DURANTE O MÊS DA BLACK FRIDAY BURGER KING OFERECE DESCONTOS COM PREÇOS MAIS BARATO QUE O LITRO DA GASOLINA

Dando início a principal data do ano para o varejo nacional, o Burger King inicia o mês da Black Friday, com promoções que são mais baratas que o preço do litro da gasolina. A partir de hoje (05/11), a rede vai disponibilizar diversos itens do seu cardápio pelo preço de R$ 5,50 no atendimento via drive-thru. Entre as ofertas imperdíveis estarão: Sanduiches como Rodeio e Cheddar, Shakes, Casquinha em dobro, BK Chicken, Onion Rings, entre outros, que podem ser conferidos no app oficial do BK. E não para por aí: se o consumidor quiser economizar no combustível, tendo em vista o preço atual, ele também poderá passar pelo drive-thru de bicicleta, a pé, ou da forma que desejar.

“Essa campanha é o ponta pé inicial para a BK Friday do Burger King, pois ainda teremos muito mais ofertas para os nossos consumidores durante o mês. A ação foi desenvolvida, exclusivamente, para engajar os nossos clientes que optam pelo serviço do drive thru. Para nós, do BK, é muito importante oferecermos ações criativas e ousadas em nossos restaurantes, por meio de assuntos atuais” comenta Juliana Cury, Diretora de Marketing da BK Brasil. “Durante o ano trouxemos campanhas voltadas para todos os nossos canais de atendimento, garantindo o conhecimento e a personalização das nossas ofertas e serviços”, finaliza a executiva. 

Para aproveitar a BK Friday é necessário que o cliente baixe o aplicativo do Burger King, consulte os restaurantes participantes e se cadastre no Clube BK. O programa está disponível em todo o território nacional nas lojas de aplicativo do Android e iOs.

A nova campanha foi idealizada pela DAVID e pode ser encontrada nas redes sociais do Burger King Brasil.

“A vida dos motoristas já está complicada demais. Pelo menos transformamos a passagem pelo drive num momento de alívio. Encher a pança ficou mais barato que encher o tanque”, brinca Fabricio Pretto, diretor de criação da DAVID. 

O valor do litro da gasolina foi considerado com base em levantamentos da Agência Nacional de Petróleo em 29.10.2021.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.