Tecnologia | Games | Filmes & Séries | Geek

Torneio continental marca a primeira conquista da organização na modalidade

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Neste domingo (16), a Team Liquid sagrou-se como a grande campeã da PUBG MOBILE Super League Americas Spring 2024 (PMSL Americas Spring 2024), split do torneio continental presencial de PUBG MOBILE sediado em São Paulo. A Liquid terminou a competição com 981 pontos, seguida pela Alpha7 Esports em segundo com 958, uma diferença de apenas 23 pontos entre campeã e vice. A iNCO Gaming completou o pódio brasileiro na terceira colocação com 735 pontos.

Com a conquista do fim de semana, além do título de melhor equipe das Américas, a Team Liquid levou para casa US$ 44 mil (aproximadamente R$ 238 mil no câmbio atual) como premiação pelo primeiro lugar na competição. A PMSL Americas Spring 2024 distribuiu US$ 220.400 (cerca de R$ 1,19 milhão no câmbio atual) de premiação total. Este título marca a primeira conquista da Liquid no cenário do PUBG MOBILE. Integrante do programa de parceria anunciado no início do ano, a Team Liquid anunciou sua entrada no cenário competitivo do PUBG MOBILE em fevereiro e fez sua estreia oficial no PUBG MOBILE Global Open (PMGO).

Além da premiação em dinheiro, as três primeiras colocadas da PMSL Americas Spring 2024 garantiram vagas diretas na fase de grupos da PUBG MOBILE World Cup 2024 (PMWC 2024), que acontece durante a Esports World Cup de 19 a 28 de julho na cidade de Riad. A Death Wolves, que terminou na 4ª colocação, conquistou uma vaga no Survival Stage da competição mundial.

Anúncios

Apesar de não conseguirem o título ou uma das vagas para a PMWC 2024, os outros times brasileiros na competição, Influence Rage e FURIA Esports, deram uma demonstração de sua potência no cenário esportivo de PUBG MOBILE, terminando a competição entre as seis primeiras posições da tabela. Com isso, das 16 equipes do continente americano participando da PMSL Americas Spring 2024, as seis equipes brasileiras dominaram todo o topo da tabela, consolidando o Brasil como potência internacional no cenário competitivo do PUBG MOBILE.

Caminho até o título

Após terminar a semana anterior na segunda colocação, a Liquid mostrou um enorme poder de reação e teve um bom desempenho durante os cinco dias finais de jogos, especialmente na sexta-feira (14), quando os pontos do seu grupo eram dobrados, garantindo a inédita conquista para a organização.
Porém, o grito de campeão ficou entalado até os últimos minutos do último mapa.  Conforme as equipes adversárias eram eliminadas, o embate entre Alpha7 Esports e Team Liquid tornou-se inevitável. Contando com a pontuação dobrada no dia da Grande Final, a Alpha7 precisava conquistar abates para se sagrar campeã, e partiu para o confronto direto contra a Team Liquid. No entanto, a Cavalaria eliminou seu rival direto e garantiu a vitória em Erangel e, assim, o campeonato.

Roan “Revo”, atleta da Alpha7 Esports,  foi eleito o MVP da competição. Revo acumulou 180 abates e 80 assistências, sendo o jogador com mais eliminações, maior dano e maior tempo vivo de toda a PMSL Americas Spring 2024. Completam a lista de melhores do campeonato Matheus “Mythic”, Anderson “Chieff” e Gonzalo “Ayala” da Team Liquid, e Daniel “Mafioso” da Alpha7.

Festa brasileira de jogadores e comunidade

A PMSL Americas Spring 2024 ficará marcada não só pelo excepcional desempenho das equipes brasileiras, mas também pelo sucesso e engajamento da comunidade. Transmitida nos canais oficiais do PUBG MOBILE no YouTube, Facebook, Instagram, TikTok e Kwai, além de pela plataforma de entretenimento Vivo Play, no canal 762, o torneio obteve recordes de audiência acumulada durante as três semanas de competição. A PMSL Americas Spring 2024 apresentou picos de mais de 88 mil espectadores simultâneos nos três idiomas em que foi transmitida. Só em língua portuguesa, foram 51 mil aparelhos conectados ao mesmo tempo, no momento de pico.

A transmissão contou com a apresentação de Murillo Shooow e Isadora Basile, análise de Khaya, comentários de Ferzorte, narração de Diego Hads e Julia Brant, e Felipe Vespa como repórter.

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar