Huawei lança câmera fotográfica que também é um celular

Assine nossa newsletter

Estive em São Paulo para o evento de lançamento da nova família de celulares P30 que será lançada no Brasil pela Huawei. A empresa chinesa retorna ao Brasil com a venda oficial de aparelhos e canais de atendimento com garantia local. Trata-se de uma das principais fabricantes de smartphones no mundo e também protagonista na implantação de tecnologias voltadas a implantação do 5G em todo mundo.

É celular ou câmera?

É claro que o título é uma brincadeira com o leitor. Trata-se mesmo de um telefone celular, mas todos os recursos apresentados giraram com enfase nos recursos da câmera. De fato os recursos apresentados não deixam dúvidas: trata-se de uma câmera muito superior aos dos seus concorrentes. Seja no zoom, seja nas fotos noturnas ou até nas fotos macro.

Não faltaram quase sutis cutucadas nos concorrentes (principalmente Samsung e Apple) falando sobre tecnologias usadas por outros aparelhos e que teriam tido origem na fabricante chinesa.

A empresa começa a vender dois produtos aqui no Brasil sendo que o P30 Lite será vendido por R$ 2,5 mil e o P30 Pro por R$ 5,5 mil nos principais varejistas brasileiros a partir do dia 17 de maio.

Assine nossa newsletter

Mas tem mais coisas

A empresa promete celulares com baterias que duram o dia todo e um carregador rápido que consegue dar 70% de carga em meia hora. Também há recursos de leitura de impressão digital pela tela frontal da câmera e claro câmeras e mais câmeras.

Evento recebeu influenciadores digitais, jornalistas e parceiros da marca

O anúncio foi feito no Palácio Tangará em São Paulo com o apresentador da rede Globo André Marques como o mestre de cerimônias da noite.

Fotógrafos de renome falaram da sua experiência com os aparelhos (olha aí o equipamento sendo usado como câmera fotográfica) e uma influenciadora digital que não apareceu e outro ator que gostou mais “do recurso de tradução” que na verdade é um feature do Android e não do aparelho em si. Ou seja totalmente desnecessários ao evento.

Ponto alto mesmo foi da apresentação do Zé (ele que pediu pra ser chamado assim), diretor brasileiro de produtos e que tem tudo para cair na graça de quem faz a cobertura como mídia especializada. Ele falou com muito conhecimento de causa sobre o produto e mostrando um lado de entusiasta de tecnologia que me agrada bastante. Só ele ali daria conta do recado fácil.

Na hora do coquetel um show de luzes no espaço de experimentação – onde os jornalistas e mídia especializada puderam fazer vários testes – e na área interna uma exposição fotográfica e a apresentação do André Marques como DJ.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.