Lives vão além dos games e transformam vidas

Assine nossa newsletter

Antigamente, as crianças sonhavam em ser modelos, jogadores de futebol ou artistas. Hoje: streamer. A profissão, que tem ganhado cada vez mais adeptos, chama atenção por permitir a interatividade e o entretenimento entre quem apresenta e quem assiste o conteúdo produzido nas lives.

A Nimo TV é a porta de entrada de vários talentos para o mundo dos streamings. Com planos de remuneração por desempenho, uma infraestrutura de fácil acesso e a possibilidade de não estar restrita aos games, dando chances para quem canta, dança, atua ou desenha, entre muitas outras atividades, a plataforma tem mudado a vida de muitas pessoas, inclusive neste período de pandemia.

Eliziane Zanette, a Elizinha, que assim como muita gente, teve que se reinventar em 2020, aos 31 anos de idade viu no streaming uma chance de começar uma nova história. Após o falecimento de sua mãe, no começo do ano, desenvolveu um quadro de depressão que foi agravado pelo fato de ter perdido o emprego logo no começo do isolamento social por conta da Covid-19.

No dia 26 de março ela abriu sua primeira live na Nimo TV e desde então não parou mais. “Posso falar que o streaming me curou. Desde o primeiro dia eu recebi muito carinho do público e isso fez com que eu recarregasse as minhas energias vitais, me transformando totalmente”, relata Elizinha. “É algo tão mágico, que eu resolvi marcar essa fase da minha vida tatuando a logo da Nimo TV junto com minha tag em meu braço, pois foi o lugar que fez minha vida ter sentido novamente, onde conheci pessoas que levarei pra vida toda.”

A streamer, atualmente se divide entre um trabalho diurno e as lives a noite. Em suas transmissões, Elizinha circula tanto pelos games como no lifestyle. “Jogo vários games e tento manter contato e interagir bastante com quem está assistindo a live, dando atenção e recepcionando bem todo mundo”.

Assine nossa newsletter

Os games foram os principais meios para fomentar e profissionalizar o streaming e nomes de sucesso é o que não faltam.  Ricardo Henrique Ferreira Baía, o Piuzinho, tem 24 anos e era vendedor de coxinha. Apaixonado por games desde muito pequeno, começou a streamar partidas de Free Fire há dois anos e hoje é um dos maiores streamers do país, com mais de três milhões de seguidores só na Nimo TV. Suas lives vão madrugada adentro, com milhares de viewers acompanhando a saga, agora no jogo GTA V RP.  

“Jamais vou esquecer a emoção de conquistar o meu primeiro milhão de seguidores. Era algo inimaginável. Na verdade, acho que eu ainda não me dei conta de tudo isso”, comenta Piuzinho. “Eu vejo o meu público como uma grande família, que torce por mim, que está ao meu lado, me apoiando em todos os momentos.”

Com foco no segmento lifestyle, Antonio Fernando, mais conhecido como Jedah West, fundou a West Games Agência Oficial, uma empresa que cuida da imagem e carreira de quase 80 streamers da categoria, sendo que 46 deles têm contrato com a Nimo TV. Há dois anos agenciando streamers, concilia as atividades da agência com seu emprego no setor de transporte urbano.

“Eu já estava fazendo transmissões ao vivo há um mês quando veio a oportunidade de criar a agência. No processo tive que escolher entra fazer lives ou agenciar, e acredito que fiz a melhor escolha. Depois veio outra escolha: trabalhar os gamers da plataforma ou apenas os lifestyle? Eu escolhi o que ninguém acreditava e hoje somos a agência lifestyle com mais contratados na Nimo TV”, conta Antonio Fernandes.

A dedicação e a paixão pelo que fazem são os pontos primordiais no streaming. Quando o assunto é o segredo do sucesso, a resposta unanime: nunca desistir. Antonio Fernandes ainda complementa: “Tendo verdade nas suas lives, e respeito e empatia pelo público já faz de você um streamer com potencial de sucesso. A partir daí é seguir trabalhando e acreditando.”

Para incentivar no crescimento deste mercado, a Nimo TV conta com planos de monetização para cada perfil de streamer: gamer ou lifestyle. Para começar, basta ter um aplicativo baixado em um smartphone conectado e ter mais de 18 anos.

Rodrigo Russano Dias, gerente de Marca e PR da Nimo TV explica que a plataforma oferece uma estrutura completa e um regulamento que protege tanto o streamer quanto o público. “Temos um monitoramento 24 horas por dia, alternando a moderação entre Brasil e China. Quando identificamos alguma irregularidade no canal, o usuário pode ser banido por um período ou permanentemente”.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.