Dude, Where Is My Beer é opção retrô indie com boa temática, mas um pouco lento

Assine nossa newsletter

Sempre quando me perguntam qual é o meu game favorito de todos os tempos eu invariavelmente vou citar “The Day of Tentacle“, e havia vários games com pegada, hoje chamada de point and click, mas pra gente na época eram simplesmente jogos de RPG. Isso porque havia um enigma ali e você tinha que ir desvendando as coisas clicando nos lugares, falando com pessoas, pegando itens para o seu inventário e muitas vezes combinando-os para criar outras coisas úteis.

Essa foi a primeira coisa que me chamou a atenção em Dude, Where Is My Beer, que teve a intenção de resgatar nos dias de hoje esse estilo de jogo quase que fazendo uma homenagem. Outra coisa interessante é o plot do game em que o nosso protagonista quer beber uma cerveja clássica tradicional mas encontra um mundo repleto de cervejas artesanais entre hipsters e descolados da cidade que já não apreciam mais uma boa e velha cerveja artesanal.

O game apresenta o menu clássico, com funções de andar, falar, pegar, etc e um inventário onde você pode ir colecionando coisas. Você começa chegando numa cidade com sede e então seu desafio será explorar os diversos lugares e personagens para entender o que está acontecendo ali e até descobrir o que pode ser uma conspiração maior que pode estar por trás do sumiço da cerveja tradicional.

Assine nossa newsletter

Jogabilidade e gameplay

O game é muito fiel ao formato que se propõe e oferece uma boa jogabilidade, porém mesmo para esse tipo de game, um pouco lenta na minha opinião. As vezes os diálogos são muito extensos e as opções de perguntas muito variadas o que por certas vezes quebra um pouco o ritmo do jogo. Além disso demora um pouco até você começar a fazer as primeiras coisas e resolver os primeiros puzzles, o que pode ser um pouco frustrante de cara até você realmente entrar no jogo. Além disso há um indicador de sobriedade, uma vez que o nosso personagem não consegue falar com ninguém sem ter bebido algo e demora um tempo até você entender como garantir um esquema de bebidas que mantenha você mais “alegrinho” e possa coletar mais informações.

Além disso é bom deixar claro ao leitor do blog que o game é todo em inglês e vai apresentar em diversos momentos o típico humor britânico mais ácido e que tira sarro de padrões de comportamento da sociedade, mas que o gamer vai entender melhor se falar bem o idioma (já que os diálogos são extensos como eu falei acima) e entender um pouquinho da cultura britânica com seus pubs e dinâmica da sociedade atual.

Por outro lado Dude, Where Is My Beer é uma boa opção para degustar um game indie raiz, jogando aos poucos, explorando os cenários e diálogos e se divertindo com as sacadas do desenvolvedor. Eu ainda não cheguei no final do jogo, mas espero em breve conseguir tomar uma refrescante caneca de cerveja old school tradicional.

Por conta disso eu dou 7,5 de 10 tampinhas de cerveja para o game que está disponível no Steam, nesse link: https://store.steampowered.com/app/1288760/Dude_Where_Is_My_Beer/

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.