Mininovelas do Kwai são novo formato de entretenimento pelo celular

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com produções roteirizadas, que vão do suspense ao humor, drama à ficção científica, as mininovelas e minisséries são os novos formatos de entretenimento que têm conquistado cada vez mais os usuários do Kwai, app de criação e compartilhamento de vídeos curtos.
De acordo com os dados do Kantar IBOPE, o Brasil é um dos países da América Latina que mais consome telenovelas. Além disso, é o terceiro país que mais usa redes sociais no mundo, com média de 3h42 por dia, de acordo com estudo feito pela plataforma Cupom Válido, que reuniu dados da Hootsuite e WeAreSocial. Com essa união das duas preferências nacionais, as mini ficções do Kwai se destacaram e conquistaram espaço no entretenimento do público.
Chamado de TeleKwai, o novo programa de produção de conteúdo é feito exclusivamente para a plataforma e foca na criação de dramaturgias no formato vertical, em episódios de até dois minutos, como alternativa para quem consome conteúdo pelo celular. Na plataforma a tag #TeleKwai já reúne mais de 12 milhões de visualizações e 451 mil postagens. “Com esse novo e inovador segmento do audiovisual, queremos tornar o Kwai um novo lugar de entretenimento rápido e gratuito, que permite o acesso a conteúdos em diversos períodos do dia, seja nos momentos de lazer ou nas pausas do trabalho”, comenta Mariana Sensini, diretora geral do Kwai Brasil.
O projeto é realizado em parceria com agências, produtoras e criadores de conteúdo audiovisual. O Kwai atua como consultor, dando suporte e apoio aos parceiros, que são responsáveis pela pré-produção, produção e pós-produção dos vídeos. Além disso, a plataforma desenvolveu uma funcionalidade inédita para aplicativos de vídeos curtos, que permite a publicação de vídeos em uma sequência específica.
De acordo com Mariana Sensini, esse é um formato adaptado às novas tendências de consumo de conteúdo pelo celular. Os vídeos abordam histórias sobre conflitos do cotidiano, temas relevantes para a sociedade relacionados a questões sociais e relacionamentos. Podem incluir um começo, um meio e um fim, ou fazer parte de um arco narrativo maior com diversos episódios curtos. ”São histórias reais, criadas por pessoas reais. O brasileiro se identifica muito com os enredos, principalmente quando tem um formato mais motivacional, uma descoberta interessante sobre aquela história ou uma reviravolta que todo mundo estava torcendo para que acontecesse. Isso tudo em dois minutos”, afirma a diretora.
Além disso, é um formato revolucionário de produção de conteúdo, com um modelo de negócio criativo e totalmente adaptável. As marcas interessadas podem co-produzir conteúdos, desde o momento de concepção até a execução final do projeto. Ou mesmo patrocinar as ficções curtas que já foram produzidas ou estão em processo de produção.

Mininovelas e minisséries por todo país

Com produções de diferentes gêneros e histórias que falam diretamente com a população brasileira, o TeleKwai reúne mininovelas de diversos estados do Brasil.
Na cidade de Chapadinha, no interior do Maranhão, quatro criadores se destacam com mais de 51 milhões de visualizações. Jardiel da Silva Barbosa (Na Atividade!), Ana Clara Mendes da Cruz (Um Novo Começo), Rai Souza da Cruz (Histórias da Minha Vida) e Robson Ferreira da Conceição (Momentos de Inspiração) são responsáveis pelos roteiros, gravação, edição e divulgação de suas criações na plataforma. Os vídeos abordam sobre os conflitos do cotidiano, temas que são relevantes para a sociedade relacionados a questões sociais e relacionamentos.
Já na região sul do país, em Balneário Camboriú – SC, Juliana Martins e Mederi Corumbá, que são sócios na produtora Good Vibes e criadores dos canais Galo Frito e 5 Alguma Coisa, reúnem mais de 9 milhões de visualizações no Kwai com os perfis Amiga Inimiga, Meu Casal, Coisa de Mãe, Meu Patrão e Pai sofre. Eles produzem roteiros cômicos pensados para atingir diferentes faixas etárias e gostos, que contam com histórias de confusões de família, amizade, namorados, sogra e trabalho.
Além da comédia, há perfis que buscam levar lições de vida. O catarinense, criador e produtor, Felipe Filipini (Família em Série) reúne cenas de histórias emocionantes com mensagens positivas e motivacionais. Ele atua junto a sua esposa Alexandra Filipini e a filha Brenda Filipini, de apenas 6 anos. Seus vídeos já somam mais de 47,5 milhões de visualizações no app.
Em São Paulo a DR Produtora, do diretor Phil Rocha, reúne cerca de 69 milhões de visualizações nos perfis O Lado Obscuro, A Nossa História, Histórias de Amor, Mensagem Inesperada e Abra o Coração, com mininovelas que abordam temas com reviravoltas, histórias sobrenaturais e encontros e desencontros amorosos.
Para o ator e diretor Felipe Reis, que também trouxe diferentes gêneros e assuntos em suas produções Distopia, Meu Chapa, Guru, Fala Comigo, Golpistas! e Câmera de Insegurança, quanto mais espaço e oportunidades surgirem para a produção de conteúdo audiovisual, principalmente fora do eixo de grandes produtoras, melhor. “Estar junto ao Kwai nesse início de uma nova era da ficção, é motivo de muito orgulho pra mim. É uma oportunidade para profissionais talentosos, e que até agora não tiveram uma boa chance de mostrar seu trabalho. Até agora, passaram mais de 20 atores nas minisséries que fizemos. É uma nova engrenagem que vem surgindo aí”, comenta Felipe que tem mais de 6 milhões visualizações em suas minisséries e mininovelas para o Kwai.

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência AceitarLeia mais