Tecnologia | Games | Filmes & Séries | Geek
Banner KTO

Só na Netflix: confira as novidades anunciadas no Rio2C 2024

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Na manhã desta quarta-feira, o auditório principal do Rio2C, maior evento de criatividade da América Latina, foi palco de diversas histórias brasileiras que a Netflix vem preparando para os seus fãs. O painel já começou animado, com uma batalha de rima para dar o tom de Nova Cena, novo reality musical brasileiro da Netflix. Entre os destaques, apresentados pelos atores Juliana Paes e Christian Malheiros, estão a pré-produção de Caramelo, primeiro filme nacional com um cachorro como protagonista – o icônico caramelo, patrimônio da cultura brasileira – e as adaptações dos livros O Diário de Um Mago, de Paulo Coelho, e Pssica, do escritor paraense Edyr Augusto. 

Com produção de Andrea Barata Ribeiro, da O2 Filmes, e direção de Fernando Meirelles e Quico Meirelles, a nova minissérie baseada no livro Pssica entra em produção em breve no Pará. Nela, acompanhamos as histórias de Janalice, Preá e Mariangel. Permeadas de drama, ação e violência, as vidas desses três estranhos entra em rota de colisão enquanto navegam pelos rios da Amazônia atlântica. Janalice é raptada pelo tráfico humano, Preá precisa fazer as pazes com seu destino como chefe de uma gangue de “ratos d’água” e Mariangel parte em missão para vingar o assassinato de sua família. Os três tentarão sobreviver à “pssica” (maldição) que acreditam ter sido lançada sobre eles.

Anúncios

Novos filmes também chegam à Netflix com histórias de arrancar o fôlego (e lágrimas). Caramelo, da Migdal Filmes, com direção de Diego Freitas, vai acompanhar a emocionante história de um simpático vira-lata caramelo – e já tem até seu astro em treinamento. No painel, o público pode dar uma espiadinha exclusiva nos treinos deste que é o primeiro cachorro protagonista de um longa brasileiro. Para os amantes de livros, Paulo Coelho gravou um recado: vem aí a adaptação de seu grande sucesso, O Diário de um Mago, com filmagens no Brasil e na Espanha. No palco, o diretor de filmes da Netflix no Brasil, Gabriel Gurman, falou mais sobre o futuro: “Olhando para frente, estamos desenvolvendo vários projetos sempre buscando ser criativos e ousados, com histórias que realmente surpreendem, e trabalhando com diversas produtoras. Tem muita coisa diferente vindo aí.”

Além de prestar uma homenagem a Sintonia, a série original brasileira mais assistida da Netflix, o painel também apresentou, de forma inédita, o trailer da primeira série brasileira de melodrama do serviço, Pedaço de Mim. Sua atriz protagonista, Juliana Paes, vibrou ao anunciar a data de estreia: 5 de julho. A história acompanha Liana, uma mulher que sonha em ser mãe e que acaba tendo sua trajetória atravessada por eventos de grande força dramática: a infidelidade do marido Thomás (Vladimir Brichta) e uma gravidez de gêmeos de pais diferentes, uma raridade científica. Disposta a lutar para manter a situação em segredo, Liana se vê em meio a uma confusão de sentimentos, sem saber se conseguirá amar igualmente as duas crianças e manter suas relações familiares da mesma forma.

Já o criador e diretor Luis Lomenha subiu ao palco para revelar os jovens protagonistas da minissérie ficcional sobre a trágica noite conhecida como Chacina da Candelária. Os Quatro da Candelária acompanha as 36 horas que antecedem a tragédia pelo ponto de vista de quatro crianças, interpretadas por Andrei Marques, Samuel Silva, Patrick Congo e Wendy Queiroz. “Essa série fala sobre masculinidade negra, sonhos interrompidos e crianças que a sociedade não enxergava como tal. Eu queria uma forma de contar essa história trágica, pura e incrivelmente realista, e decidimos fazê-lo através dos sonhos desses quatro meninos, interrompidos naquela noite”, contou o diretor no palco do Rio2C.

Anúncios

O painel se encerrou com uma conversa a respeito da minissérie Senna, sobre o lendário piloto Ayrton Senna. Os produtores Fabiano Gullane e Caio Gullane, o ator Gabriel Leone e Haná Vaisman, diretora de séries de ficção da Netflix no Brasil, compartilharam detalhes dos bastidores de gravação e ressaltaram como a paixão de todos os envolvidos na produção foi fundamental para retratar um dos maiores ícones do país. “Nada supera a união de paixão, dedicação e competência, o que resultou em um domínio artístico e um nível de qualidade que nos deu muita segurança no projeto”, disse Haná Vaisman. Fabiano Gullane valorizou os profissionais brasileiros envolvidos na produção: “Tivemos equipes de todas as partes do mundo — Estados Unidos, Europa, Canadá — mas os chefes de equipe foram todos brasileiros. Isso é uma grande conquista e um grande orgulho.”

Desde Senna até Nova Cena, tem muitas novidades chegando em 2024 — só na Netflix.

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar