Quatro brasileiros estão entre os vencedores da Maratona Behind the Code 2021

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os brasileiros Bruno Campos Santos, (1º lugar); Igor de Moura Ventorim (2º lugar); Gustavo Luiz de Quadra (3º lugar); e Yuri Thomas Pinheiro Nunes (5º lugar) estão entre os vencedores da Maratona Behind the Code 2021, após resolverem o desafio final da competição com grande precisão e acerto. O desafio online, proposto pela IBM, estava focado nas questões agrícolas da região, setor que, segundo o Banco Mundial, responde por 5% a 18% do PIB de 20 países da América Latina e do Caribe.

Usando APIs e dados da The Weather Company, os desenvolvedores criaram um assistente virtual chamado WeatherBOT e o implementaram usando o Red Hat OpenShift em menos de quatro horas. Os brasileiros receberam o título de Master Developer da região e vouchers adicionais, além do prêmio concedido anteriormente pela IT Mídia ao Top 100 da competição, entre outros. Durante o ano da Maratona, os participantes receberam diversos prêmios, como a possibilidade de participar de vagas de desenvolvedores de aplicativos para IBM Consulting na América Latina, vouchers em dólares oferecidos pelos parceiros estratégicos da Maratona e bolsas da Digital House para cursos de Marketing Digital, Data Analytics, Full Stack Web Programming e Data Science.

A Maratona foi criada para capacitar pessoas e diminuir a lacuna de talentos em tecnologia na América Latina. A iniciativa foi realizada em parceria com a IT Mídia e contou com o apoio de parceiros como Algar Tech, Bantotal, GFT, Quanam e SONDA, que propuseram desafios reais de negócios em áreas como open banking, automação, chatbots, monitoramento de saúde e análise de churn, que poderiam ser resolvido usando tecnologias como inteligência artificial (IA), Internet das Coisas (IoT) e Data Science, todas disponíveis em IBM Cloud.

Desde 2019, a competição contou com a participação de mais de 100 mil desenvolvedores da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, Uruguai e Venezuela, que escreveram mais de 300 mil linhas de códigos.

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais