Méliuz ganha usuários e inicia expansão com ação de microinfluenciadores

Assine nossa newsletter

Entre os recursos utilizados pelas marcas para crescer no mundo virtual, as ações com microinfluenciadores têm se mostrado promissoras. A Méliuz, plataforma de cashback pioneira no Brasil, apostou nelas em parceria com a Squid (www.squidit.com.br). Em ação desenvolvida junto à empresa de tecnologia especializada em marketing de influência, a startup mineira ganhou mais de 2 mil seguidores no Instagram em um mês de campanha.
Participaram da campanha 10 micro-influenciadores selecionados segundo o público que a Méliuz deseja atingir. Cada um fez três postagens no Instagram, gerando um total de 26.574 curtidas e 711 comentários. “A ação foi essencial para criar um awareness de nossa marca, em um momento de consolidação do negócio e crescimento, como a expansão para lojas físicas e o lançamento do app”, conta Gabriella Miranda, responsável pela ação da startup.
Os micro-influenciadores têm entre 5 mil e 100 mil seguidores e conversam sobre temas específicos nas redes sociais, com audiência segmentada e fiel. O principal diferencial destes engajadores, segundo Carlos Tristan, cofundador da Squid, é a autenticidade de suas postagens, que tende a gerar interações mais sinceras com o público e, por consequência, mais relevantes à marca vinculada.
A campanha da Méliuz exemplifica isso: os comentários foram, em sua maioria, direcionados à avaliação da ferramenta e pouco à figura do influenciador. No caso dos grandes influencers, que acabam se tornando celebridades da internet, esse cenário é o oposto. “Enquanto os microinfluenciadores geram taxa de engajamento em torno de 10%, os gigantes rendem menos de 1%”, aponta Tristan. Ele também destaca que a qualidade das interações é muito superior à gerada por links patrocinados ou banners, por exemplo.
Para cada campanha, a Squid usa tecnologia própria para operar em todo o processo, desde a identificação, negociação, ativação e monitoramento dos micro-influenciadores, até a análise do engajamento e performance da ação. Esta última pode ser acompanhada pela contratante por meio da plataforma da empresa.
“Nossa ideia foi fazer um trabalho pontual para avaliar o formato e nos surpreendemos com os bons resultados. Esperamos realizar novas ações nos próximos meses”, afirma Gabriella.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.