Tecnologia | Games | Filmes & Séries | Geek
Banner KTO

OS DETETIVES E PROMOTORES DO UNIVERSO DE’LAW & ORDER’ LIDAM COM CRIMES MOTIVADOS PORRACISMO E HOMOFOBIA

“Síndrome do terceiro homem” 

Dois primos colombianos estavam andando pelas ruas de Nova York quando foram atacados por três jovens. Um dos primos consegue fugir, mas o outro é espancado. Um sem-teto vê a agressão e chama a polícia. A vítima é levada ao hospital em estado grave, mas consegue se recuperar.
 

Anúncios

A Unidade de Vítimas Especiais é chamada para assumir o caso e a investigação constata que a agressão ocorreu por motivo de homofobia. O caso toma conta dos noticiários e a pressão sobre Benson (Mariska Hargitay) é grande.
 

Aos poucos, a equipe monta as peças do quebra-cabeças, mas a única testemunha do crime de ódio é uma mulher com agorafobia, que não sai do apartamento há anos. Para condenar os suspeitos, Carisi (Peter Scanavino) precisa que a testemunha os identifique.
 

Cabe a Benson convencê-la a sair de sua casa para ir até a delegacia e fazer justiça pelo jovem imigrante.

Anúncios

LAW & ORDER, 14 de maio, às 22h20 Temporada 23 – episódio 8

“Fachada”
Um comediante é encontrado morto no metrô. Na lista dos suspeitos estão um artista concorrente da vítima, um namorado secreto e o membro de uma academia de MMA, cujo dono tem um histórico de agressão e de racismo. Um deles é preso por Shaw (Mehcad Brooks) e Riley (Reid Scott).

Aos poucos, enquanto a Promotoria trabalha por uma condenação, Nolan Price (Hugh Dancy) acaba se deparando com uma ampla rede de supremacistas brancos que está sendo investigada. O fato, porém, em vez de ajudar, pode prejudicar seu caso.

Anúncios

Instagram: universaltvbr
Linktree: /universaltv

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar