“Nenhuma ação é pequena” – documentário Brincando com os Tubarões é muito mais do que aparenta.

Assine nossa newsletter

Pude participar de uma exibição em antecipado de uma première do novo documentário da National Geographic “Brincando com os Tubarões” que estreia no dia 23 de julho exclusivamente no Disney+.

A obra apresenta a verdadeira pioneira tanto em produções subaquáticas quanto no estudo de tubarões, Valerie Taylor é uma lenda viva e um ícone no mundo subaquático cujo trabalho de vida se tornou a base para grande parte do que sabemos sobre tubarões atualmente. Através de um incrível arquivo de imagens subaquáticas e entrevistas com a própria Valerie, “Brincando com Tubarões” segue a trajetória desta ousada exploradora do oceano, que foi de pescadora campeã a protetora apaixonada por tubarões.

E talvez o leitor pense que se trata daqueles belos documentários sobre a vida no mar e tem isso sim, mas não é só isso. A história da Valerie Taylor e a sua relação com os tubarões é fascinante e sua fala em favor desses animais tão temidos é surpreendente.

Após a exibição tivemos uma coletiva de imprensa e a diretora da produção Sally Aitken revelou que ela tinha a disposição centenas de horas de vídeos e também fotos do arquivo pessoal e da família da Valerie, mas que ela focou em contar uma história emocional e cativante e é realmente isso que acontece. “É uma grande responsabilidade contar a história de vida de uma pessoa como a Valerie”, confessou Sally.

“Eu queria fazer tudo do meu jeito, mas me juntei às ideias da Sally e de todo time e acabou ficando ótimo”, contou dando risadas a nossa protagonista.

Assine nossa newsletter

E veio dela o recado mais importante, quando ela destacou os impactos ambientais que o homem está causando no mar. “Nós vamos pagar um preço caro por poluir o mar com plástico. Nós humanos estamos causando isso e vamos pagar o preço.”

Eu sempre tive mesmo a visão estereotipada e reforçada por alguns filmes clássicos do tubarão enquanto um grande vilão e predador do homem, mas ao assistir o documentário e vendo a Valerie explicar que os tubarões são parte importante da vida do oceano fica clara a importância de um documentário como esse.

Não vou estragar a surpresa do leitor mas o final é emocionante e fecha com chave de ouro o belíssimo documentário. Eu fiquei emocionado.

É daquelas histórias de vidas inspiradoras que você se pergunta porque nunca tinha ouvido falar antes e a defensora dos tubarões lembra que não é preciso ir muito longe para cuidar dos oceanos e consequentemente do planeta. “Nenhuma ação é pequena demais”, ela concluiu.

Aproveito para agradecer os amigos da National Geographic / Disney+ pela oportunidade de participar desse evento de lançamento do documentário.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.