Filemaker dá poder aos bancos de dados no iPad

Uma das coisas que mais me espantam é ver como o mercado corporativo de uma maneira geral ainda usa pouco dispositivos como o iPad em seu dia-a-dia.
Ter executivo conectados é uma mão na roda e se eles podem ter acesso a informações a um toque de dados, por que não? É que normalmente essa pergunta vai esbarrar em alguns conflitos internos culturais na empresa e um deles é a integração. Muitos gestores que usam a ferramenta é porque tem os próprios mas normalmente não estão conectados aos sistemas corporativos.Outro fator importante é o desenvolvimento de apps e interfaces para acesso a banco de dados que em tempos de crise podem esbarrar no orçamento.

E nesse contexto fui convidado para conhecer o Filemekar Pro um programa criado justamente para criar soluções personalizadas e que rodam em diversas plataformas, inclusive no iPad.

Quem nunca programou ou teve contato com criações de aplicações baseadas em banco de dados pode sofrer um pouco no início para usar. Eu tava um pouco enferrujado confesso, mas o software vem com vasto material explicativo composto por vídeos, e-books e navegação guiada. Então com um pouco de tempo você vai pegando o jeito de usar o FileMaker Pro e ver que a curva de aprendizagem é rápida. Há ainda dezenas de funções que usuários mais avançados vão poder explorar. Mas para o básico e intermediário leve dá pra se virar bem com o material entregue.

As possibilidades de criação são diversas porque podem ser criados campos multimídias variados. O que facilita aplicações que exigem, por exemplo, inspeções visuais em campo, tais como responsáveis por visual merchandising ou seguradoras.

E lá fui eu fazer minha primeira aplicação e confesso para vocês que ficou funcional, mas não tão bonita quanto eu gostaria e então apelei para um recurso bem interessante e que facilita demais a vida e otimiza o tempo absurdamente: criar a partir de uma solução inicial.

Com essa função (disponível em Arquivo/novo a partir de Solução Inicial) você não perde tempo fazendo os setups iniciais e já vai direto no que precisa. E claro pode customizar a partir de um modelo ganhando muito tempo ao não começar do zero.

solução inicial

E então rapidamente eu fiz uma solução para controlar as tarefas que eu tenho aqui no Blog e uma delas era criar um post sobre o FileMaker 🙂

filemaker 2

Fiz um também para controlar os contatos e anunciantes que tenho aqui no blog:

filemaker

Além do uso nas empresas profissionais liberais podem se beneficiar com suas funções rápidas e empresas desenvolvedoras que queiram ganhar rapidez em seus processos ao entregar aplicativos aos seus clientes sem perder horas em linhas de código.

Professores e pesquisadores que usam coleta de dados podem ter um grande aliado também no Filemaker Pro.

Na hora de adquirir o produto é preciso pesquisar antes qual licença atende mais a sua necessidade sendo que soluções mais robustas incluem também o acesso ao Filemaker Server. Há ainda pacotes promocionais para instituições de ensino e ongs.

Conclusão

Filemaker PRO coloca o poder do banco de dados no iPad e possibilidade de ganhar tempo e dinheiro no desenvolvimento de aplicações deste tipo para dispositivos móveis. Usuários mais leigos terão um pouco de dificuldades ao criar aplicações lindas, mas com dedicação ao material fornecido a curva de aprendizagem é orgânica. Destaco a funcionalidade Solução Inicial como um ganho para usuários que como eu não tem o core de desenvolvimento no seu dia-a-dia. Usando esse recurso cria-se uma aplicação funcional em incríveis poucos minutos.

O valor em dólar pode assustar um pouco com o câmbio atual, mas colocando as contas na ponta do lápis e dependendo da necessidade, o ROI deve se dar em poucos meses de uso da solução ou na venda de poucos projetos.

Para conhecer a ferramenta acesse https://www.filemaker.com/br/products/filemaker-pro/

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.