Acer: quando 4 GB de RAM são suficientes

Muitas vezes o consumo de computadores é direcionado por números que indicam a capacidade das máquinas. No caso da memória RAM, entretanto, a máxima do “tamanho não é documento” em várias situações é perfeitamente aplicável. De modo geral, esse tipo de memória, uma sigla para ‘Random Access Memory’, trata-se da parte física do computador em que os dados processados pela CPU são armazenados para uso imediato pelo usuário – diferentemente do armazenamento de discos rígidos e pen drives, que deixam os materiais ali até que alguém os apague.
Levando em conta o modus operandi da memória RAM, de reter e eliminar a todo momento dados de apps e do sistema operacional, 4 GB seriam a quantidade ideal para se começar. Tal marca está relacionada com o tipo de Windows instalado na máquina: de 32 ou 64 bits. Neste ponto é importante ressaltar que a versão 32 bits só pode “comandar” até 3,5 GB – o que sobrar da memória, a partir daí, não será usada pelos programas, não importando quanto a mais de RAM houver na máquina.
Quando se pensa nas necessidades particulares a cada usuário, é consenso que 4 GB são suficientes para o “arroz com feijão”, que define popularmente as tarefas diárias mais comuns, incluindo aí até edições de fotos e vídeos menos apuradas. “Para que o consumidor tenha uma ideia, cada programa aberto em um Windows de 32 bits não pode consumir, sozinho, mais do que 2 GB – isso quer dizer que, mesmo com 4 GB de RAM disponíveis, os programas escritos para a versão de 32 bits vão continuar puxando até 2 GB, apenas”, explica o diretor de marketing da Acer Brasil, Anderson Kanno. “O número, à primeira vista, parece pequeno, mas essa perspectiva muda quando se lembra que boa parte das aplicações sequer consomem 1 GB”, completa o executivo.
A busca por equipamentos que excedam 4 GB só se justifica no momento em que o uso passa por uma cultura de games em larga escala, gerenciar um número alto de processos simultaneamente ou lidar com arquivos de grande porte de programas com peso fora do comum – do tipo dos que não caberiam em pen drives vazios, por exemplo. É o caso de gamers com atividade intensa, editores de imagens e programadores profissionais que usam bancos de dados, ou quem centraliza gerenciamentos de empresas inteiras em uma máquina. Ou seja, são atividades de alta complexidade e que fogem da navegação mais comum na internet – consumo de séries, filmes, músicas e jogos mais leves – e do uso de pacotes como o Office.
Diferenciando o que é desejo e necessidade, no sentido de evitar gastos com produtos mais caros cujas especificidades que elevam o preço final tornam-se desnecessárias, a questão que surge é a da condição básica para se ultrapassar a barreira dos 4 GB de memória RAM em uma época que o consumidor está cada vez mais consciente.
Opções de notebooks de 4 GB de RAM no mercado
Por ser a principal linha de notebooks da Acer, a Aspire oferece opções de produtos para todos os gostos de necessidades. Com variações de tamanhos, acabamentos, cores e configurações, o portfólio de notebooks com 4 GB de RAM possui modelos como o Aspire E5-571 com processador Intel® Core™ i3 e custo bem acessível.
http://br-store.acer.com/media/catalog/product/cache/2/image/9df78eab33525d08d6e5fb8d27136e95/r/1/r11_branco2_1.jpgComo um dos destaques também entre os modelos de 4 GB de RAM, o notebook conversível Aspire R11 está disponível nas cores branco e azul, possui tela touch de 11,6” e pode ser usado em quatro modos, ideal para compartilhar informações de maneira dinâmica. Facilmente ele é também transformado em um tablet, quando a dobradiça é girada 360 graus. Nessa função, o teclado é automaticamente desabilitado e o áudio auto reverse se adapta automaticamente ao novo uso. Com processador Intel® Pentium® Quad-Core, acabamento texturizado e design da tela sem bordas aparentes, esse aparelho é versátil e ergonômico, com botões de fácil acesso na lateral.
Sobre Acer
Fundada em 1976, a taiwanesa Acer é uma empresa de tecnologia dedicada à concepção, venda e suporte de produtos inovadores que melhoram a vida das pessoas e as mantêm atualizadas e conectadas. O portfólio inclui PCs, monitores, projetores, servidores, tablets, smartphones e wearables. Com 7 mil funcionários, a receita global de 2014 atingiu US$10.39 bilhões. No Brasil, a Acer está presente há 6 anos no mercado varejista e encontra-se entre as líderes em faturamento e volume de vendas. Com sua linha atual de produtos focada em notebooks para diversos tipos de uso, entre eles a linha Gamer, a marca apresenta modelos com alta performance, design com conteúdo e recursos eficientes. Para mais informações, acesse www.acer.com.br

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.