No lançamento do Samsung Galaxy S10 os executivos deram o show

Assine nossa newsletter

Não tenho dúvidas que o lançamento do S10 era algo muito importante para a equipe brasileira da empresa. A distância entre o lançamento nos EUA e no Brasil super reduzida é um gol de placa dos executivos brasileiros que brigam pelo país que já não é tão protagonista na América do Sul – triste, mas verdadeiro.

Mas não é só esse o gol deles. O momento da apresentação ao mercado brasileiro é muito simbólico. Tudo precisa ser impecável e passar segurança e credibilidade. Uma gaguejada pode ser notada pela plateia ou indicar um ponto fraco. Sim, até a postura errada pode criar um ruído desnecessário para a apresentação.

No telão a apresentação precisa casar precisamente com o que é falado. Áudio, foto, vídeo e executivo: tudo em perfeita harmonia. Para evitar deslizes os apresentadores usam o recurso do TP: duas TV enormes no fundo do auditório com o roteiro do que deve ser falado. É preciso muito treino para fazer isso sem parecer algo robotizado ou forçado. E todos mandam muito bem.

E aqui há uma outra faceta dos eventos de lançamento da Samsung. Os porta-vozes (como são chamados os representantes das empresas aptos para falar com a imprensa) fazem sua lição de casa muito bem.

O Renato Citrini, gerente sênior da divisão de mobile da Samsung Brasil, mesmo é um caso a parte. Ele chegou dando cumprimentos de jogador de basquete para o pessoal da primeira-fila, e não era raro ouvir comentários carinhosos e até alguns gritinhos de empolgação. É que além de falar bem e com muita propriedade sobre a parte técnica dos lançamentos de celulares da Samsung ele é muito querido pela comunidade de criadores de conteúdo para a internet do segmento tech. É uma plateia altamente selecionada e super criteriosa e que não perdoa nada. E depois da apresentação não é raro ver uma rodinha em volta dele o tempo todo. É uma espécie de influenciador da Samsung para influenciadores. E isso não é algo fácil de construir.

É digno de nota também o CEO coreano da Samsung Brasileiro fazer a abertura do evento em português. Ele podia fazer em inglês se quisesse, mas me soa muito simpático o uso do nosso idioma.

Assine nossa newsletter

Time de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa em ação

E por trás de tudo isso há o time de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa da Samsung. É um time enorme de dezenas de profissionais, internos e terceirizados, e que atuam em diversas frentes da companhia.

O trabalho deles começa logo na entrada do evento, onde já fazem um mapeamento de todos que estão chegando. No hall de espera eles vão também recebendo a imprensa e influenciadores e se apresentando, estabelecendo relacionamento. É que muitos a gente só conhece por e-mail e essa relação presencial muda tudo. O olho no olho faz diferença.

E o desempenho dos executivos que estão brilhando ali no palco é também por conta do trabalho desses profissionais que ficam mapeando tudo que é falado – provavelmente este texto aqui do meu blog inclusive – e fornecer informações estratégicas para não deixar ninguém ser pego de surpresa.

Há também um processo chamado media-training que “ensina” esses executivos a se comportar com a mídia e também a sacar o que pode ou não ser falado.

Com esse nível de excelência a Samsung estabelece um novo patamar de qualidade nesse tipo de evento e trás a mesma qualidade dos lançamentos globais para cá, mas com o nosso jeitinho mais próximo e um temperinho brasileiro. Além é claro de fazer com que a concorrência fique esperta.

Recebidos “em casa”

Além do lançamento do S10 a Samsung fez a estreia do seu espaço novo de eventos ou “em casa” como muitos assessores que falaram comigo chamaram com muito orgulho. Eu particularmente prefiro eventos assim que nos dão mais recursos para trabalhar e informar os leitores, que eventos cheios de muita pompa e pouco conteúdo.

No final das contas o lançamento do Samsung Galaxy S10 no Brasil foi na medida que o evento merecia e se o aparelho já fala por si, restou aos executivos “vender o peixe” e a mim – pelo menos – bem vendido.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.