Jornalismo de tecnologia, independente e com credibilidade

LG, líder em vendas de ar-condicionado no Brasil, investe em maior eficiência energética para avançar no mercado  

A LG Electronics, líder global em eletrônicos de consumo, segue na liderança de vendas de ar-condicionado no Brasil pelo terceiro ano consecutivo, tanto na categoria geral quanto no mercado inverter, que a marca é líder desde 2016, de acordo com dados da consultoria Gfk. Para manter o ritmo de crescimento, a empresa continua investindo na oferta produtos inovadores, com tecnologias que entregam conectividade, melhoram a qualidade do ar e garantem maior economia de energia com máxima eficiência energética.

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir 30 dias GRÁTIS
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup

Segundo dados da Gfk deste ano, a empresa possui 22,3% de participação geral, que contempla modelos de parede, portátil, inverter e convencional. Olhando para categoria de modelos Inverter, a LG lidera com mais de 41%.  

Para ser líder, a LG investe em diversas tecnologias e inovações para atender os desejos do consumidor que procura por um produto funcional, de qualidade e econômico. A principal delas é o compressor Dual Inverter, que proporciona uma redução de até 70% no uso de energia com refrigeração até 40% mais rápida, além de ser a única marca do mercado com os dados validados por uma certificadora internacional TUV Rheinland.

Para essa economia de energia acontecer, é simples entender a razão: os aparelhos convencionais trabalham com um compressor de velocidade fixa, sendo desligados automaticamente quando atingem a temperatura desejada e sendo acionados novamente quando chegam a temperaturas mais quentes, o liga e desliga do compressor convencional acaba gastando muito mais energia para seu funcionamento. Enquanto isso, o compressor Dual Inverter faz a mesma função sem gastar tanta energia, já que trabalham com controle de diversas velocidades, sem necessidade de ficar ligando e desligando, auxiliando e muito no baixo consumo de energia e ainda por ter rotores duplo dão maior estabilidade a máquina, menor desgaste o que gera uma durabilidade maior e ainda diminuem o nível de ruido como um todo.

Para tornar essa classificação mais clara para o consumidor, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) introduziu uma nova métrica para o cálculo do índice de eficiência, no qual somente modelos com a tecnologia inverter são classificados com o selo A. Já que agora nova classificação reúne mais duas categorias na escala de eficiência, contemplando agora da letra “A” até a “F”. Inovando mais uma vez, a LG recebeu antecipadamente o selo A do Inmetro, em sua nova certificação IDRS, que reconhece a marca como especialista em economia de energia e máxima eficiência energética.

Segundo André Pontes, Gerente de Produto de Ar-Condicionado da LG, apenas 22% das moradias no Brasil possuem ar-condicionado, número que reforça o enorme potencial deste mercado. “É importante frisar que ar-condicionado é uma categoria de fácil aderência, porque quando o consumidor experimenta o alívio térmico que o produto entrega, segue comprando mais e mais. O cliente não volta atrás na categoria, diferente de outras mercados, a partir da instalação do ar-condicionado em algum cômodo da casa, o consumidor tende a ir comprando mais aparelhos e fazendo a instalação nos principais ambientes da casa”, explica André.

Segundo a Gfk, estima-se que em junho de 2022, 55,8% dos ares-condicionados residências do Brasil são de o modelo inverter. Ou seja, a categoria já tinha uma supremacia no país em comparação a outros modelos e com o novo selo A do Inmetro tende-se a obter uma maior adesão dos consumidores, já que será mais claro que modelos inverter terão avaliação A e modelos convencionais serão E ou F, e desta forma os consumidores tendem a priorizar produtos mais eficientes energeticamente e não sejam um alto custo na conta de energia no final do mês.

“Há seis anos, tínhamos um índice de domínio das residências brasileiras de 78% de ares-condicionados da categoria convencional e 22% com tecnologia inverter, em poucos anos esse número já mudou bastante. Com a nova regulamentação, tende a ficar ainda mais visível para o consumidor o selo A para o modelo inverter, o que é muito importante para o segmento, já que os consumidores vêm demonstrando uma maior preocupação com eficiência energética. Portanto, a expectativa é de que em poucos anos, o mercado se transforme praticamente todo como sendo da categoria inverter”, conta André. 

“A liderança da LG no segmento se deve também ao trabalho de comunicação em três frentes estratégicas para a empresa: consumidores, onde mostramos ao cliente como a tecnologia inverter é superior a tradicional, tanto na questão de economia de energia quanto na de qualidade, conforto térmico, tecnologia de purificação, como a exclusiva do UV Nano; instaladores de ar-condicionado, que são os maiores formadores de opinião no segmento, fazemos treinamentos, expedições, aulas, todo um programa de relacionamento da marca com o instalador, que chamamos de Clima LG, e por fim, um treinamento bem intenso com os vendedores de varejistas”, finaliza André.  

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar

30 dias grátis - Inscreva-se Agora!

Vagas limitadas para a comunidade exclusiva! Receba promoções antecipadas, conteúdo premium e muito mais. Inscreva-se agora para garantir seu lugar entre os privilegiados.

Seus dados não serão comercializados ou compartilhados.

Obrigado por assinar!

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir 30 dias GRÁTIS
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup