Estive no evento Dark Christmas – A lenda de Krampus no Hopi-Hari

Eu tenho uma ligação afetiva muito forte com o Hopi-Hari e sou um defensor de que abracemos a causa de manter o parque de pé, principalmente por ser um empreendimento que emprega muita gente e leva muita riqueza para região. Por uma série de eventos amplamente divulgados nos últimos anos a empresa passou por vários problemas mas tenta se manter de pé.

É claro que a pandemia trouxe uma camada de desafio extra afinal de contas é um local que gera naturalmente gera aglomeração. Eles estão cumprindo um protocolo de segurança e eu vi em vários momentos pessoas tentando driblar a fiscalização do parque baixando as máscaras. Segurança é uma soma da preocupação do empreendimento com o comportamento das pessoas. Eu não fui nos brinquedos e aproveitei para curtir mais as áreas de sombra, o belo visual de área verde e as instalações do Parque. Aliás nesse momento o parque deveria investir muito mais nesse viés colocando mais atividades ao ar livre com festivais de gastronomia como os que acontecem em Epcot e também em teatros ao ar livre e atrações circenses com malabaristas, e a saudosa presença dos Habitaris (personagens feitos por atores e atrizes e representavam os moradores de Hopi-Hari).

Mesmo com todos esses cuidados caso você queira ir nos brinquedos recomendo que você compre o passe VIP e se você for do grupo de risco vale a pena esperar um pouco mais, na minha opinião, para fazer sua visita.

É importante você chegar e se informar sobre os brinquedos que estão funcionando e o rodízio entre eles. Também por conta da pandemia algumas atrações estão totalmente fechadas. Mesmo com a carga mais baixa de pessoas admitidas no parque vai ter fila para as atrações e provavelmente uma espera maior. Vá mais para passear e curtir as instalações do parque.

Dark Christmas – A lenda de Krampus no Hopi-Hari

Bom agora vamos para a parte que eu realmente fui fazer que é passear pela atividade Dark Christmas – A lenda de Krampus no Hopi-Hari. Quando o sol se põe o parque se divide em duas áreas. Logo na entrada há um evento de Natal super bonito com fogos e um Papai Noel super estilizado, mas começando em Wild West Krampus surge das profundezas para castigar as crianças que se comportaram mal e amaldiçoar brinquedos clássicos que voltaram para vida em suas formas mais horripilantes e amaldiçoadas: bonecas zumbis, soldadinhos de chumbo do mal e até renas possuídas estarão pelo seu caminho.

O evento segue aquela linha dos teatros em palco aberto ao ar livre você vai andando e as coisas acontecem num trajeto pré-estabelecido. É muito interessante ver como a direção artística dividiu as criaturas em trechos específicos: de fato você vê uma evolução da história e entende o enredo. E aqui além da direção vale a pena exaltar o trabalho dos atores e atrizes que fazem com muito zelo a arte de assustar. Alguns personagens roubam a cena.

Como tudo é feito ao ar livre e num caminho contínuo me pareceu uma atração segura desde que claro você esteja com máscara. Os atores usam uma máscara transparente (ou do personagem) e tomam um certo cuidado nos sustos com o rosto normalmente voltado para baixo. Tem equipes de segurança espalhadas por todo trajeto que dura cerca de 40 minutos.

Não é assustador e horripilante de você se desesperar, mas é um tipo de Terror focado no susto (o chamado Jump Scare) e dá sim pra tomar esses sustos. Então na escala de medo onde 10 é você adulto esclarecido chorando de medo e pedindo para sua mãe ir te buscar; e zero onde unicórnios saltitantes te levariam uma cesta de algodão doce; eu diria que é 6/10. E é bom lembrar que em alguns momentos há uma surpresa molhada, nada intenso, mas tem umas gotinhas lá no meio =).

Eu aproveito para agradecer ao Hopi-Hari pelo convite e pela gentileza com que me trataram no Parque e vale mais uma vez o recado, se puder compre o passe VIP, siga todo o protocolo exigido pelo parque, use álcool em gel e principalmente não tire a máscara.

SERVIÇO
Dark Christmas: a lenda de Krampus
Data: até 31 de janeiro de 2021
Horário: 10h30 às 20h30
Local: Rodovia dos Bandeirantes, km 72, Moinho, Vinhedo (SP)

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.