Testamos e fizemos a avaliação do Volkswagen Virtus o Sedã para quem curte tecnologia.

Assine nossa newsletter



Avaliação Volkswagen Virtus
Eu sou uma pessoa nerd. Muito nerd e adoro firulas tecnológicas. E pode ser um detalhe bobo, mas é maravilhoso usar o sistema sem chave do Virtus. Desde que a chave esteja por perto (no bolso por exemplo) você pode abrir e fechar o carro sem a chave. Para abrir basta fazer o movimento natural de pegar na maçaneta da porta.
Para fechar também basta encostar num sensor com o dedo.
Para ligar o carro é só apertar um botão. De fato tudo sem chave.
Cheio de sensores.
E por falar em sensor há vários deles espalhados pelo carro. Até sensor de calibragem de pneu. Eu nunca lembro quando tenho que calibrar o meu pneu e tenho a impressão de ser uma das tarefas mais chatas do carro. E pode parecer uma bobeira, mas ter um aviso disso é literalmente – o leitor me perdoe o trocadilho – uma mão na roda.
Mas há vários sensores de estacionamento e de segurança (para acionar os airbags). Há vários controles automáticos também como os de farol, ar-condicionado, chuva e posição de espelho retrovisor para a ré.
É o tipo de tecnologia que eu gosto porque elá está ali trabalhando para você sem que você perceba. Coloque tudo no automático e seja feliz. Foi o que eu fiz e funcionou bem.
O painel totalmente digital do Virtus é um escândalo de tecnologia. São dezenas de configurações que você customiza no sistema de infotainment. Dá pra colocar o mapa no painel principal junto com o velocímetro. Ou o mapa do lado e as instruções no meio, e ainda dá para salvar seu perfil. Assim o marido pode ter um painel e a esposa outro sem susto. Só a um toque do botão.
O sistema de navegação deu conta do recado em todos os testes que fizemos mas o sistema de reconhecimento de voz as vezes te deixa na mão: em mais de um teste ele não reconheceu a rua que eu queria ir. Mas digitando vai tudo bem. Os controles digitais se ativam com o passar da mão na frente da tela e por lá dá pra controlar várias funcionalidades do Virtus.
Deu dúvida? Chama o Watson.
A empresa deixou uma das tecnologias mais interessantes – por enquanto – fora do carro. Trata-se do sistema de inteligência artificial cognitiva da IBM o Watson. Não entendeu nada? Eu explico. O Watson é um programa de computador que simula a inteligência humana tentando ficar com a linguagem mais parecida com a que usamos no dia a dia.
Então é só você instalar no seu celular o app Meu VW (ele só funciona com o número do chassi do Virtus: então não vai funcionar com outros carros e sem o Virtus correspondente) e aí perguntar coisas sobre o carro. E ele vai te dar a melhor resposta para sua pergunta.
Nos nossos testes eu tive que calibrar o pneu do carro e logo na primeira resposta ele já me deu a informação correta. Das cerca de 15 perguntas que eu fiz ele acertou as 15. UAU Volkswagen.
Também dá para tirar foto de uma luz que tenha acendido no painel e o manual vai te explicar o que é aquela luz.
Imagina quando isso for dentro do carro? Imagina Volkswagen??? Hein.. Hein…
Mas e aí Armindo vale a pena ter um Volkswagen Virtus?
Eu estou acostumado com carros mais urbanos tais como os compactos e sub compactos, mas confesso que o Virtus foi a melhor experiência que eu tive com um carro em toda a vida. Todo o sistema trabalha para que você tenha a melhor experiência possível. Nos nossos testes somente os comandos de voz e o pareamento com o Android Auto não funcionaram bem, mas a conexão com o celular se dá de uma forma muito natural e fazer e receber ligações é muito tranquilo. O sistema de navegação do carro funcionou em todos os nossos testes de forma surpreendente.
Com tantas funcionalidades tecnológicas legais o Virtus é o carro ideal para quem quer ter um sedã compacto e moderno e fugir do estigma do carro de tiozão. O motor TSI dá conta de sobra do recado mesmo na estrada, na subida e com o ar-condicionado ligado no último.
Na minha opinião trata-se do melhor carro nessa categoria e portanto a melhor compra nesse segmento. E sim já deixou saudades.
O Blog do Armindo testou o Virtus a convite da Volkswagen. Todas as fotos que você viu aqui foram tiradas no uso do carro, sem tratamentos ou retoques.

source

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.