Uma carta ao futuro prefeito de São José dos Campos: por uma cidade mais criativa

Assine nossa newsletter

Eu não voto na cidade e portanto acho que não tenho direito de pedir muita coisa já que o cidadão joseense é quem de direito terá benefícios reais com o novo líder da cidade, mas não podemos esquecer que a cidade é a capital de região metropolitana do Vale e muita gente como eu tem sua atividade econômica principal na cidade e suas decisões impactam na vida de quase todo mundo na região.

Assim se possível dê uma olhada nem que seja rápida nos pedidos abaixo eles não vão aparecer no grande noticiário e provavelmente não dão votos. Também não estão na pauta da maioria dos cidadãos mas acredite podem fazer uma enorme diferença.

O emprego na indústria está acabando

Pare por favor de achar que apenas basta trazer indústrias com programas de incentivo fiscal. Além de minar a arrecadação as novas empresas são mais modernas e por consequência usam menos gente. Não é um fenômeno só aqui da região mas nos próximos anos vai impactar milhares de vidas e famílias.

É preciso capacitar os trabalhadores e jovens para novos desafios em novas áreas de atuação. O período pós-industrial vai trazer dores sérias e São José pode se salvar onde tem sua vocação: na tecnologia. O prometido pólo de games que nunca saiu do papel pode ser uma alternativa. Centros gratuitos de ensino de programação para desempregados e o fortalecimento do APL de TI são âncoras possíveis para esse cenário.

Eu sei que falar de empregos na indústria para o período eleitoral pode ter ajudado x srx a se eleger, mas não se engane a solução pode não estar aí e tenho certeza que o município tem dados concretos do que eu estou falando.

Valores tradicionais de São José dos Campos

Talvez x srx tenha sido eleito com o mote de manter as tradições joseenses e do ponto de vista do marketing eu entendo. Mas espero que isso não seja levado muito ao pé da letra na sua gestão. Sabe tradição e valores são sim pautas importantes mas não é apoiado em tradicionalismo que a cidade vai se desenvolver. Os jovens da cidade e que serão os que viverão nela esperam uma cidade moderna, cosmopolita e urbana. Caso contrário eles simplesmente sairão daqui junto com seu talento e competência, deixando a cidade abandonada de gente e talento. Ops acho que isso já pode potencialmente estar acontecendo…

A cidade num APP

Talvez x srx seja aquele que prometeu um app para cada problema da cidade. Não sei qual seu conhecimento técnico sobre isso mas o app é o menor dos problemas. Fazer uma malha de dados eficiente e que faça diversos sistemas de diversas esferas públicas conversar é um desafio do tamanho do universo e o app é só a ponta desse iceberg.

Precisamos sim pensar numa Cidade Inteligente com sensores, malha de dados integrada e todos os serviços públicos conectados. E olha tem várias tecnologias disponíveis para isso no Parque Tecnológico mesmo mas que tem pouca visibilidade.

Além disso eu entendo é um assunto tão técnico e tão denso que ele não iria aparecer na campanha eleitoral mas mesmo que as pessoas não saibam isso pode impactar na vida delas de muitas formas.

Uma gestão de dados mais transparente

Assine nossa newsletter

Os dados disponibilizados pelo poder público precisam ser facilmente manipulados para que a sociedade civil e hackers éticos podem acessar, processar e disponibilizar dados de fácil entendimento para a população cruzando dados e devolvendo em eficiência para o setor público. A ideologia da Transparência Hacker pode sim ser implantada na cidade e com benefícios para todos, porém isso irá expor feridas e práticas que de fato ferem os cofres públicos. Compras superfaturadas, por exemplo,  não passarão.

Não acabe com o LEDI e com o programa Escola Interativa

Crianças de bairros carentes tendo acesso à tecnologia de ponta com tablets, lousa interativa e acesso em alta velocidade à internet é algo que já existe na cidade. Claro que tem problemas, afinal a cidade é pioneira nesse tipo de iniciativa. Não é porque foi de outro prefeito que o programa é ruim e não é porque é do mesmo prefeito que não possa ser melhorado.

Crianças estão aprendendo programação com ferramentas de aprendizagem consagradas no mundo todo e um programa de cultura Maker liderado pelo LEDI pode sim empoderar crianças de baixa renda com tecnologia.

Eu sei que há resistência dos pais: quem aprendeu com livros estranha o “aprender com tecnologia”. Mas queremos crianças prontas para os desafios do futuro e não prontas para os caprichos dos pais ou da comunidade escolar apenas. Tirar isso seria um retrocesso. Volto a dizer há problemas sim e professores e pais sabem disso melhor que eu. Mão isso não justificaria a extinção do programa. Ele deve ser melhorado e ampliado e existem ferramentas para isso, perguntem para a Fundação Lemnann.

Uma cidade mais amiga das pessoas e menos amigas dos carros

Eu sei que a maioria dos leitores da cidade vai odiar esse tópico e talvez por isso esse tema também tenha passado longe da campanha. Mas a realidade nua e crua é que não dá só pra sair criando viadutos, pontes e anéis viários. São José precisa mesmo de meios inovadores de transporte e que façam com que as pessoas andem de forma rápida para qualquer lugar. Ciclovias não são vilãs, mas precisam ser bem executadas. E não dá pra pedir para o cidadão deixar o carro em caso se ele demoraria duas horas para chegar até o seu local de trabalho.

Uma cidade mais criativa

E por fim que seja mais colorida, criativa e que renasça com uma nova vocação menos industrial e mais criativa. A UNESCO possui um ranking de cidades criativas ao redor do mundo. No Brasil temos Curitiba (Design), Florianópolis ( gastronomia) e ainda Salvador e Santos. Não ia ser lindo  e um avanço para a cidade participar desse movimento? Aqui tem um passo-a-passo que mostra como isso pode ser feito.

E que pese o pouco interesse do poder público no no assunto a FAAP de São José dos Campos já tem puxado importantes discussões sobre o tema e pode ser um vetor nesse segmento e a união de empresários com a iniciativa da empresária joseense Carmem Alvim de trazer com o DWAlkSJC o conceito das semanas de design de Milão para a cidade já são indícios que a cidade tem fôlego para isso, mas só isso não basta. É preciso que a sua gestão assuma essa bandeira.

Não dão votos

Como eu disse eu sei que essas pautas não dão votos, mas caso você tenha conseguido ler e ache interessante alguma ideia aqui apresentada nem precisa falar comigo. Pode copiar e usar a vontade. Eu gosto muito da cidade e espero que ela cresça, mas os desafios são grandes.

obrigado

 

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.