Google planeja ativar verificação em duas etapas automaticamente em 150 milhões de contas ainda em 2021

O Google irá ativar a verificação em duas etapas (ou 2SV, na sigla em inglês) de modo automático nas contas de pelo menos 150 milhões de usuários e ainda exigir que pelo menos 2 milhões de criadores do YouTube ativem esse recurso. O objetivo é ampliar o rigor com a proteção de usuários e reforçar ainda mais as ações de segurança de senhas e logins.

Esse método é essencial nas práticas de segurança do Google, e hoje funciona de forma super simples para o usuário: o Google envia uma mensagem que pede apenas um clique no celular da pessoa, para que ela comprove a própria identidade antes de fazer login. Em maio, a empresa a nunciou que passaria a configurar automaticamente contas com a verificação em duas etapas .

Neste primeiro momento, apenas contas que dispõem com mecanismos adequados de backup serão incluídas no processo de ativação automática da camada adicional de segurança. É possível descobrir se sua conta tem as configurações necessárias, por meio da Verificação de Segurança do Google.

Há anos o Google lidera a inovação na área de verificação em duas etapas. Esta é uma das formas mais confiáveis de evitar acesso não-autorizado a contas e redes. A 2SV é mais forte quando combina um elemento que a pessoa “conhece” (como uma senha, por exemplo) a um elemento que a pessoa “tem” (um celular ou um chaveiro com token).

A empresa também está à frente na criação de chaves de segurança, uma outra forma de autenticação que exige que o usuário clique na chave quando há uma tentativa suspeita de login. Para aumentar o acesso ao recurso, o Google desenvolveu o aplicativo Google Smart Lock , levando o recurso diretamente para dentro dos celulares Android e aparelhos Apple . Atualmente, mais de dois bilhões de aparelhos fazem uso da tecnologia.

O Google verifica, todos os dias, a segurança de pelo menos um bilhão de senhas para proteger contas contra invasão. Por meio do Gerenciador de Senhas , ferramenta presente ‘de fábrica’ no Chrome, nos aparelhos Android e no Google App, o usuário pode armazenar de modo fácil senhas usadas para login em sites e aplicativos na web. Com ele, fica mais fácil criar e usar senhas fortes e únicas para cada aparelho do usuário – sem a necessidade de lembrar ou repetir nenhuma delas.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.