No Natal gamer você vai de PC Super Máquina ou Smartphone?

Assine nossa newsletter

Há muito tempo atrás essa pergunta seria realmente impensada: para jogar é melhor comprar uma super máquina gamer ou um smartphone?

É bom até lembrar que quem jogava games mobile era até considerado uma espécie de gamer água-com-açúcar ou que nunca seria elevado ao status de jogador profissional.

Mas basta ver qualquer partida competitiva de Free Fire e notar todos jogando em seus dispositivos móveis. Isso aconteceu porque os pequenos aparelhos de bolso há tempos não fazem só ligações e agora tem potentes memórias e processadores com vários núcleos que aguentam o tranco de aplicações mais pesadas de forma mais tranquila.

É por causa disso que, seja na Black Friday, seja no Natal, os celulares passaram a disputar a atenção dos gamers que agora podem optar por esse aparelho ou um PC Gamer que possa ser considerada uma super máquina. E sempre bom ter escolhas. 

Mas qual a melhor opção para comprar? Quais são os prós e contras de cada um? Nesse período natalino há uma compra melhor?

Então vamos colocar no ringue os dois competidores.

Uma super máquina gamer ou um smartphone neste natal?

Os PC’s super máquinas

Os PC gamers são sempre uma excelente opção para quem gosta de robustez e principalmente um certo dinamismo no upgrade. Acontece que numa super máquina gamer você pode escolher uma das diversas opções disponíveis no mercado com configurações pré-definidas ou montar peça-a-peça desses equipamentos. Assim você pode não só adequar o equipamento para a sua necessidade, como também ao seu orçamento e depois disso você pode ir tunando sua máquina potente ou ir adicionando melhorias.

Essas podem ser de performance mas podem ser também estéticas. Você pode adicionar no seu hiper PC um sistema de resfriamento por água, o chamado Water Cooler – que garante jogatinas demoradas no ultra sem fritar o processador.

Você também pode ter uma placa mãe RGB e ir distribuindo tiras de led e equipamentos que possuem essa tecnologia. Com os modelos mais potentes é possível configurar efeitos especiais de iluminação e até ir mudando toda semana para uma cor diferente. Não aumenta o FPS mas pode ser bem legal.

Por isso é importante também pensar num gabinete maneiro que apresente uma boa refrigeração com uma estética que lhe agrade. Também é bom pensar nas expansões futuras necessárias e comprar um modelo com vasto espaço interno.

É bom pensar ainda num SSD seja para ter uma inicialização do Windows mais suave ou para jogar os games mais pesados, que vão apresentar uma fluidez de carregamento melhor e menos telas de loading demoradas. Um baita alivio. 

Um  monitor gamer para a sua máquina irada

Não basta Papai Noel chegar nesse momento natalino com uma bela CPU sem trazer junto um monitor gamer que aguente o tranco.

Monitores mais modernos possuem processadores gráficos internos que ajudam na exibição de imagens mais nítidas e sem borrões. Além disso ninguém gosta daquele efeito borrado quando um personagem passa muito rápido na tela. Os monitores gamers conseguem lidar melhor com essas situações oferecendo uma experiência superior.

Os monitores Wide podem ser uma boa opção já que são mais largos e por conta disso oferecem cerca de 20% a mais de tela do que os monitores convencionais. Isso pode ser um diferencial em campos de jogos que vão te oferecer uma visão maior e melhor dos inimigos.

E depois de horas de jogo o melhor é ter um monitor que ofereça um filtro de tela azul, assim o jogo fica mais confortável aos olhos. 

Mas pensa que o trabalho do bom velhinho acabou? Que nada!

Se já temos um Desktop e um monitor está na hora de turbinarmos tudo isso com um bom teclado gamer.

Teclado gamer é diferente mesmo?

Sim principalmente se for um teclado mecânico de resposta rápida. Mas o que é exatamente esse tipo de equipamento? Trata-se de um dispositivo em que a transmissão de dados do teclado até o processador se dá de forma mais rápida, sem a intermediação de uma membrana – o que aconteça nos modelos tradicionais.

Na hora de escolher o modelo você precisa levar em conta a parte estética: se ele tem RGB ou efeitos de luz pré-configurados e também os tipos de switchers, ou seja, o miolo das teclas: alguns são mais silenciosos, outros oferecem respostas mais rápidas. Pode parecer uma bobeira mas imagina que você está jogando um game do tipo battle royale e você aperta a tecla pra virar de lado e demora mais do que você esperava. Pronto. Jogo perdido. É disso que estamos falando.

Os modelos mais poderosos e modernos possuem programas de customização que permitem configurar efeitos de luz e até programar macros – ao apertar uma tecla, várias coisas acontecem, mas se estiver numa partida do cenário competitivo cuidado ao usar esses recursos para não ser banido do servidor. Consulte as regras, antes de usar. 

Assine nossa newsletter

E já que Papai Noel se preocupou com tudo falta só adicionar um mouse gamer

Precisar de efeitos RGB ele não precisa, mas se você colocou em todos os outros equipamentos, aqui não pode faltar. O sensor precisa ter uma ampla leitura de DPI e permitem uma configuração para aumentar ou diminuir a sensibilidade. Se você está numa correria no meio do campo de batalha ter uma sensibilidade alta ajuda, já se você precisa de uma precisão maior, jogando como um snipper, por exemplo, um DPI menor pode te ajudar a não errar o tiro.

Você também precisa estudar a pegada do mouse. O jeito que você gosta de segurar ou apoiar a mão no mouse também conta. Existe, por exemplo, a pegada Claw que é quando você apoia seus dedos nos botões de forma arqueada e a palma da mão na extremidade inferior no mouse, assim sua mão fica parecendo uma garra, daí o nome desse tipo de pegada.

Se você gosta de apoiar a mão mais na frente bem na ponta do mouse colocando todo peso na parte da frente do aparelho, a sua pegada por ser a fingertip.

Agora se você gosta de mouse mais largos e encorpados, com uma pegada que “enche a mão” você está procurando um mouse Palm

Bom agora que você já juntou uma CPU potente, um monitor poderoso, um teclado gamer nervoso e um mouse irado Papai Noel, parece que ele conseguiu entregar tudo para você nessas festividades natalinas. Se ele não levar tudo isso até você, o jeito é arriscar a sorte para ganhar uma super máquina completinha com tudo isso. 

Outra opção é um Smartphone gamer para esse período natalício

Um dos produtos mais procurados na última Black Friday foi sem dúvidas o smartphone. E agora com os processadores mais potentes e memórias mais generosas esses equipamentos pela primeira vez conseguem rodar games pesados que antes só rodam em consoles ou PC’s gamers.

Também é bom lembrar que games como o Free Fire, que se popularizou absurdamente impulsionaram esse segmento. Esse título tem batido inclusive recordes de acesso em lives que transmitem o cenário competitivo.

Talvez o maior indício dessa virada foi quando a empresa Razer, especializada em acessórios gamers que são cobiçados por consumidores apaixonados pela marca e que acabou virando uma grife, resolveu lançar o Razer Phone, um aparelho mais focado na jogatina que nas demais funcionalidades.

Em 2018 eu pude colocar a mão em um e o que mais me chamou a atenção foi a robustez e pegada do telefone. Assim que você coloca a mão percebe que ele dará conta de horas jogando sem fritar as mãos ou incomodar na pegada. A tela brilhante e com cores vivas também salta aos olhos.

 A Samsung também é uma empresa antenada e entrou com tudo nesse cenário. Quando você compra determinados aparelhos pré-selecionados é possível ganhar skins de games, tais como o Fortnite e até emotes que levam diversão no meio da partida. A Skin Glow chegou a virar um artigo de desejo dentro do jogo, mostrando a força desse tipo de ação promocional.

Mas como escolher o Celular para jogar seu game favorito

A boa notícia é que você não precisa ter uma super máquina para jogar alguns games. Free Fire mesmo é um título que roda até em fones com recursos mais modestos. Eu mesmo já consegui rodar o game em baixa em celulares que custam menos de R$ 500,00. Porém se você faz questão de jogar tudo em ultra e obter o máximo de desempenho e com a melhor performance, os aparelhos que ficam na faixa dos R$ 3 mil para cima são os mais adequados. 

É bom você levar em conta também a pegada do aparelho, ou seja, se você prefere um aparelho maior que enche a mão ou um menor que dá pra segurar numa mão só.

Os games badalados facilmente consomem mais de um giga da memória de armazenamento, portanto é importante levar isso em conta na hora de comprar o seu telefone inteligente para jogar.

Nesse caso as opções passam de R$ 5 mil e mesclam bem o uso premium no dia-a-dia, para o trabalho, por exemplo, e também para os momentos de lazer.

Recentemente o jogo Call of Duty: Mobile foi eleito o melhor jogo para essa plataforma no The Game Awards 2019, já no BRAZIL GAME AWARDS 2019, o game Free Fire teve destaque. Ou seja os smartphones estão com tudo no cenário dos games.

Um último detalhe: fique de olho nas especificações de cada game

Um erro muito comum é comprar seja uma máquina poderosa seja um fone inteligente, e na hora de botar para rodar aquele game que você tanto queria e ele não funciona. Isso acontece na maioria das vezes porque não se prestou atenção nos requisitos mínimos que você precisava para rodar aquele determinado jogo. 

Se você tiver dúvidas, pesquise antes, vá até o youtube e veja a análise de youtubers e outras pessoas que já instalaram aquele jogo e só então opte pela escolha que mais se adequa a você. Alguns jogos, mesmo nas configurações mais modestas podem proporcionar uma experiência não muito fluida ou até decepcionante. Por isso é sempre bom comprar equipamentos que atendam um pouco mais que o mínimo exigido. Para você não passar raiva.

Agora é Game on

Bom agora que você já tem mais informações é só escrever rapidinho a sua cartinha do Papai Noel e esperar que ele te traga o tão sonhado equipamento gamer de Natal. Ou senão ir anotando tudo que você quer e esperar a próxima Black Friday, passa mais rápido do que você imagina. 

Depois é só escolher seu game favorito e entrar de cabeça nesse universo onde habilidade, imaginação, tática, estratégia e reflexos ágeis se unem nos universos lúdicos e mágicos dos games. Bons jogos para você. Game on. 

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.