SEMP TCL marca presença na 1ª Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus

Assine nossa newsletter

Três dias combinando sustentabilidade e tecnologia, esta é a proposta da 1ª Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FESPIM), que acontece entre os dias 27 e 29 de novembro, em Manaus (AM). O evento contará com a participação de 130 expositores voltados para o incentivo de ações sustentáveis para geração de empregos e renda. Entre as empresas participantes, destaca-se a SEMP TCL, uma das maiores empresas de tecnologia do país, que apresenta sua linha completa de produtos eletrônicos das categorias de TV, áudio, eletroportáteis, smartphones e condicionadores de ar.

Engajada em causas sustentáveis e atenta à importância do tema para o meio ambiente, a SEMP TCL mantém em Manaus a sua unidade industrial e empenha-se em desenvolver produtos que aliam os maiores avanços em termos de modernidade e sustentabilidade social e ambiental. “Nós acreditamos que tecnologia e sustentabilidade podem andar juntas e que, por meio delas, é possível gerar muitos empregos na região. Além disso, o evento é uma ótima oportunidade para promover o desenvolvimento econômico a partir do uso correto dos recursos”, declarou Paulo Sandrini, diretor geral da fábrica de Manaus da SEMP TCL.

Assine nossa newsletter

Durante a FESPIM, autoridades federais, economistas, ativistas ambientais e grandes nomes do cenário internacional participarão de palestras sustentáveis, com o objetivo de debater as melhorias que podem ser feitas em prol da floresta amazônica e os investimentos para atrair novos mercados para o estado do Amazonas. “A SEMP TCL como empresa socialmente responsável, no âmbito do exercício de sua atividade empresarial, observa todas as normas de proteção ao Meio Ambiente em vigor no país, notadamente as políticas de gerenciamento de resíduos industriais bem como aquelas relativas à Logística Reversa de Produtos Eletroeletrônicos e seus componentes de uso doméstico pós consumo (instituída pela Lei 12.305/2010). Como expressão deste firme compromisso, associou-se à algumas das maiores entidades Gestoras do Sistema Coletivo de Logística Reversa do segmento eletroeletrônico, com as quais vem contribuindo para a adequada gestão de resíduos sólidos pós consumo, e, portanto, com sua destinação ambientalmente correta”, acrescentou Paulo. A feira ainda tem como atrativo um espaço DUTY FREE, onde produtos produzidos no Polo Industrial de Manaus (PIM) serão vendidos ao consumidor com preços inferiores ao comércio varejista.

Para reforçar a importância de preservação, os estandes da feira serão construídos com materiais provenientes de fábricas do PIM. Madeiras de paletes, OBS (Oriented Strand Board, em português Painel de Tiras de Madeira Orientadas) e madeiras de reuso de barcos serão utilizadas na construção do espaço, que conta com a montagem e confecção feitas por marceneiros das comunidades ribeirinhas do interior do Estado amazonense.

Na feira ainda será possível encontrar exposição de artesanatos desenvolvidos por trabalhadores de comunidades ribeirinhas, que contam com o apoio da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB).

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.