Huawei investe em projeto de energia renovável e gratuita no Tocantins

A Huawei, líder mundial em Tecnologia de Comunicação e Informação (TIC), está entre as 50 empresas investidoras no projeto de construção da nova usina de energia solar do estado do Tocantins. A cerimônia de inauguração da pedra angular da usina de 2.5MW de São Félix do Tocantins, projeto filantrópico das empresas de energia zMatch e 77Sol, aconteceu hoje, dia 26 de agosto, e contou com a presença do presidente da Huawei Digital Power no Brasil, Mason Qing.

A usina vai abastecer gratuitamente as 1.600 casas das famílias que moram no município, que fica dentro do Parque Estadual do Jalapão. Além de energia a custo zero para os moradores da cidade, o projeto vai gerar 40 empregos diretos, e mais uma centena de indiretos.

A Huawei vai entrar no projeto juntamente com duas de suas empresas parceiras do segmento de energia, a HDT Energy e a WDC Solar. A contribuição desse grupo para a usina será por meio de doações de inversores fotovoltaicos, solução que irá converter e armazenar a energia captada pelos painéis solares da usina.

“O projeto da 77Sol e da zMatch é uma grande oportunidade para ampliarmos um dos pilares da Huawei, que é inovação atrelada a sustentabilidade. Alinhado à nossa missão contínua de impactar positivamente o Brasil, o projeto ainda ajuda na geração de emprego e renda do município. Essa usina é mais uma ferramenta para o desenvolvimento local”, detalha Qing.

O CEO da 77Sol, Luca Milani, explica que a usina vai ocupar quatro hectares do município. “Esse projeto vai levar energia limpa para mais de três mil moradores. Se fosse a construção de usina de energia não-renovável para abastecer essa população, seriam lançados mais de três mil toneladas de carbono na atmosfera. Além disso, a iniciativa ainda irá gerar empregos diretos e indiretos para uma região que tanto precisa. Ou seja: ninguém sai perdendo”, disse Milani sobre o objetivo do projeto de garantir ainda mais sustentabilidade e infraestrutura para a região do Jalapão.

Já Sylvio de Barros, CEO da zMatch, acredita que a usina solar de São Félix do Tocantins deve levar ainda mais desenvolvimento para a região. “Estamos doando 20% da receita gerada na edição número Zero do evento zMatch City, e isso ocorrerá em todas as próximas edições, para viabilizar o mais rápido possível o início das operações da usina que, sem dúvida alguma, trará mais qualidade de vida a população”. Vale destacar que o evento zMatch City ocorreu dentro de todas as normas de segurança sanitária propostas pelos órgãos competentes.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.