YouTube FanFest 2016 traz interação com fãs e representatividade na plataforma

Assine nossa newsletter

Na última quarta-feira (5), o YouTube realizou a segunda edição da FanFest. 800 fãs estiveram presentes para conferir de perto mais de 120 YouTubers.

A edição 2016 foi marcada pela passagem dos novos ídolos dos jovens pelo tapete vermelho, como Whindersson Nunes, Porta dos Fundos, Julio Cocielo, Felipe Castanhari, Niina Secrets, entre outros, e também pelas sessões de Meet&Greet com diversos YouTubers.

Além disso, nosso espaço “Express Yourself” trouxe debates de YouTubers sobre questões que agregam a diversidade na plataforma. Estiveram presentes Bibi, IZA, Nataly Neri e Mandy Candy.

Pesquisa

O YouTube revela a terceira edição da pesquisa VideoViewers, que expõe o hábito do brasileiro para consumo de vídeos online, encomendada pela empresa e realizada pela Provokers. A pesquisa mostra que, de cada dez horas que os brasileiros dedicam a ver vídeos, mais de quatro são online. Além disso, cerca de 85 milhões de pessoas (42% da população) já têm o hábito de assistir vídeos na internet, desses 82 milhões o fazem no YouTube. O percentual já supera os que assistem TV por assinatura (37%) e, embora ainda fique atrás da audiência da TV aberta, vem crescendo em proporções muito maiores.

Nos últimos dois anos, o tempo médio que as pessoas dedicam a ver videos passou de 30 para 39,2 horas semanais. Enquanto que o tempo na frente de TV cresceu menos de uma hora, o tempo dedicado a vídeos na web passou de 8,1 para 16,3 horas semanais. Isso significa que, entre 2014 e 2016, a participação da internet no tempo total que os brasileiros dedicam a ver vídeos passou de 27% para 42%. Nesse mesmo período, o percentual de brasileiros que passa mais tempo vendo vídeos online do que em outras mídias saltou de 12% para 30%

Assine nossa newsletter

No YouTube diversidade de conteúdos vistos é maior

A análise de como as pessoas dividem o tempo entre os vários tipos de conteúdo nas diferentes mídias revela que enquanto na TV (aberta e por assinatura) a audiência está mais concentrada em vídeos de humor, no YouTube existe uma diversidade muito maior de tipos de conteúdos assistidos. No YouTube, embora música e humor sejam os conteúdos vistos durante quase metade do tempo dos internautas, o restante do tempo (54%) está bem dividido entre uma ampla variedade de temas, que quase não ocupam a programação na TV.

YouTube é primeira opção de Video para ver anúncios e pesquisar produtos

Para a maioria dos usuários, o YouTube é a primeira opção quando se trata de usar o celular para buscar vídeos com informações sobre produtos, serviços ou empresas (formas de uso, avaliações, etc). Para essas buscas, a plataforma é a primeira opção para 43% dos internautas, percentual quase três vezes maior que o segundo lugar no ranking ocupado pelas lojas digitais que, juntas, ficam com 15% das preferências.

No que diz respeito aos anúncios, a preferência dos internautas pelo YouTube é ainda maior: 59% deles disse preferir ver publicidade nessa plataforma, quase o dobro do segundo lugar no ranking — o Facebook (31%) — e maior que todos os outros websites juntos (9%). Além disso, quando se trata de recomendar um produto, os YouTubers têm mais credibilidade do que as celebridades da TV: 34% dos entrevistados disse que experimentariam um produto recomendado por um YouTuber contra 27% que disseram o mesmo com relação a um produto recomendado por uma celebridade televisiva. A capacidade do YouTube de reter a atenção dos internautas também foi avaliada como maior pelos entrevistados: a maioria declarou prestar mais atenção nos vídeos do YouTube do que nos do Facebook: 48% contra 30% nos que assistem no celular e 59% contra 34% entre os que assistem no computador.

fanfest_0173-small

Crédito: Divulgação/Google

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.