Quinta temporada de The Expanse revela porque é uma das mais aclamadas séries de SciFi do momento.

The Expanse é uma série que podemos dizer foi salva pelos fãs e pela Amazon Prime Video que não só resgatou a série como para mim deu um upgrade absurdo na produção.

E isso fica muito claro ao vermos a quinta temporada que o Blog do Armindo teve acesso em antecipado, mas não se preocupe que esse texto tem zero spoiler e também não falaremos individualmente de cada episódio.

O começo da temporada já mostra o porque do sucesso da série, ao invés de focar na ficção científica em si é nos dramas das relações interpessoais, nas disputas de poder e até nos elos familiares que vamos aos poucos descobrindo uma conexão muito intensa com os personagens.

Mas tudo isso sem deixar de lado o que todos os fãs desse tipo de série gostam como as luzes e trajes nas naves espaciais, as explosões no espaço e pensar na possibilidade de um dia sermos desbravadores de novas galáxias.

E talvez seja esse o grande mérito dessa temporada ao garantir a qualidade que os fãs esperam com pitadas de uma série profunda de drama que mostra que existe uma vida e uma história por trás de cada tripulante/desbravador e que essa não se dá só em naves espaciais.

A relações sobre política e poder são complexas e montam uma trama única e que deixa outras séries dessa temática parecem infantis. Esta temporada agradou tanto que recebeu 100% da crítica especializada e 96% da audiência no Rotten Tomatoes.

Mais um acerto de Prime Video nessa série e que deve proporcionar um final coerente e em grande estilo em sua sexta e última temporada.

Dou nota 9 de 10 planetas intergalácticos.

Início da temporada

A nova temporada de The Expanse começa quando uma multidão de humanos deixa o Sistema Solar em busca de uma nova casa e vastas fortunas em planetas com condições similares à Terra além do Anel alienígena.

O preço por séculos de exploração do Cinturão finalmente chega e o acerto de contas está próximo. Para a tripulação do Rocinante e os líderes dos Planetas Internos e do Cinturão, o passado e o presente convergem, trazendo à tona desafios pessoais que têm grande repercussão em todo o Sistema Solar.

Amos (Wes Chatham) retorna à Terra para confrontar seu passado e o legado de uma vida que ele lutou para deixar para trás. Naomi (Dominique Tipper) estende a mão para seu filho distante em uma tentativa desesperada de salvá-lo da influência tóxica de seu pai.

Bobbie (Frankie Adams) e Alex (Cas Anvar) confrontam o colapso de Marte enquanto perseguem uma conspiração sombria que tem laços com terroristas e criminosos. Holden (Steven Strait) luta contra as consequências de seu passado com a Protomolécula, os aliens que a construíram e o mistério do que os matou. Drummer (Cara Gee), com uma nova equipe, luta para escapar de quem ela costumava ser. E Avasarala (Shohreh Aghdashloo), recusando-se a ser jogada para escanteio, luta para prevenir um ataque terrorista como nunca visto antes.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.