Jornalismo de tecnologia, independente e com credibilidade

Testei a TV Semp de 50″ RK 8600 4K com Roku. Vale a pena comprar? Presta? É boa?

Durante cerca de 30 dias pude testar a TV Semp de 50″ RK 8600 com o sistema operacional Roku. E foi um teste bem interessante porque apesar de ser um sistema que não é novo no país, é a primeira vez que tive oportunidade de testar.

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir 30 dias GRÁTIS
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup

E esse talvez seja o principal benefício desse aparelho. Como de hábito, vou explicar melhor para quem não é entusiasta de tecnologia. As SmarTVs são consideradas “inteligentes” por terem uma conexão para a internet. Isso amplia o uso do equipamento para outras atividades além de ser um receptor de TV aberta/assinatura entre elas a possibilidade de assistir o Youtube e também acessar diretamente diversos aplicativos, entre eles os de streaming.

Para que a TV faça isso ela precisa de um sistema que vai rodar esses aplicativos. Existem vários disponíveis no mercado e esses podem ser proprietários, ou seja desenvolvidos pelas empresa, ou de terceiros, como é o caso da Roku: uma empresa norte-americana que se especializou nesse tipo de programa. As principais vantagens do sistema são a facilidade de uso, a variedade de serviços oferecidos e também a qualidade da imagem oferecida.

E quis dedicar um bom tempo a explicar sobre esse sistema porque ele é um diferencial nesse aparelho da Semp, uma marca já conhecida dos brasileiros de longa data e que agora opera em parceria com a chinesa TCL.

Começo de uso da TV TV Semp de 50″ RK 8600 4K com Roku

A instalação da TV é super simples e você pode usar um suporte padrão (não fornecido) ou os pés fornecidos pela marca. São dois parafusos pra cada lado, um cabo de força a sua TV já está pronta pra uso. A TV possui 1 Porta de rede (que você pode ligar diretamente ao roteador da internet), 3 HDMI, 1 USB, 1 Entrada AV (Áudio & Vídeo), 1 Entrada RF para Antena/cabo, 1 Saída Áudio digital (ótica) e 1 Saída para fone de ouvido.

Para começar a instalar a sua TV eu recomendo que você faça dias coisas importantes antes. Primeiro que você tenha um acesso a WiFi por perto da TV e com um sinal de bom pra forte e com a senha do WiFi anotada (se você usar o cabo de rede não precisa dessa etapa). E segundo que você tenha um celular na mão conectado e com o seu e-mail principal aberto. Tendo tomado esse cuidado sua instalação será suave.

Assim que ligar a TV siga os passos e você verá que terá que escolher a rede WiFi da sua casa e com a senha de acesso. Depois, se você ainda não tem) terá que criar uma conta Roku e para habilitar você receberá um e-mail de confirmação. Assim que você confirmar, pronto, sua TV estará no jeito para o uso. Agora é só escolher seus aplicativos favoritos (Netflix, Disney+, Prime Video etc). Vale a pena explorar algumas opções disponíveis, como por exemplo, a PlutoTV que oferece serviço de streaming gratuito.

É a partir do controle remoto que você irá operar todos os recursos da TV, mas também há um app gratuito para celular Roku e que ajuda na navegação com a TV. A única coisa que eu chamo a atenção é para o asterisco no controle remoto, é a partir dele que você acessa as configurações do aparelho.

Normalmente eu sei que o leitor gostaria de um manual de como ter a melhor configuração das diversas opções, mas não há. Questões de brilho e contraste, por exemplo, variam muito de cada local que a TV está e em diversos fatores, mas principalmente a luminosidade do local. Por isso minha dica aqui é que você teste muito e sem medo. Na pior das hipóteses você restaura as configurações de fábrica.

O design da TV é bem discreto e com bordas finas. Não é nada uau de outro mundo, mas também não é ruim. É o que se espera de um aparelho desse segmento.

Já para testar a qualidade de áudio e vídeo eu fui para a série Jack Ryan de Prime Vídeo, que é a que eu uso para fazer review de todos os televisores que eu testo. Trata-se de uma obra cheia de cores vivas, explosões, barulhos de carros e blindados e foi criada com o que se tem de melhor hoje com tecnologia de captação e publicação de conteúdo audiovisual.

A TV cumpre o que promete. Em alguns momentos de passagem de cena em que a tela fica preta rapidamente e volta depois eu percebi um leve vazamento do led de fundo nas laterais, mas a não ser que você seja um super entusiasta e especialista em imagens, quase não notará isso.

TV’s normalmente não vão oferecer a você a melhor experiência de áudio possível, para isso existem as soundbars ou sistemas de Home-Theater. Dito isso a TV apresenta uma qualidade de áudio muito boa dentro do que se espera desse tipo de equipamento.

Veredito: vale a pena comprar a TV Semp de 50″ RK 8600 4K com Roku?

Uma das promessas da TCL é oferecer aparelho que tem valores acessíveis e que mesmo assim oferecem recursos de TV’s mais premium. E é o que temos aqui nesse televisor. Sem dúvidas um diferencial é o sistema Roku, muito intuitivo e com uma variedade de aplicativos que me impressionou.

É uma TV sem muitas firulas, feita basicamente para você ligar e usar, sendo uma boa opção para quem quem precisa justamente disso: um aparelho atualizado, que oferece os principais apps e de fácil utilização.

88%
Facilidade de uso e recursos superiores

TV Semp de 50" RK 8600 4K com Roku

  • Design
  • Conectividade
  • Qualidade de imagem
  • Qualidade de som
  • Facilidade de uso

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar