Jornalismo de tecnologia, independente e com credibilidade

Selecionado como iniciativa brasileira inclusiva diferenciada, DiversiGames participará do festival South by Southwest 2024, em Austin, no Texas, com painel exclusivo sobre o propósito de transformar vidas por meio dos games

No próximo dia 12 de março, o DiversiGames, projeto de inclusão social e digital que promove o acesso à cultura dos jogos eletrônicos, a tecnologia e inovação a grupos minorizados como crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica, moradores de favelas ou de outras localidades, pessoas com deficiência (PcD), negros e representantes da comunidade LGBTQIAPN+, realizará um feito inédito: participará, pela primeira vez, do South by Southwest, maior festival de tecnologia, inovação, criatividade e cultura do mundo, que acontece anualmente em Austin, no Texas (EUA). A iniciativa inclusiva brasileira foi escolhida para ser apresentada na edição de 2024 do evento (SXSW 2024), em um Ignite Talk exclusivo sobre o impacto dos jogos eletrônicos na vida de quem não têm nenhum (ou pouquíssimo) recurso para usufruir das diferentes possibilidades de formação e experiências que o universo dos games proporciona.

E quem estará à frente desta apresentação mundial ao público será um dos jovens impactados pelo projeto, Márcio dos Santos Correa, de 26 anos, conhecido como Jamela, que hoje atua como embaixador e professor do DiversiGames. Nascido e criado no Engenho da Rainha, zona norte do Rio, ele viu a sua vida mudar quando teve a oportunidade de transformar o que era um divertimento em profissão, tornando-se uma referência no mundo dos games. Virou caster (narrador) em campeonatos de e-sports e atua como apresentador e roteirista no canal de TV Woohoo, especializado em games. “Estar no SXSW 2024 para falar sobre o DiversiGames, do qual me orgulho em participar, é relembrar a minha trajetória. Se hoje falo inglês e estou aqui me comunicando com o mundo, devo às aulas que tive no projeto. Foi por meio dele que me especializei em jogos eletrônicos, me tornando jogador profissional, e hoje dou aulas para pessoas pretas e periféricas como eu, transformando a vida delas também”, conta Jamela. Esta é a sua segunda viagem internacional: em 2023, ele esteve na Alemanha, participando da Gamescom, maior feira de games do mundo, a convite da Associação Brasileira de Desenvolvedoras de Games (Abragames) e com apoio da plataforma TikTok, para quem ele também produz conteúdo.

Anúncios

Considerado o maior hub de ESG e Games no Brasil, o DiversiGames possui centros de formação no Rio de Janeiro – em breve chegará a São Paulo – e oferece 170 vagas a crianças a partir de 7 anos até jovens 18 anos em oficinas de letramento digital, com cursos sobre jogos eletrônicos (Minecraft, Fortnite, League of Legends, Free Fire, entre outros), criação de conteúdo (Creator) e desenvolvimento e programação de jogos 2D (Scratch 3.0), além de aulas de inglês e reforço escolar. Os espaços são adaptados para Pessoas com Deficiência (PcD) e os cursos, com 10 meses de duração, possuem metodologia de ensino inclusiva para que todos possam participar.

O projeto conta com patrocínio da Águas do Rio e do Instituto Aegea e Enel Rio, além do Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, e do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Cultura. Tem o apoio da plataforma TikTok, do canal Woohoo e da DT3, além da parceria com a Prefeitura de Niterói.

“É uma grande honra poder apresentar ao mundo o modelo de projeto social com games que estamos fazendo no Brasil e não existe em nenhum outro lugar do mundo, com o propósito de promover a inclusão digital e ampliar o acesso de grupos minorizados ao universo dos jogos eletrônicos, tendo como objetivo transformar vidas e gerar impacto positivo”, afirma o Diretor Executivo do DiversiGames, Ricardo Chantilly, idealizador do projeto. “Também queremos estabelecer novas parcerias com ONGs e empresas que estejam alinhadas com a nossa proposta para realizar ainda mais ações de responsabilidade social. Quanto mais conexões tivermos, mais oportunidades e portas abertas serão criadas para aqueles que querem fazer parte do mundo dos games mas tem pouco ou nenhum acesso ao universo digital. Promovemos ainda mais transformação e inserção”, afirma a Diretora de Operações do DiversiGames, Mariana Uchôa.

Anúncios

Sobre o DiversiGames:

Projeto de inclusão social e digital que promove acesso à cultura gamer, o DiversiGames chega ao mercado com uma proposta inovadora, como um hub que transversaliza ações de ESG e Games e apresenta o universo dos games a pessoas interessadas – e fascinadas – pelos jogos eletrônicos mas com pouco ou nenhum recurso para usufruir deste entretenimento que oferece diferentes possibilidades de formação e experiências. O projeto incentiva a criatividade dos participantes, permitindo a criação de jogos, histórias e conteúdos; conscientiza alunos e alunas sobre questões sociais importantes como preconceito, discriminação, saúde mental e meio ambiente; e gera oportunidades de trabalho e carreira aos jovens que desejam seguir como desenvolvedores, testadores, designers de jogos, jogadores ou casters, entre outras funções. Além disso, desenvolve aptidões como resolução de problemas, pensamento crítico, trabalho em equipe, comunicação, empatia e habilidades sociais através de atividades de jogos multiplayer.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar