Tecnologia | Games | Filmes & Séries | Geek
Banner KTO

Game Serum é um survival horror promissor, mas alguns ajustes cairiam bem.

Pude jogar antecipadamente o game “Serum”, um promissor survival horror da desenvolvedora Game Island, distribuído pela Toplitz Productions, que acaba de ser lançado em acesso antecipado no Steam.

Após uma breve introdução, você será apresentado ao lore do jogo, onde acorda em um mundo diferente e infectado. Você possui toxinas em seu corpo que devem ser limpas com um soro, daí o nome do jogo.

Anúncios

Um aliado misterioso o guiará pelo tutorial, apresentando o sistema de crafting do game. Para fazer o soro, é preciso misturar itens coletados na natureza, mas também é possível fabricar armas e melhorias. Além disso, é possível criar uma pequena horta para garantir a disponibilidade dos elementos necessários para o soro – e acredite, você vai precisar.

Aqui vai minha primeira dica importante: não avance no jogo até dominar bem essas dinâmicas. Resista à tentação de simplesmente prosseguir e faça muitos, mas muitos soros.

No início do jogo, o soro dura muito pouco tempo. Quando o cronômetro zera, você morre e volta para a cabana. Isso pode ser bem frustrante, pois, quando isso acontece, seu inventário fica perdido e você terá que ir até a bolsa e tentar recuperar seus itens coletados, o que pode ser bem cansativo. É possível melhorar a receita do soro para que ele dure mais, mas, para isso, é preciso explorar e resolver puzzles (e acreditem, eu morri muito nesse processo).

Anúncios

Conforme você avança no gameplay, encontrará outros desafios, como animais infectados, zumbis e nuvens de gás. E, claro, o timer do soro.

Mas vale a pena jogar “Serum”?

É importante deixar claro que joguei o game antecipadamente e que ele também se encontra em compra antecipada. É normal, nessa fase de desenvolvimento, encontrar bugs, glitches e pontos de melhoria. Justiça seja feita, não encontrei nenhum erro que atrapalhasse minha jogabilidade. Não fiquei preso em nenhum lugar do cenário ou em animações distorcidas. Claro que sempre cabe uma otimização, mas achei o game bem polido para esse estágio de desenvolvimento.

Anúncios

O que realmente me incomodou foi o tempo de duração do soro. Vale dizer que todo jogo de sobrevivência tem algum tipo de timer – seja falta de água, fome ou abrigo – e aqui seu pior inimigo, pelo menos no começo, é a duração do soro.

Normalmente, em jogos desse tipo, o começo costuma ser um pouco mais suave, justamente por causa da curva de aprendizado. Já no primeiro puzzle, morri tantas vezes que foi um pouco desanimador.

Tive uma situação em que precisei buscar minha bolsa sabendo que iria morrer duas vezes (estava sem soro) até recuperar meus pertences. Nesse processo, acabei não conseguindo entender o que precisava fazer para ampliar a duração do soro, o que com certeza teria melhorado minha experiência com o jogo.

Anúncios

De qualquer forma, para quem reclama que os jogos de hoje são muito fáceis e entregam tudo de cara, “Serum” segue justamente o oposto, oferecendo o mínimo necessário para que você comece no jogo.

Antes de finalizar, minha segunda dica: planeje suas idas e vindas da base com base na quantidade de soros carregados. No início do gameplay, faça esse processo de ir, coletar e voltar para a base várias vezes até que esteja pronto para o próximo passo.

Acho “Serum” muito promissor, principalmente pelo lore apresentado e, até onde joguei, um roteiro intrigante que faz você querer progredir. Mas acredito que alguns ajustes no timer ou a possibilidade de escolher uma jogabilidade mais focada na história ou na sobrevivência, ajustando a dificuldade de acordo com o tipo de experiência que o jogador gostaria de ter, seriam benéficos.

Anúncios

O game está praticamente todo localizado com legendas em português, com apenas algumas partes faltantes, que devem ser resolvidas nas próximas atualizações.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar