Sony Music Brasil mantém liderança com experiências inovadoras

Assine nossa newsletter

As mudanças causadas pela pandemia fizeram com que a inovação se tornasse ainda mais fundamental para as empresas neste momento. Inserida em um dos mercados que mais sentiu esses efeitos em razão do cancelamento de shows e eventos, a Sony Music Brasil, que é pioneira do movimento da digitalização no segmento musical, conseguiu superar desafios por meio de iniciativas especiais, e entregou experiências exclusivas para o público, levando a emoção do “ao vivo e a cores” para o ambiente virtual. 

A companhia promoveu mais de 20 lives – compartilhando momentos únicos de artistas da casa nos segmentos gospel, pop, rock, sertanejo, música eletrônica, samba e pagode – chegando a movimentar mais de 2,76 milhões de pessoas em um único show virtual, como aconteceu em uma transmissão em parceria com Gusttavo Lima.

Além das lives, a gravadora produziu conteúdos como: “Filtr em Casa” – no qual artistas interpretaram as suas canções preferidas em versões mais intimistas, a “Festa Junina by FILTR” – um “arraiá virtual” com lives, brincadeiras e vídeos de artistas e influenciadores, e também a 1ª temporada do “Filtr Next”, web série que abordou o desenvolvimento da carreira musical de um artista. A temporada de estreia chegou ao fim em dezembro de 2020 e marcou o início da trajetória musical do artista Benjamín. 

“No ano passado, o FILTR Brasil movimentou milhões de pessoas, que estiveram conectadas em mais de 20 lives, compartilhando momentos e experiências únicas com os seus artistas favoritos e de forma segura. E isso nos mostra que o mercado não deixou de evoluir, mesmo diante da crise”, comenta Wilson Lannes, vice-presidente sênior, COO da Sony Music Brasil.

A busca constante por inovação e de novas tecnologias que possam melhorar ainda mais o consumo de música no Brasil também garantiu bons resultados financeiros. A operação global da Sony Music registrou um aumento de 19,5% de receita anual de streaming em 2020, representando quase meio bilhão de dólares de acréscimo se comparado a 2019. Além disso, a receita global da companhia cresceu em torno de 8% frente a 2019.

Isso não ocorreu somente com a Sony Music. Segundo relatório da IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica), mesmo diante de um ano desafiador, o mercado musical mundial avançou 7,4% em 2020 – o equivalente a US$21,6 bilhões de dólares – crescimento registrado pelo sexto ano consecutivo no mercado de música.

“Certamente o processo de digitalização da indústria musical colaborou para esse aumento. No ano anterior tivemos um grande ‘boom’ do consumo de conteúdo via plataformas de streaming e foi preciso uma readequação do mercado para atender essa demanda”, acrescenta Lannes. 

Assine nossa newsletter

“Também vale destacar as ações de product placement, produzidas pela nossa área de BD (Business Development), que evoluem cada vez mais ao criar diálogos mais assertivos entre as marcas e seus públicos prioritários por meio de parcerias inéditas com artistas da Sony Music Brasil”, completa Lannes. 

Outro segmento que cresceu foi o de streaming que, ainda segundo o IFPI, já representa 84,1% das receitas totais de música na América Latina. Já na indústria mundial, a plataforma representa mais de 62% do faturamento total. Para Wilson Lannes, esse crescimento do streaming no meio musical também está atrelado às influências da pandemia e do isolamento social. 

“Para 2021, esperamos um maior crescimento dessa área com um resultado significativo em todas as divisões de negócio. Neste ano a Sony pretende dar continuidade aos seus projetos de inovação, sempre à frente de tendências que possibilitam o desenvolvimento do mercado”, comenta o executivo. “Os meios de consumo de música continuam voltados para o digital este ano e, portanto, este será o foco de trabalho até o final de 2021, precisamos dar continuidade aos bons resultados do ano passado”, finaliza o vice-presidente da Sony Music Brasil.

Sobre a Sony Music

A Sony Music Entertainment é uma companhia global de música com vasta gama de artistas locais e grandes estrelas internacionais. A empresa possui grandioso catálogo que inclui algumas das gravações mais importantes da história. 

É a casa de gravadoras que representam música de todos os gêneros, incluindo Arista Nashville, Beach Street Records, Black Butter Records, BPG Music, Bystorm Entertainment, Century Media, Columbia Nashville, Columbia Records, Day 1, Descendant Records, Disruptor Records, Epic Records, Essential Records, Essential Worship, Flying Buddha, Fo Yo Soul Recordings, House of Iona Records, Insanity Records, Kemosabe Records, Latium Entertainment, Legacy Recordings, Louder Than Life, Masterworks, Masterworks Broadway, OKeh, Polo Ground Music, Portrait, RCA Inspiration, RCA Nashville, RCA Records, Relentless Records, Reunion Records, Sony Classical, Sony Music Latin, Star Time International, Syco Music, Vested in Culture e Volcano. 

Presente em mais de 40 países, a Sony Music Entertainment é uma subsidiária integral da Sony Corporation of America, com matriz na cidade de Nova Iorque. No Brasil, nossa sede encontra-se no Rio de Janeiro, com filial em São Paulo – capital.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.