Jornalismo de tecnologia, independente e com credibilidade

3M anuncia as vencedoras da 3ª edição da iniciativa 25 Mulheres na Ciência América Latina

Em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência 2023 (11 de fevereiro), a 3M anuncia as vencedoras da 3ª edição do “25 Mulheres na Ciência América Latina”, uma iniciativa que busca destacar mulheres que promovam e desenvolvam projetos no campo científico. O Brasil é representado por 8 pesquisadoras de 7 Estados. Completam o time, profissionais da Colômbia, Chile, Costa Rica e México.
 

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir sua assinatura
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup

O projeto tem como objetivo ampliar a visibilidade das mulheres em iniciativas científicas e os impactos gerados na sociedade inspirando meninas, jovens e mulheres em países latino-americanos a estudar as disciplinas STEM (em português, Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), além de reforçar a importância de sua participação em áreas majoritariamente dominadas por homens.
 

Segundo dados da UNESCO, em todo o mundo, as mulheres representam apenas 35% dos que buscam o ensino superior em STEM e menos de 30% dos pesquisadores científicos. O desequilíbrio de gênero limita as possibilidades de inovação e de novas perspectivas para solucionar desafios atuais e futuros.
 

A equipe brasileira reconhecida na edição deste ano traz representantes das cidades de Jaboatão dos Guararapes (PE), Porto Alegre (RS), Pelotas (RS), Manaus (AM), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ), Aracaju (SE) e Florianópolis (SC). Os projetos contemplam questões ambientais e de saúde.

Confira a lista de vencedoras brasileiras e seus projetos:
 

 VencedoraCidade  Projeto
1Patricia Severino Aracaju, SEEstudos sobre curativo polimérico em bicamada com liberação rápida de anestésico e controlada de antibiótico nanoparticulado para controle imediato da dor, cicatrização e atividade antimicrobiana para lesões crônicas infectadas.
2Valéria Vidal de OliveiraFlorianópolis, SCDesenvolvimento de tecnologia de purificação do ar, já patenteada, que promove como efeito colateral a redução drástica ou a eliminação total de sintomas de síndromes respiratórias como gripes, COVID-19, sinusite ou rinossinusite, bronquite e pneumonias, entre outras doenças.
3Dominique Rubenich Porto Alegre, RSDesenvolvimento de software com base em Machine Learning para identificar a plasticidade morfológica de células imunes de pacientes oncológicos e sua relação com a progressão tumoral, visando testes de baixo custo e amplo acesso, além de novas frentes de prognóstico e detecção precoce.
4Caroline Maria Bezerra de Araujo Jaboatão dos Guararapes, PEProjeto sobre hidrogel à base de grafeno e ágar feito para uso em coluna de adsorção, fenômeno físico-químico no qual o componente em uma fase gasosa ou líquida é transferido para a superfície de uma fase sólida, podendo contribuir para a despoluição ambiental.
5Giana Lima Pelotas, RSCriação de composições odontológicas poliméricas que contêm metacrilatos metálicos na formulação de sistemas adesivos, selantes, cimentos e compósitos. Com ação antimicrobiana, elas têm aplicação em prótese, dentística, ortodontia, odontopediatria e implantodontia, entre outras áreas. 
6Bárbara Maria Ribeiro Guimarães de OliveiraFortaleza, CEProjeto sobre a produção de painéis OSB (Oriented Strand Board; chapas feitas com um material super rígido, estável e resistente a impactos) a partir de fibra de bambu com adição de nanopartículas de celulose de torta de mamona em substituição aos adesivos tradicionalmente usados na indústria de painel, o qual é altamente tóxico para a saúde humana. 
7Larissa AnjosManaus, AMDesenvolvimento de pesquisa sobre o acesso geográfico à saúde em ambientes anfíbios da Amazônia Brasileira. A pesquisa tem o objetivo realizar um levantamento socioambiental da área, e propor possíveis soluções de acesso à saúde para as populações tradicionais da região.
8Renata LibonatiRio de Janeiro, RJCriação de sistema de alerta rápido de queimadas e incêndios florestais por meio de satélite — um aliado contra a destruição de dois refúgios da biodiversidade brasileiros: a Amazônia, maior floresta tropical do planeta, e o Pantanal, considerada a maior área alagável do mundo.

Assim como nas edições anteriores, o processo de avaliação foi conduzido por um júri de representantes da área de Pesquisa & Desenvolvimento da 3M na região, e convidados externos com ampla experiência nas áreas de ciência, pesquisa, inovação, sustentabilidade e empreendedorismo. Entre os critérios avaliados estavam: potencial de impacto social direto ou indireto na região, inovação e viabilidade do projeto; maturidade da ideia demonstrada pelos resultados dos testes/pilotos iniciais; capacidade e experiência da candidata para desenvolver o projeto apresentado, problemas a serem resolvidos, inovação e/ou solução, e o impacto a nível local e/ou na comunidade após a implementação.
 

Para se inscreverem as participantes deveriam ser maior de idade, nascida e formada e/ou residente em um país latino-americano; ser autora ou ter participado na liderança de pelo menos um projeto com ao menos um protótipo/piloto de teste da ideia de inovação científica com base em STEM; possuir documentação que validasse a propriedade intelectual e/ou a fé do projeto inscrito e interesse em dar visibilidade à ciência a partir de uma perspectiva feminina, apoiando o empoderamento das mulheres no campo das disciplinas STEM.
 

“A 3M acredita no poder da ciência para a resolução de qualquer desafio e na diversidade como motor para a inovação. Reconhecer mulheres que se dedicam ao campo científico é uma forma de inspirar novas gerações sobre caminhos profissionais na Ciência e mostrar que espaços preenchidos atualmente em sua maioria por homens, podem e devem ser ocupados com perfis mais diversos, contribuindo com o desenvolvimento de um ecossistema equilibrado, bem como com uma sociedade inclusiva”, completa Marcia Ferrarezi, gerente técnica da 3M e líder do WLF-Tech (Technical Women Leadership Forum, em português, Fórum de Liderança Técnica Feminina) da área técnica da 3M para a América Latina.
  As 25 mulheres cientistas vencedoras farão parte de uma plataforma de visibilidade científica com a inclusão de seus projetos no livro comemorativo “25 Mulheres na Ciência América Latina” e terão suas trajetórias e projetos divulgados no Blog de Curiosidade da 3M e redes sociais da empresa.

0ff200e2-6ad9-4f41-bf33-1e2a1a48ab1e

0ff200e2-6ad9-4f41-bf33-1e2a1a48ab1e

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar

Não fique de fora - Inscreva-se Agora!

Vagas limitadas para a comunidade exclusiva! Receba promoções antecipadas, conteúdo premium e muito mais. Inscreva-se agora para garantir seu lugar entre os privilegiados.

Seus dados não serão comercializados ou compartilhados.

Obrigado por assinar!

ASSINE AGORA! Não saia sem garantir sua assinatura
A Bits & Geeks leva até você matérias completas e material exclusivo do mundo da tecnologia.

Close this popup