Whatsapp é usado por 95% das pessoas como ferramenta para trabalho remoto no Brasil, segundo estudo da Regus

Assine nossa newsletter

Com um número crescente de profissionais ficando fora do escritório por pelo menos uma parte do tempo, o uso de ferramentas que possibilitam o trabalho remoto aumentou radicalmente. De fato, 86% dos trabalhadores no mundo todo utilizam pelo menos uma ferramenta durante o mês que os auxiliam ao passar o dia longe da empresa, de acordo com uma pesquisa global feita pela Regus – líder mundial em soluções flexíveis de espaços de trabalho – com 44 mil executivos que utilizam os escritórios da empresa pelo mundo.
A pesquisa destacou que 85% dos entrevistados acreditam que a necessidade está levando as empresas, no mundo, a adotarem aplicativos que permitem fácil acesso às ferramentas do escritório a partir de qualquer lugar. Uma vez que são fornecidos os meios para o trabalho remoto, os funcionários concordam que quem está fora do escritório tem que estar preparado para utilizar ferramentas de controle de média de atividades (72%) e de produtividade (73%).
As ferramentas online estão ajudando a aliviar um pouco um dos problemas tradicionalmente associados a trabalho remoto: o armazenamento e compartilhamento de documentos. No mundo, o Dropbox domina a preferência das pessoas (56%). Já no Brasil, o serviço divide as preferências com o Google Drive, cada um mencionado por 63% dos participantes da pesquisa.
Outro desafio que profissionais remotos enfrentam é o de ficarem “esquecidos” quando não estão no escritório. Ferramentas de mensagens instantâneas e VoIP estão revolucionando a forma como os trabalhadores se comunicam e demostram que estão disponíveis e conectados. O app mais utilizado pelos brasileiros é o Whatsapp (95%), seguido pelo Skype (81%) e pelo Facebook Mesenger (68%).
“As ferramentas online estão ajudando a superar alguns dos obstáculos tradicionalmente associados com o trabalho remoto. A tecnologia faz a ponte entre o funcionário e a empresa. É importante mostrar como os funcionários podem ser totalmente operacionais, mesmo quando não estão no escritório e, de fato, eles podem economizar o tempo gasto na viagem para o escritório ou para e de reuniões, e aumentar a produtividade”, afirma Otávio Cavalcanti, diretor da Regus.
“Com esse suporte tecnológico, é possível oferecer aos funcionários a oportunidade de trabalhar a partir de qualquer lugar, na sua cidade, no seu país ou em outro ponto do mundo. E a Regus endossa essa possibilidade, disponibilizando para seus clientes mais de 2 mil centros de negócios, em 104 países”, finaliza o executivo.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.