Redemption é campeã do 2º Split do Campeonato Brasileiro de CS:GO

Assine nossa newsletter

Na prorrogação, a Redemption POA venceu o segundo split da temporada 2019 do CBCS contra a Imperial. Ponto a ponto, a equipe campeã garantiu o título e a vaga direto para as quartas de final da WESG Latam – torneio sul-americano que acontecerá no Rio de Janeiro, em fevereiro. O time de dok, remix, ALLE, sutecas e drg subiu ao palco e agradeceu aos fãs e todo apoio que recebeu ao longo do ano.

Train foi o primeiro mapa da noite e de escolha da Imperial, e apesar da Redemption sair na frente a Imperial virou e impôs o ritmo fechando o placar em 16 a 4. O segundo mapa foi Nuke e novamente o time de Porto Alegre saiu na frente e manteve a liderança até o final com 16 a 7. O último mapa foi Inferno contou com overtime fechando em 19 a 15 contra a vencedora do primeiro split, a Imperial.

Antes da partida, os jogadores das duas equipes se reuniram no palco para homenagear Matheus “brutt”, jogador de 19 anos da Imperial que morreu no último domingo no Rio de Janeiro. As lembranças emocionaram o público presente e vieram em forma de vídeo e o nome “brut” estampado nas camisetas. “Tenho certeza de que brutt estaria jogando em alto nível e feliz pela partida dura que realizamos aqui hoje”, disse dok após receber o prêmio de MVP oferecido pelo CBCS.

Assine nossa newsletter

A partida foi realizada na Max Arena e contou com mais de 400 pessoas. Na Twitch, a transmissão da final alcançou 3500 visualizações simultâneas. O game contou também com transmissões do SporTV3 e YouTube. Nas redes sociais, através da #CBCSFINALS, os fãs do game dividiram a torcida e comemoraram ponto a ponto.

Nas semifinais, a Imperial fez um grande jogo e derrotou a Team Reapers por 2 a 0, mesmo placar da vitória da Redemption sobre a Evidence E-Sports.

Sobre o CBCS

Atualmente a CBCS está em sua segunda temporada do ANO 1. Fundado em 2019, em São Paulo, o CBCS é o principal Campeonato Brasileiro de CS:GO. O torneio é resultado de uma parceria do Esporte Grupo Globo e a empresa DCSet Group e conta com premiações que somam R﹩ 800 mil por ano, além de uma vaga em campeonatos internacionais. Participam do torneio oito equipes profissionais: ‘INTZ’, ‘Black Dragons’, ‘Evidence e-Sports’, ‘Team Reapers’, ‘Redemption POA’, ‘SkullZ Gaming’, ‘Uppercut esports’ e ‘Imperial eSports’.

*Crédito das fotos: Leo Muraoka/CBCS

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.