Hall of Fame da BGS 2019: Acer rouba a cena e leva o nosso primeiro lugar

Assine nossa newsletter

Ali nos corredores de imprensa e da Brasil Game Show (maior evento de games da América Latina) todo mundo comentava a ausência das grandes desenvolvedoras no evento, ou quando presentes ainda de forma tímida.

Também não foi um ano de grandes lançamentos de títulos e até Cyberpunk 2077, que tem sido o queridinho da pauta de games vigente, não marcou presença na BGS. Por conta disso o destaque desse ano ficou sem dúvida com os lançamentos em hardware. Durabilidade, conforto, “sem fio” e integração de marca única parecem ser as grandes tendências desse segmento.

É digna de nota também a ausência dos chineses na feira. Eles tem centenas de títulos para celular que fazem muito sucesso com o público brasileiro e no segmento de aplicativos eles tem investido bastante no mercado brasileiro.

Eu estive na quinta-feira (um dia mais zen) e no sábado (um dia lo-ta-do) e pude ver a força dessa indústria. Pessoas saindo com sacolas de compras, lojas bombando e todo mundo garantindo nem que seja uma meia gamer ou uma camiseta da bela linha Gamer Verse da Piticas. Parece que a crise brasileira passa um pouco mais longe desse setor, que sofre sim com a variação cambial e o temido “custo Brasil”.

O que o público gamer espera? Eu conversei com cerca de 10 dos principais executivos desse setor e quase em uníssono todos dizem que são equipamentos cada vez mais de ponta, porém com custos mais acessíveis. Durante a semana você irá conferir um pouco mais dessas entrevistas.

Mas que rufem os tambores e vamos aos meus destaques da Brasil Game Show 2019.

1º – Acer do Brasil

Estande bombado com filas dando volta e a Predator Thronos que na minha opinião – e de muita gente – é o melhor equipamento gamer disponível para a venda no Brasil. Mas não é só isso, as atrações foram muito bem pensadas, e os brindes de alta qualidade, num stand muito bem montado e imponente. É por conta desse tripé de melhores equipamentos, atrações bem pensadas e brindes de qualidade, que para mim a Acer foi o grande destaque da BGS desse ano.

2º – Fortnite

Assine nossa newsletter

Num ano que as desenvolvedoras colocaram um pé atrás a Epic Games brilhou na Brasil Game Show e conseguiu levar o jogo com toda sua ambientação para a BGS num estande lindo. Tava tudo lá: o battle bus, a lhama, os cosplays e as dancinhas. Aliás é interessante ver como Fortnite saiu dos games e virou algo cultural, tanto que o game não estava só ali, mas em vários outros espaços. Com tanto cuidado e principalmente carinho com a comunidade gamer brasileira, e por conta de ver tantos olhinhos brilhando ao ver o Battle Bus ao vivo e em cores que a Epic Games leva o nosso segundo lugar.

3º – Nintendo

Não, a Nintendo não está voltando para o Brasil e a informação é oficial. Mas a empresa está reconhecendo o valor do nintendista brasileiro com um estande na Brasil Game Show. E ali pra mim estava o melhor game em demonstração na BGS: Luigi’s Mansion 3. Eu pude jogar 15 minutos do game e posso garantir a você é divertidíssimo. O único problema é a minha total inabilidade para usar um joystick. O game estará disponível ao público a partir do final do mês para Nintendo Switch. Por demonstrar tanto carinho com o público brasileiro e trazer o game mais divertido de todos os lançamentos é que a Nintendo leva o terceiro lugar,

4º – RED Truck HyperX

O que pensar de uma carreta gamer que usa um headset na “orelha”? Com essa apresentação era impossível não notar a presença da HyperX na Brasil Game Show. E esse caminhão sairá da BGS para viajar o Brasil fazendo peneiras para o time de e-Sports Red Canids. Um dos projetos mais ousados dos esportes eletrônicos brasileiros.

5º – Facebook Gaming

Eu não morro de amores pelo Facebook e nem pela plataforma Gaming da marca. Acho que eles são muito elitistas e se relacionam só com mega celebridades e usaram isso para construir sua base, mas não posso negar que eles estavam com um belo estande e num relacionamento muito interessante com o público brasileiro. Assim a empresa devolve o que ela ganha em anúncios e comissões para o mercado e é esse tipo de postura que esperamos dessas grandes marcas que operam no Brasil. E sinto informar aos concorrentes mais antigos presentes no evento mas Facebook Gaming ownou na categoria “streaming” na BGS.

Minhas menções honrosas

São dignas de nota a participação da DAZZ que criou um carro gamer belíssimo, a área de Arcades, a rua Indie e a Taverna Medieval que parou um corredor da BGS de tanta gente procurando poções para beber.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.