Celebryts passa a ser Cely visando internacionalização e lançamento de plataforma única no mundo

A Celebryts, startup que nasceu em 2016, pouco antes do boom do mercado de marketing de influência, está reestruturando o negócio e passa a se chamar Cely – www.cely.co, nome escolhido por ser o apelido já utilizado pelos colaboradores internamente. A mudança acontece por alguns motivos, um deles é o lançamento de uma nova plataforma que transformará o mercado de influenciadores e tornará qualquer pessoa com uma conta ativa e atualizada no Instagram e/ou no YouTube em potenciais novos criadores de conteúdo, além de auxiliar os pequenos, médios e grandes creators.


A startup já atua com tecnologias proprietárias de marketing de influência desde sua fundação; possui plataformas de Search and Discovery, Overlapping Audiences, Brand Community e agora está lançando a Programmatic Tool, que hoje, 30 de novembro de 2020, abre para o cadastro dos influenciadores, e será lançada para as marcas no início de 2021, ainda no primeiro trimestre.
“A plataforma de programática da Cely promoverá a conexão de pessoas com marcas de qualquer tamanho, de uma forma inovadora, com soluções já consagradas na mídia programática. Essa plataforma vai finalmente colocar em prática nosso pensamento de que todas as pessoas são potenciais influenciadores dentro da sua rede, não importa o seu tamanho. Além disso, conseguiremos alavancar o mercado para atender a faixa da grande maioria de creators, que ainda não são representados por outras plataformas ou agências”, afirma o cofundador da Cely, Leandro Bravo.
De acordo com recente pesquisa da Influencity, o mercado de nanoinfluenciadores soma mais de sete milhões de perfis de Instagram no Brasil, pessoas que possuem entre 1 mil e 50 mil seguidores. “Vamos ajudar essas pessoas a conseguirem negócios a partir do marketing de influência e/ou para complementar renda, e enfim passarem a ser considerados por marcas e empresas, receber e testar novos produtos e, com isso, ajudar na profissionalização da carreira de criador”, explica Bravo.
O cadastro inicial está aberto para qualquer pessoa e nos próximos três meses a empresa fará testes das primeiras campanhas para abrir as vendas efetivamente ao mercado no primeiro trimestre de 2021. As marcas cadastradas agora serão “early adopters” e terão algumas vantagens, podendo participar mais ativamente de campanhas que já existem dentro da Cely.
A nova plataforma está em fase avançada de desenvolvimento. A tecnologia é robusta e vem sendo desenvolvida desde o início do ano com o que há de mais avançado em tecnologia, incluindo inteligência artificial, matemática avançada, conceitos de programática, poder de processamento, inteligência de dados, cross data, e mais. A expectativa da Cely é nos próximos seis meses registrar 80 mil contas de influenciadores e, em um ano, esse número deve chegar a 150 mil.
“Criamos um algoritmo que possui uma metodologia de análise que nos permite saber antecipadamente qual será o resultado que cada influenciador gerará por tipo de post inserido. A plataforma também vai nos mostrar quem são os melhores perfis para cada tipo de campanha, e tudo será automatizado, exceto a aprovação dos posts, que passará por um time de especialistas para ser aprovado”, conta Leandro Bravo.
A criação da plataforma nasceu para resolver duas principais dores do mercado: além de poder transformar qualquer pessoa em um possível influenciador, também permitirá a obtenção de previsão de resultados quando o assunto é marketing de influência.
“Nossa nova plataforma será quase que completamente automatizada e orientada por meio de dados, possibilitando a previsão de resultados que teremos ao escolher um ou outro influenciador com a devida antecedência. Conseguimos criar um algoritmo preditivo muito bom, que fará com que as marcas possam comprar suas campanhas por alguma métricas de resultado, como clique, view e engajamento”, explica o cofundador.
Funcionamento da nova plataforma de marketing de influência com programática
Assim como na programática, a marca poderá gerenciar suas campanhas por diversos filtros de segmentação, conteúdo, tipo de resultado esperado, entre outros. A cobrança vai alterando automaticamente, conforme os filtros são escolhidos. O cliente não escolherá quem fará a campanha, apenas solicitará o tipo de resultado esperado. “A vantagem disso é que, desse modo, a Cely democratiza todos os projetos, pois eles não são escolhidos por gosto pessoal do cliente, e sim por relevância e resultado efetivo para a marca”, afirma Bravo.
Depois disso o algoritmo da Cely faz o trabalho de entender quais nomes participarão, para trazer o melhor match entre o tipo de conteúdo a ser divulgado com os creators que são mais relevantes para a marca. Então, pode ser que em uma campanha sejam escolhidos vários microinfluenciadores. Em outra, o algoritmo pode optar por um único macro ou megainfluenciador.
“Aplicamos o conceito vencedor que a programática trouxe para a mídia digital para o mercado de influenciadores. As marcas, as agências, as mídias, poderão administrar suas verbas em múltiplas campanhas ao longo do ano e, para isso, terão diversos filtros que determinarão o perfil dos influenciadores de cada uma. Na sequência, entra nossa tecnologia proprietária, que fará a mágica do match entre os influenciadores com esses filtros. Será fácil para quem não está familiarizado com o conceito e teremos uma plataforma robusta para quem já é experiente no mercado”, conta Bravo.
Na ferramenta, o cliente escolherá qual tipo de KPI deseja nas campanhas e o gerenciamento dos posts, com isso, será automatizado. Em um primeiro momento, a Cely disponibiliza como opção o alcance (reach), engajamento e impressão. Em uma próxima versão, que não está muito distante de ficar pronta, também vai garantir o clique e aquisição (conversão) desejada.
A nova tecnologia permitirá que os resultados fiquem dentro de uma faixa de investimento preestabelecida, e a Cely assegura à marca o resultado pelo qual ela pagou. O investimento será escolhido a partir de dados em tempo real. Assim como na programática, a ferramenta avalia diariamente milhões de dados para a escolha dos melhores resultados.
Rebranding destaca ecossistema do mercado de influenciadores
Apesar do desafio de mudar uma marca consolidada no mercado, o nome Cely se encaixou perfeitamente, já que os planos da startup incluem crescimento global e internacionalização. “Ter um nome próprio, pequeno, que seja único mundialmente, facilita o processo de entrada em outros países. Inclusive, fizemos uma pesquisa para entender se o nome seria aceito nas regiões que pretendemos atuar”, diz o CMO da Cely.
A marca foi desenvolvida pela Youdo Escritório de Design, do Rio de Janeiro, que trouxe as diferentes representações dos públicos-alvo, tanto de nano, micro, médios, macro e megainfluenciadores, como de pequenas, médias e grandes marcas em um formato de galáxia, representados pela letra C de Cely. “A marca foi um acerto imediato, pois manteve a jovialidade que sempre tivemos, com o aspecto mais profissional, que é esperado pelos nossos clientes mais exigentes”, conclui Leandro Bravo.
Sobre a Cely
Lançada em 2016 com o nome de Celebryts, a Cely é uma startup do mercado de marketing de influência que usa tecnologias proprietárias e dados para gerar resultados. Possui plataformas como Search and Discovery, Overlapping Audiences, Brand Community e, em breve, a Programmatic Tool. A área de Serviços contempla planejamento e criação para execução de campanhas personalizadas, além da divisão de kits e recebidos. Para mais informações visite www.cely.co.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.