Samsung Galaxy A30s registra maior aumento: preço mínimo dos smartphones sobe 42,6% aponta Zoom

Assine nossa newsletter

O Zoom, site e app buscador e comparador de preços e produtos, vem acompanhando a movimentação dos preços desde o começo do ano. O levantamento mais recente feito sobre a variação do valor dos smartphones mais buscados na plataforma, que levou em consideração o período de 1 de janeiro e 30 de junho, apontou mudanças consideráveis, principalmente no último mês.

O modelo que registra o maior aumento percentual é o Galaxy A30s, que tinha preço mínimo de R$ 799,50 no início de abril e passou a custar R$ 1.139,90 no início de junho – uma variação de 42,6%. A movimentação deve-se, principalmente, à alta do dólar e as barreiras físicas para importação ao longo da pandemia do coronavírus, como o fechamento de portos e aeroportos, que tiveram forte impacto sobre o segmento de eletrônicos no Brasil.

Assine nossa newsletter

Entre os modelos com menor variação de preço, está o Galaxy A51, que nos últimos dois meses foi o líder de buscas no Zoom. O aparelho faz parte do atual portfólio de smartphones intermediários premium da Samsung e se destaca pelo bom custo-benefício. A Motorola também participa do ranking com a sua linha mais popular, a Moto G.

“O comportamento das buscas por aparelho de celular durante o primeiro semestre deste ano mostra que o consumidor está em busca de preço acessível. Ele até quer algumas funcionalidades de ponta, mas preza pelo custo-benefício, principalmente nos últimos dois meses, quando a variação dos valores dos smartphones e eletrônicos, em geral, está mais acentuada”, comenta Ana Marques, especialista na categoria Celulares do Zoom.

Apenas dois celulares da Apple aparecem na lista de mais buscados do primeiro semestre. Os modelos são o iPhone 11 e o iPhone XR, com valores acima de R$ 2 mil, que tiveram uma variação de preço acima dos 12% e 15%, respectivamente. Já o Galaxy A10, é o único aparelho com preço abaixo dos R$ 700 que está entre os 10 mais buscados do período.

O levantamento abaixo levou em consideração o preço mínimo praticado entre 1 de janeiro e 30 de junho, comparando o menor valor praticado apenas o mês de junho.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.