Mercado busca TV´s de altíssima definição

Assine nossa newsletter

Os números acabaram de chegar quentinhos e vem da GFK. No primeiro semestre de 2018, a consultoria registrou vendas totais de € 45 bilhões para o mercado* global de televisores (TV). Isso é cerca de um por cento a mais que no mesmo período do ano passado, estimulado pela Copa do Mundo da FIFA deste ano na Rússia. As vendas globais * de um total de 238 milhões de dispositivos esperados para 2018, o que significa um aumento de dois por cento em comparação com 2017. Além disso, as principais tendências que contribuem para esse crescimento são dispositivos de primeira linha com preços médios elevados, TVs inteligentes e conectadas e a recuperação de mercados emergentes.

Assine nossa newsletter

Menos no Brasil

O Brasil ainda tem um entrave enorme para a penetração desse tipo de produto: a produção de conteúdo em 4k e ainda uma banda larga boa o suficiente para fazer essa transmissão quando vem por IP.
A indústria toda já está preparada, mas por enquanto na prática só tem meia dúzia de conteúdos produzidos assim (alguns ainda são feitos em formato raw e aplicado um filtro em 4K) e com isso o consumidor não vê vantagem. Mesmo assim as fabricantes vão empurras esses modelos no mercado até ele engolir. Mas deve ser um processo mais lento do que eles gostariam.

 
 

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.