua ex-namorada louca, não sabem onde ele está. O caminho de todos começa a se cruzar numa confusão que envolve uma busca por terroristas xiitas, uma dose letal de gaspacho e um taxista que adora mambo. Mas será que Pepa conseguirá encontrar Iván a tempo? Com Carmen Maura, Antonio Banderas, Julieta Serrano, María Barranco e Rossy de Palma. Classificação indicativa 14 anos.

05 DE MAIO

UM SÓ PECADO
Dir.: François Truffaut | França | 1964 | 117 min | Ficção | 14 anos

Numa viagem a Lisboa, conhecido editor torna-se amante de uma bela aeromoça. Ele é casado e vive seu romance até o dia em que sua mulher descobre tudo.

CLÉO DAS 5 ÀS 7
Dir.: Agnès Varda | França, Itália | 1962 | 90 min | Ficção | 14 anos

Em Paris, a cantora Cléo faz um exame para descobrir se está com câncer. O resultado sai em duas horas, então ela decide andar pelas ruas da cidade enquanto aguarda. Com dúvidas sobre como agir diante da doença, a bela acaba cruzando com Antoine, um jovem militar que está prestes a partir

MEU TIO DA AMÉRICA
Dir.: Alain Resnais | França | 1980 | 125 min | Ficção | 14 anos

Os destinos cruzados de três personagens sob o olhar de uma quarta cobaia: o biólogo Henri Laborit, que explica sua própria teoria sobre como o ambiente interfere na formação da personalidade dos humanos. Grande Prêmio do Júri e da Crítica no Festival de Cannes.

SEGREDOS E MENTIRAS
Dir.: Mike Leigh | Reino Unido, França | 1996 | 136 min | Ficção | 16 anos

Hortense é uma optometrista negra bem-sucedida cujos pais adotivos morreram. Ela fica surpresa quando descobre que sua mãe biológica é Cynthia, uma operária branca de classe baixa.

Assine nossa newsletter

A VIDA DOS OUTROS
Dir.: Florian Henckel von Donnersmarck | Alemanha, França | 2006 | 137 min | Ficção | 12 anos

Nos anos 80, o Ministro da Cultura da Alemanha Oriental se interessa por Christa, um atriz que namora um famoso dramaturgo. Suspeitos de infidelidade ao comunismo, são vigiados por um capitão do serviço secreto, que fica fascinado pelas suas vidas. Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

05/05 – 19h
Disponível por 48h


ELA POEMA – SESSÃO 1
Dir.: Aïda Colmenero Diaz | Tanzânia, Senegal | 2013 – 2016 | 16 min | Videodança| Livre

Projeto inspirado em poemas escritos por mulheres, criados e produzidos na África por sua nova geração de criadoras de artes cênicas. Revolucionário pela sua visão de gênero e pós-colonial que, desde 2013, posiciona mulheres criativas de mais de uma dezena de países africanos como modelos artísticos no cenário internacional. Poemas “Lifetime dust VII”, “Êxodo” e “O Removedor de Medo”.

06/05 – 19h
Disponível por 48h

ELA POEMA – SESSÃO 2
Dir.: Aïda Colmenero Diaz | Camarões, Níger, Senegal | 2014 – 2015 | 18 min | Videodança| Livre

Projeto inspirado em poemas escritos por mulheres, criados e produzidos na África por sua nova geração de criadoras de artes cênicas. Revolucionário pela sua visão de gênero e pós-colonial que, desde 2013, posiciona mulheres criativas de mais de uma dezena de países africanos como modelos artísticos no cenário internacional. Poemas “2 de Novembro”, “O Canto” e “Luta”.

06/05 – 20h
Disponível por 48h

DEUS NOS ACUDA
Dir.: Pak Ndjamena | Moçambique | 2020 | 27 min | Videodança| Livre

O filme questiona as sociedades de consumo e o lugar do corpo na atualidade, revelados a partir de seu universo cultural. Observa como isso vem sendo perpetuado e aplicado ao longo da história, na manutenção do domínio pelo poder; onde a religiosidade secularizada, as crenças, as divindades, rituais, mitos estão interligados no cotidiano e como se fragmentam e podem ser utilizados como uma das estratégias para controle social, afetando diretamente os corpos e a sociedade como um todo, através de regras e padrões.

07/05 – 19h
Disponível por 48h

ELA POEMA – SESSÃO 3
Dir.: Aïda Colmenero Diaz | Togo,  Namíbial | 2017 – 2017 | 30 min | Videodança| Livre

Projeto inspirado em poemas escritos por mulheres, criados e produzidos na África por sua nova geração de criadoras de artes cênicas. Revolucionário pela sua visão de gênero e pós-colonial que, desde 2013, posiciona mulheres criativas de mais de uma dezena de países africanos como modelos artísticos no cenário internacional. Poemas “Abismo”, “Templo” e “Xhoes Conquers”.

08/05 – 20h
Disponível por 48h

PARA LÁ DOS MEUS PASSOS
Dir.: Kamy Lara | Angola | 2019 | 72 min | Documentário | Livre

Durante a criação da peça (Des)Construção da coreógrafa Mónica Anapaz para a temporada de 2017 da Companhia de Dança Contemporânea de Angola, cinco bailarinos exploram os conceitos de tradição, cultura, memória, identidade, questionando a transformação e a desconstrução destes temas nas suas próprias vidas. A maioria deles – provenientes de outras províncias do país – traz consigo memórias e tradições ao se mudar para a movimentada, errática e frenética realidade da capital.

09/05 – 20h
Disponível por 48h

KMÊDEUS
Dir.: Nuno Miranda | Cabo Verde | 2020 | 55 min | Documentário | Livre

A história intrigante de um misterioso excêntrico sem-teto chamado Kmêdeus (“Comer Deus”) que morava na ilha de São Vicente, Cabo Verde. António Tavares, importante dançarino contemporâneo de Cabo Verde, criou uma performance baseada na vida e no mundo interior de Kmêdeus. Ele nos leva em uma viagem por sua cidade natal, Mindelo, as músicas e filmes da ilha e a celebração de seu carnaval anual. 

CINESESC

Um dos cinemas de rua mais queridos da cidade, o CineSesc iniciou seu funcionamento em 21 de setembro de 1979, no número 2075 da rua Augusta, na cidade de São Paulo, e se dedica à missão de fomentar a difusão do cinema de qualidade, exibindo obras que muitas vezes ficam fora do circuito comercial nas salas de cinema e plataformas online. Sua programação inclui grandes e pequenas produções do mundo todo.

Além de integrar o corpo de curadores em mostras especiais, o CineSesc também recebe festivais importantes do calendário cinematográfico paulistano, como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival Mix Brasil e o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, entre outros. O cuidado com a programação tem reconhecimento do público e da crítica, que o elegeu, por diversas vezes, a melhor sala especial de cinema na cidade de São Paulo.

Fase Beta

As versões da plataforma do Sesc Digital encontram-se em fase beta, ou seja, novidades e melhorias serão implementadas a partir das interações que se desenvolverem entre o público e os recursos. Além disso, o catálogo será expandido periodicamente, englobando novas temáticas e linguagens.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.