Games e brigadeiros: profissões dos sonhos

Assine nossa newsletter

Imagine poder jogar vídeo game todos os dias? Ou então passar tardes na companhia de belas mulheres ou até mesmo provando receitas de brigadeiro? Estamos falando de diversão, certo? Não! Isso é, acredite ou não, trabalho! O desejo de muitos é a realidade da dupla de publicitários Dado Trench e João Valim, sócios da agência de publicidade FTA Brasil, especializada em jogos de vídeo games, do renomado fotógrafo Angelo Pastorello, conhecido por seus cliques de lindas mulheres e da doceira Juliana Motter, criadora da loja de brigadeiros gourmet, Maria Brigadeiro.
Invejados pelos amigos, os profissionais, cada qual com sua área, garantem que seus trabalhos também contam com momentos não tão interessantes. “Em épocas de grandes lançamentos de games, não conseguimos respirar de tanto trabalho”, conta Dado Trench.
Experientes no assunto, os publicitários já realizaram lançamentos de grandes títulos como GTA (sucesso com 29 milhões de unidades vendidas no mundo), PES, Tomb Rider e NBA 2K15. A dupla conta que, como precisam estar sempre à frente das tendências, acabam testando todos os tipos de jogos do mercado para ter novos conceitos.
“A única parte ruim é que, devido a correria do dia a dia, só dá para testar os games e não jogá-los por completo como gostaríamos”, diz João Valim. Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, foi idéia dele criar uma sala de videogames para estudar, entender diversas tecnologias e se divertir enquanto trabalham. Porém, mesmo com alguns picos de muito trabalho, Trench e Valim afirmam que não trocariam suas profissões por nada neste mundo.
Entre um clique e outro – Em seu estúdio, o fotógrafo Angelo Pastorello também faz coro com a dupla de publicitários. Com 22 anos de profissão, o fotógrafo conta que se interessou pelos cliques ainda na escola e desde então sua paixão só cresceu, tornando-o em um dos grandes nomes da fotografia no Brasil atualmente.
“Meu trabalho é bem amplo, realizo desde ensaios de moda, publicidade, trabalho autoral, até catálogos de parafusos. Mas o pessoal só lembra dos cliques com a mulherada. Não sei por quê”, diverte-se Pastorello. Conhecido no mercado por ensaios sensuais nas revistas masculinas Playboy, VIP e Sexy, o fotógrafo revela que as sessões são bem diferentes do que as pessoas imaginam. “Não posso tocar na modelo, por exemplo. Quando preciso que a menina faça alguma pose, peço auxilio para a produtora. Fora isso, meu foco está na iluminação, enquadramento, entre outras coisas”, afirma.
O hobby que virou negócio
Do mundo dos cliques para a cozinha da Maria Brigadeiro. A chef Juliana Motter é outro exemplo de que é possível sim trabalhar com o que gosta. Jornalista por formação, Juliana abandonou o mundo dos textos para investir em uma loja com um conceito totalmente novo: o de brigadeiros gourmet.
Após o início despretensioso em uma festa infantil, hoje a chef conta com uma carta com mais de 40 versões do quitute criadas por ela. E, mesmo cuidando da parte de gestão da loja, Juliana faz questão de sempre ir para cozinha e testar novas receitas. “Me sinto realizada, desenvolvendo e criando novas possibilidades para a iguaria’”, diz. Destacando que foi desta realização que vieram receitas inovadoras como o brigadeiro de colher, tortas, sorvetes e também uma versão quente para ser saboreada nos dias frios.
A chef ainda revela que parte do sucesso de seus brigadeiros gourmets se deve principalmente pelo prazer que tem em trabalhar com a guloseima, e pontua uma frase atribuída ao pensador chinês Confúcio, que diz: “Trabalhe com aquilo que gosta e não terá que trabalhar um dia sequer na vida”.
Na foto os sócios da FTA Brasil João Valim e Eduardo Trench / crédito: Divulgação – Papiro Comunicação

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.