Quase um ano depois: voltei!

Assine nossa newsletter

Acredite uma das coisas que mais me arrepia é ficar justificando o sumiço no blog. Ou você coloca a coisa como prioridade, ou ela não vai. E no último ano tive que priorizar tantas coisas que de fato este meu cantinho de conversas com vocês ficou em segundo plano.
A vida profissional também mudou. Foi o ano que escrevi um livro, fiz uma exposição virtual de fotos. E troquei o pinheiro de natal de plástico feito na China por um natural (mas ainda com todos quase todos enfeites fabricados na China).
Mas de todas estas mudanças o que mais me mudou foi o estudo e envolvimento com inovação dentro das empresas e dentro da sala de aula.
Inovação nas empresas

Pude apoiar neste projetos incríveis, boa parte deles aplicando o Canvas BMG para entender como a inovação impacta os negócios, desde a sua concepção até o lançamento de novos projetos.
Minha apresentação sobre Proposta de Valor no SlideShare já está quase com a marca de 9 mil visualizações:

Assine nossa newsletter

Foi o primeiro ano que visitei a Campus Party como palestrante. E também o primeiro que atuei como mentor de uma Startup Weekend e apoiei uma entidade que incentiva a competitividade de empresas a implantarem o Canvas BMG como processo seletivo e de criação de modelos de negócios.
Foram mais de 5 oficinas sobre o tema e mais de 100 pessoas atingidas entre São José dos Campos e São Paulo.
Também fui convidado para ser mentor de uma Startup Weekend e para dar palestras em alguns lugares sobre o tema. E isso já tinha começa com um curso que fiz com Bob Caspe no ano passado.
Já são mais de 50 clientes de consultoria, alguns com mais de 2 mil funcionários, e todos com resultados efetivos na implantação de medidas criativas. É gratificante ver como simples mudanças com novos olhares podem fazer a diferença num empreendimento.
Tecnologia na sala de aula
Com quase 8 anos de experiência em sala de aula seria natural usar o conhecimento que tenho em sala de aula. Ao invés de lutar contra as novas tecnologias, por que não incorporar elas em sala de aula?
Desta visão aconteceram duas coisas bacanas comigo neste ano. E acredite sem nenhuma relação direta entre elas. A primeira é que fui finalista do Prêmio Grandes Mestres da Faculdade Anhanguera na categoria “Uso de tecnologia em sala de aula”.
 
E a segunda foi o convite para escrever o livro Comunicação e Aprendizagem pela Editora Érica/Saraiva, onde falo um pouco de como os professores podem se apropriar de ferramentas tecnológicas.

E foi aí que pensando em tudo isso resolvi voltar ao Blog do Armindo para falar justamente sobre estes dois temas – e um pouco sobre mim também. Sempre tudo fora da caixa e inovadora. Vamos nessa?

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.