Jornalismo de tecnologia, independente e com credibilidade

Governo de SP leva empresas paulistas para a Game Developers Conference, um dos maiores eventos sobre jogos eletrônicos do mundo

A Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, em parceria com a InvestSP, a agência de promoção de investimentos do estado, levará 10 empresas paulistas para a Game Developers Conference (GDC), um dos maiores eventos do mundo sobre jogos eletrônicos, que acontece de 20 a 24 de março em São Francisco, nos Estados Unidos. As empresas selecionadas foram: Gixer, VRmonkey, Mad Mimic, Luski, Dyxel, GMD, Flux, Theo, Ilex e Árvore.

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir 30 dias GRÁTIS
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup

Essa será a segunda missão de 2023 do CreativeSP, programa que busca promover a troca de conhecimento entre empresas do setor de economia criativa, incentivar a geração de negócios e atrair investimento estrangeiro para o estado. A Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais (Abragames) será parceira do CreativeSP nessa missão. A delegação brasileira, formada também pelas empresas participantes do Brazil Games, projeto setorial de exportação realizado pela Abragames em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (ApexBrasil), contará com 43 estúdios e cumprirá uma agenda com palestras, reuniões e rodadas de negócios.

Dados da Abragames apontam que os games movimentam, por ano, quase R$ 12 bilhões no Brasil, considerado o 10º maior mercado do mundo e referência internacional, uma vez que mais da metade das empresas nacionais vende seus jogos também no exterior.

De cada quatro brasileiros, três jogam com frequência (boa parte pelo celular), número expressivo e que contribuiu para a disparada do número de estúdios de criação de games, que pulou de 133 para 1.009 entre 2014 e 2022. A indústria de jogos eletrônicos emprega mais de 12 mil pessoas no país e a maior parte das empresas (57%) está concentrada na região Sudeste.

“A difusão internacional é extremamente importante para o impulsionamento das produções criativas do Estado de SP. Para nós é muito relevante estar em um dos maiores eventos de games, conectando pessoas e ideias. Por meio do CreativeSP, proporcionamos encontros que tornarão o Estado conhecido nos seus mais diferentes segmentos – artes plásticas, artes visuais, audiovisual, games, tecnologia e inovação”, afirma Marília Marton, secretária da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

“O setor de games é um mercado bilionário, que gera emprego e renda para muitos jovens e tem tudo para se desenvolver ainda mais em São Paulo, principal polo de inovação e tecnologia do país. Sem falar nos avanços que virão com a chegada do 5G, que a InvestSP tem trabalhado para acelerar e que fará a indústria de jogos eletrônicos ganhar um peso ainda maior na economia paulista”, diz o presidente da InvestSP, Rui Gomes Junior.

“A GDC 2023 é um momento muito aguardado e especial para a Abragames e o Brazil Games. Pela primeira vez, teremos a exibição de jogos brasileiros em um estande próprio e uma palestra focada no Brasil, destacando o momento da nossa indústria e explicando como ela funciona. Além disso, esta edição marca uma das maiores delegações brasileiras desde que começamos a participar do evento”, celebra o presidente da Abragames, Rodrigo Terra. “Nossa expectativa é gerar mais de US$ 26 milhões em negócios entre desenvolvedoras brasileiras e empresas estrangeiras, superando a última GDC, quando 25 estúdios nacionais participaram e fecharam US$ 23 milhões em contratos”.

Investimento contínuo

Além de oferecer um reembolso máximo de US$ 3 mil em despesas elegíveis, para custear até 50% dos gastos com a viagem, o CreativeSP ainda promove eventos de networking durante as missões e oferece às empresas ações de consultoria, monitoramento de resultados e acompanhamento pós-evento.

A primeira missão de 2023 foi para o South by Southwest (SXSW), evento de inovação realizado também nos Estados Unidos, e a próxima confirmada será para o Festival de Cinema de Cannes, na França, em maio. No ano passado, o programa levou 73 empresas para nove eventos internacionais. Os participantes tiveram contato com mais de dois mil possíveis parceiros, de cerca de 100 países. Projeções feitas pelas empresas indicam a geração de quase R$ 360 milhões em negócios – mais de 60 vezes o investimento público no programa – e até 6,6 mil empregos no setor cultural paulista, graças à participação nos eventos.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar

30 dias grátis - Inscreva-se Agora!

Vagas limitadas para a comunidade exclusiva! Receba promoções antecipadas, conteúdo premium e muito mais. Inscreva-se agora para garantir seu lugar entre os privilegiados.

Seus dados não serão comercializados ou compartilhados.

Obrigado por assinar!

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir 30 dias GRÁTIS
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup