Volkswagen duplica entrega de veículos totalmente elétricos em 2021

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Volkswagen continua levando adiante a transição para a eletromobilidade, apesar do suprimento limitado de semicondutores”, afirmou Ralf Brandstätter, CEO da marca Volkswagen. No ano passado, a empresa entregou mais veículos elétricos em todo o mundo do que nunca anteriormente, repassando aos clientes mais de 369 mil carros elétricos (+73% que em 2020), sendo aproximadamente 106 mil VEHPs – Veículos Híbridos Elétricos Plug-in (+33%) e 263 mil veículos totalmente elétricos (+97%). Com isso, a Volkswagen dobrou as entregas de VEBs em relação ao ano anterior. “Num período muito curto, atingimos uma posição de topo na Europa em veículos totalmente elétricos. Com nossa estratégia ACCELERATE e a expansão do portfólio de modelos, vamos continuar aumentando o ritmo da ofensiva para a mobilidade elétrica. Antes do final do ano, o ID. BUZZ será mais um modelo emocionante de nossa família ID.”, disse Brandstätter.

A Volkswagen entregou aos clientes de todo o mundo cerca de 4,897 milhões de veículos com todos os sistemas de propulsão. Isso significou uma queda de aproximadamente 8% em relação ao ano anterior. A deficiência no suprimento de semicondutores provocou limitações na produção durante o ano, que causaram um grande impacto no número de unidades vendidas. “A Volkswagen obteve vendas satisfatórias, sob condições extremamente desafiadoras. Porém, os massivos efeitos sobre a produção causados pela situação dos semicondutores não puderam ser compensados integralmente ao longo do ano. Mesmo assim, nossa lista de espera recorde de 543 mil veículos apenas na Europa – 95 mil deles IDs – mostra claramente que a procura por veículos da Volkswagen continua muito alta”, disse Klaus Zellmer, membro do Conselho responsável por Vendas e Marketing na Volkswagen.

Volkswagen duplica entrega de veículos elétricos

A proporção de veículos movidos integralmente a bateria (VEBs) e veículos híbridos praticamente dobrou, atingindo 7,5% do total das entregas (em 2020 foi de 4%). Na Europa, esses veículos respondem agora por 19,3% das entregas da Volkswagen (em 2020 eram 12,6%). A Volkswagen registrou um aumento significativo nas entregas de veículos elétricos, especialmente nos Estados Unidos, China e Alemanha. No mercado doméstico da companhia, um em cada quatro veículos de Volkswagen entregues foi um plug-in. A ofensiva elétrica na China prossegue, apesar das restrições no fornecimento de semicondutores verificadas até o final do ano também terem afetado os veículos elétricos, cuja produção havia sido priorizada anteriormente. Um total de 77.100 VEBs (um aumento de 437%) foram entregues na China, incluindo mais de 70 mil carros da família ID., tornando a Volkswagen uma das cinco maiores fornecedoras de VEBs no país. Um aumento ainda mais considerável está planejado para 2022. Perto de 17 mil VEBs foram vendidos nos Estados Unidos, quase vinte vezes mais que no ano anterior. Isso levou a Volkswagen ao quarto lugar no país entre as fabricantes de VEBs.

Carro mundial ID.4 é um bestseller

O modelo elétrico a bateria da Volkswagen mais popular em todo o mundo é o ID.4, que correspondeu a sua qualificação como carro mundial em seu primeiro ano no mercado O ID.4 foi o carro mais vendido entre os 263 mil VEBs, com 119.650 unidades entregues, seguido pelo ID.3 (aproximadamente 76 mil), o e-up! (aproximadamente 41.500) e pouco menos de 18 mil unidades do ID.6, modelo que a Volkswagen oferece exclusivamente no mercado chinês. Na Europa, o ID.4 liderou os rankings de vendas de VEBs na Suécia, Dinamarca, Finlândia e Irlanda. O SUV totalmente elétrico ID.4 também foi sucesso nos Estados Unidos, com quase 17 mil unidades entregues aos clientes. Na China, o ID.4 já ocupa o segundo lugar entre os SUVs totalmente elétricos.

Foco nos SUVs dá resultado – Golf continua sendo o número um

Os SUVs representam o segmento de mercado que mais cresce. A Volkswagen orientou seu portfólio sistematicamente para essa tendência desde seu início. Os SUVs perfazem atualmente mais de 40% de todas as entregas de veículos (no ano anterior eram 34,8%). Nos Estados Unidos, a Volkswagen gerou três quartos de seu faturamento em vendas com SUVs, atingindo seu maior número de vendas de veículos no país desde 2013. Apesar disso, o Golf manteve sua posição de liderança como carro mais vendido na Alemanha em 2021, apesar das restrições causadas pela situação do suprimento dos semicondutores.

A Volkswagen espera que pelo menos o primeiro semestre de 2022 deverá continuar altamente volátil e desafiador devido à persistência das limitações no fornecimento de semicondutores.

Mesmo assim, a companhia espera conseguir estabilizar a produção ao longo do ano e reduzir o grande número de pedidos em espera o mais rápido possível. 

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais