Final Level anuncia line up feminino nos eSports

Assine nossa newsletter

Após uma entrada bem sucedida no cenário de eSports com a equipe mista de Gamelanders, o Final Level, maior plataforma de entretenimento gamer do Brasil, começa o ano de 2021 com uma notícia que promete movimentar o competitivo. Na busca por inovação e diversidade, a plataforma criou seu dream team feminino de Valorant, o Gamelanders Purple, com Naxy, Bstrdd, Drn, Daiki e Nat1.

Apesar de ser um assunto que tem tomado o centro das discussões recentemente, não é de agora que a representatividade das mulheres nos games é alta. No Brasil, elas são maioria, cerca de 53,8% dos jogadores de games são mulheres, segundo dados da pesquisa Games Brasil 2020. Com os direitos adquiridos com o passar do tempo, elas vêm se destacando cada dia mais e ganhando uma voz própria, também no cenário competitivo.

É comum existirem alguns times mistos, mas o Final Level optou por montar duas equipes, uma mista e outra feminina. “É importante abrirmos espaço para que as mulheres façam ainda mais parte desse mundo gamer, e reunir cinco delas em um único time é uma forma de abrir portas para as outras gamers, de afirmar que o mundo das competições é para todos”, afirma a Fernanda Lobão, CEO e cofundadora da plataforma. Ela ainda destaca que o line up Purple contribui para reforçar o conceito de nômade digital, que a plataforma já vem explorando, “além da diversidade de gênero, temos a de cultura e de território, já que cada uma das meninas está em um lugar do Brasil e até no Chile. Isso mostra que o Final Level não tem fronteiras e pode estar em qualquer lugar”, completa.

O mercado de Games tende a crescer 17% no ano de 2021, de acordo com uma pesquisa da PwC, grande parte deste aumento deve-se ao momento mundial atual. Sendo assim, o Final Level viu a grande oportunidade de fazer diferente, de ser ainda mais inovador, disruptivo, desconstruindo conceitos e trazendo o novo, como tem feito nos últimos anos.

A equipe já participará de sua primeira competição oficial em janeiro, o Challengers Brazil, organizado pela Riot, que este ano passou a permitir que dois times da mesma organização participem do mesmo campeonato. O Gamelanders Purple contará com:

Naxy: Ana “NAXY” Beatriz, 21 anos, será capitã do time. É uma das jogadoras mais consistentes do atual cenário, começou sua carreira nos eSports com 14 anos, quando participou do seu primeiro campeonato presencial de Point Blank. No decorrer de sua carreira competitiva passou por diversas organizações, chegando a se destacar em vários cenários diferentes como Point Blank, CS:GO, Fortnite, Zula, PUBG. Também foi a primeira menina a chegar nos TOP Tier do cenário SA, além de finalista para o mundial de Point Blank e vitoriosa de dois outros campeonatos femininos.

Bstrdd: Paula Estela Naguil Obando “BRTSDD”, 20 Anos, é do Chile e iniciou sua trajetória no CS:GO em 2015, sempre se destacando mesmo com um impasse: não ter um bom computador para continuar seguindo carreira. Em 2020 ganhou seu primeiro computador gamer e viu a oportunidade de crescer no cenário de Valorant. Bstrdd conta com o título de primeira mulher radiante do mundo e também carrega o caneco recente da Twitch Rivals de LAS.

Drn: Paola “Drn” Caroline Oliveira, 22 Anos, com 11 anos de experiência em FPS, vem há pelo menos 9 competindo. Ganhou 4 vezes a Liga Feminina, também foi vencedora da seletiva para o Point Blank International Women’s Championship (PBIWC) e teve a oportunidade de jogar pela Uncharted Pinkers no primeiro e único mundial feminino que o Brasil participou, disputado na Indonésia, ficando com o 2º lugar. Iniciou em 2020 sua carreira no Valorant. Drn foi um dos grandes nomes do Metrópole Rivals Women’s Cup, como a jogadora que conseguiu a segunda maior média de pontuação de combate.

Daiki: Natália “Daiki” Vilela, 16 Anos, ingressou no mundo dos games muito cedo, passando por jogos como Point Blank, CrossFire, WolfTeam e CS:GO. Desde 2020 vem sendo cotada por muitos a ser uma promessa no cenário competitivo de CS:GO e Valorant, especialmente por sua idade. No FPS da Riot tem conquistado colocações relevantes, como ser a primeira mulher a aparecer no top 100 dos melhores jogadores de Valorant do Brasil.

Nat1: Natália Meneses, mais conhecida como nat1, é ex-jogadora profissional de CS:GO. Começou a jogar CS 1.6 aos 13 anos, nas lan houses e não parou desde então, estando no cenário competitivo desde 2014. Após conquistar alguns campeonatos no Brasil, migrou para o Valorant por ter se identificado muito com o jogo.

Para Naxy, capitã do Gamelanders Purple, poder contar com o investimento e a estrutura oferecida pelo Final Level é um dos fatores mais importantes para o time. “As expectativas de representar Gamelanders são as maiores possíveis. Poder contar com todo o apoio da equipe tem sido maravilhoso, principalmente pela organização para um melhor desempenho, assim, teremos todo o background de técnico, analista, manager, para cumprirmos apenas nossas funções no time, podendo focar no gameplay. Isso faz com que tenhamos uma evolução gigantesca em game, sem contar que acabamos nos tornando exemplo para muitas mulheres que têm o sonho de se profissionalizar. Estamos movimentando todo um cenário a favor dessa equidade”, conta. A capitã reforça que o público pode esperar muita dedicação e força para movimentar o mundo de Valorant.

O intuito do Final Level desde o início foi se tornar um ponto de encontro para todos os públicos da comunidade gamer, assim, em 2020, entrou para o mundo dos eSports com a criação do time competitivo. “Investir no cenário feminino de é simplesmente reinvestir no nosso próprio mercado. As atuais organizações detém muita relevância na formação e na cultura de adolescentes e jovens adultos. Já passou – e muito – da hora de trabalharmos para criar melhores condições de trabalho e oferecer profissionalismo para todos os integrantes do ecossistema. Sabemos da nossa responsabilidade para com o cenário, a qual assumimos, e como organização, independente do gênero do time, nos comprometeremos com resultados e entrega”, finaliza Gabriel Araújo, cofundador de Gamelanders e diretor de conteúdo do Final Level.

Em breve a empresa anunciará novas contratações, como da analista, por exemplo, que também será uma mulher.

Sobre Final Level
A Final Level, maior plataforma de entretenimento gamer do país, conta com mais de 4.4 milhões de inscritos no YouTube, quase 2 milhões de seguidores no Instagram e mais de 1.4 milhão no TikTok, sendo a maior marca no ranking geral de engajamento do TikTok Brasil. Para fomentar a criação dos conteúdos, existe a Gameland, primeira content house gamer do Brasil, completamente temática, onde moram alguns dos maiores influenciadores do cenário gamer do país: funBABE, Gabriel Araujo, Sheviii2k, e Cherryrar. A Final Level ainda conta com a maior rede de colaboração e co-criação de conteúdo gamer do país, totalizando mais de 55 milhões de espectadores nos canais. Diariamente conteúdos inéditos são publicados em todas as redes sociais no perfil Final Level registrando uma potência com alto engajamento e cobertura que envolve marcas parceiras como Oi, Subway, Coca-Cola e AME. Old Spice, iFood, Smartfit, Activision e Epic, também já experimentaram a força da plataforma em suas estratégias de comunicação.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.