Conheça o VAR o novo "árbitro de futebol" que está dando o que falar

Assine nossa newsletter

Calma calma VAR não é o apelido de ninguém mas uma abreviação do termo em inglês para Video Assistant Referee ou numa tradução livre nossa “árbitro assistente de vídeo”. Na verdade são profissionais que contam com uma estrutura em vídeo e programas de computador para ajudar o juiz que está em campo a tomar a melhor decisão possível.

foto: divulgação/FIFA

O uso já causou polêmica em alguns jogos da Copa da Rússia, como é o caso de França x Austrália ou o potencial não uso no jogo Brasil x Suiça.
Mas afinal de contas, o que é, como funciona e como poder usado o VAR? Confira as informações cedidas pelo site oficial da FIFA:
É uma equipe de árbitros assistentes que ajuda os árbitros durante as partidas. Essa equipe está localizada em uma sala de operação centralizada de vídeo em Moscou e que tem acesso a todas as câmeras de transmissão relevantes e duas câmeras de impedimento dedicadas. A equipe não toma nenhuma decisão, apenas apóia o árbitro que tem o poder da decisão final.
A EQUIPE VAR
A equipe consiste no árbitro assistente de vídeo (VAR) e seus três assistentes assistentes de vídeo (AVAR1, AVAR2 e AVAR3). Todos os membros da equipe de árbitros assistentes de vídeo são os principais árbitros da FIFA.
O Comitê de Árbitros da FIFA selecionou 13 Árbitros, que atuarão exclusivamente como árbitros assistentes de vídeo durante a Copa do Mundo da FIFA de 2018 na Rússia.
Os critérios de seleção da Equipe VAR basearam-se principalmente em sua experiência como Video Match Officials em suas respectivas competições de Associações Nacionais e Confederação, além de sua participação bem sucedida em vários seminários preparatórios e competições da FIFA, onde aprimoraram seus conhecimentos e habilidades VAR usando o sistema.
Além dos 13 Árbitros de Vídeo-Assistente, alguns dos Árbitros e Árbitros Assistentes que foram selecionados para a Copa do Mundo da FIFA de 2018 na Rússia também atuam como Diretores de Vídeo durante a principal competição da FIFA. Estas nomeações serão feitas antes dos jogos.
Lista de auxiliares da Copa do Mundo da FIFA 2018
Quatro operadores de replay selecionam e fornecem os melhores ângulos de câmera. Dois deles pré-selecionam os ângulos de câmera mais prováveis, enquanto os outros dois fornecem os ângulos finais escolhidos pelo VAR e o AVAR2 para cada incidente verificado ou revisado.
VAR
O VAR observa a câmera principal no monitor superior e verifica ou analisa os incidentes no monitor quad-split(uma grande tela dividia em 4 telas menores) . Ele é responsável por liderar a equipe VAR e se comunicar com o árbitro no campo de jogo.
AVAR1
O AVAR1 concentra-se na câmera principal e mantém o VAR informado sobre o jogo ao vivo se um incidente estiver sendo verificado ou revisado.
AVAR3
O AVAR3 focaliza a alimentação do programa de TV, auxilia o VAR na avaliação de incidentes e garante uma boa comunicação entre o VAR e o AVAR2 localizados na estação de impedimento.
AVAR2
O AVAR2 é um árbitro assistente localizado na estação de impedimento. Ele antecipa e verifica possíveis situações de impedimento para acelerar o processo de verificação e revisão de VAR.
O QUE UM VAR REALMENTE FAZ?
Um árbitro assistente de vídeo (VAR) tem uma tarefa muito complexa ao usar a tecnologia de vídeo em uma partida na Copa do Mundo da FIFA de 2018 na Rússia.
A SALA DE OPERAÇÃO DE VÍDEO (VOR)
A equipe de árbitros assistentes de vídeo apóia o árbitro de uma sala de operação de vídeo centralizada (VOR), localizada no International Broadcast Centre (IBC) em Moscou. Todos os feeds de câmera relevantes dos 12 estádios são fornecidos ao VOR através de uma rede de fibra óptica. O árbitro no campo em cada estádio conversa com a equipe VAR por meio de um sofisticado sistema de rádio ligado a fibra.
AS CÂMERAS
foto: divulgação/FIFA

A equipe de árbitros assistentes de vídeo tem acesso a 33 câmeras de broadcast, oito das quais são super slow-motion e quatro são câmeras ultra-slow-motion. Além disso, eles têm acesso a duas câmeras de impedimento. Essas duas câmeras estão disponíveis apenas para a equipe de árbitros assistentes de vídeo. Para a fase eliminatória, serão instaladas duas câmeras ultra-slow-motion adicionais, uma atrás de cada meta, que também estarão disponíveis para a equipe VAR. Os replays de câmera lenta são usados ​​principalmente para situações factuais, por exemplo, para identificar o ponto de contato de uma ofensa física ou a posição de uma ofensa. A velocidade normal é usada para julgamentos subjetivos, por exemplo, a intensidade de um ataque ou para determinar se um handebol foi deliberado.
A equipe VAR tem acesso a todos os feeds de câmera da emissora anfitriã da FIFA, com exceção de algumas câmeras que não cobrem o jogo, como a câmera do helicóptero. Os feeds das câmeras instaladas pelos Media Right Licensees (MRLs) não estão disponíveis para a equipe VAR. Essas câmeras geralmente se concentram na equipe representada pelos MRLs e não fazem parte do plano de câmeras da emissora oficial.
O PROCESSO DE DECISÃO
A equipe de árbitros assistentes de vídeo apóia o processo de tomada de decisão do árbitro em quatro situações que mudam o jogo:

  • Gols e faltas que prejudiquem um gol
  • Decisões de penaltys
  • Aplicação ou não de cartão vermelho
  • Identidade equivocada (quando o Juiz não identifica corretamente a camiseta do autor da infração ou erra o apontamento da mesma)

VAR EXPLICADO
Ao longo de uma partida, a equipe de árbitros assistentes de vídeo verifica constantemente erros claros e óbvios relacionados a essas quatro situações de mudança de partida. A equipe de VAR comunica-se com o árbitro somente por erros claros e óbvios ou por sérios incidentes perdidos.
Para a Copa do Mundo da FIFA 2018, os árbitros receberam instruções claras sobre quando aceitar as informações do árbitro assistente de vídeo e quando revisar as imagens de vídeo ao lado do campo de jogo antes de tomar a ação / decisão apropriada.
ÁREA DE REVISÃO DE ÁRBITRO (RRA)
A área de revisão de árbitros (RRA) é uma área claramente marcada, que contém um dispositivo de tela móvel que permite ao árbitro revisar os incidentes. Está localizado ao lado do campo perto das áreas técnicas.
SINAIS DE MÃO
O árbitro pode atrasar a reinicialização a qualquer momento para se comunicar com o VAR. Ele irá sinalizar isso apontando para seu ouvido.

foto: divulgação/FIFA

Sinal de revisão oficial
O árbitro fará o sinal de revisão oficial do VAR para indicar que o jogo foi interrompido para rever uma decisão com o monitor de revisão em campo ou para alterar uma decisão com base nas informações recebidas do VAR.
Uma revisão oficial do VAR só ocorre se o árbitro fizer o sinal.
foto: divulgação/FIFA

 
A LINHA DE IMPEDIMENTO VIRTUAL
Linhas de impedimento virtuais são linhas geradas por computador projetadas na imagem de transmissão do campo de jogo para ajudar o VAR a determinar se ocorreu uma falta de impedimento. As linhas de impedimento utilizadas são as melhores e mais precisas linhas que podem ser geradas com a tecnologia existente devido à calibração usando vários ângulos de câmera sincronizados.
Linhas de impedimento virtuais são sobrepostas na imagem de transmissão por software de computador. Ângulo de visão, distorção da lente, curvatura de campo e muitos outros fatores são considerados ao calcular a posição verdadeira dessas linhas. As linhas serão calibradas antes de cada partida pelo provedor de tecnologia para levar em conta as dimensões e condições exatas do dia. A equipe de VARs terá várias ferramentas disponíveis para determinar as posições de impedimento, que foram validadas em vários testes em diferentes locais por um terceiro independente usando equipamentos de nível de pesquisa.
SISTEMA DE INFORMAÇÃO VAR
Para garantir que todos os torcedores de futebol no estádio e que assistam na TV estejam bem informados durante um processo de revisão, a FIFA desenvolveu um sistema de informações VAR para emissoras, comentaristas e entretenimento informativo. Para cada partida, um membro da equipe da FIFA informa às emissoras, comentaristas e infoentretenimento sobre as diferentes etapas do processo de análise, incluindo informações sobre o motivo da revisão e o resultado da revisão, por meio de um touch-board em rede.
A pessoa que opera o tablet está localizada na sala de operação de vídeo e tem acesso ao áudio do sistema de comunicação do árbitro, bem como aos ângulos de câmera que o VAR está olhando. O sistema de informações VAR também será usado para criar automaticamente modelos gráficos específicos para VAR para a TV e a tela gigante no estádio.

Assine nossa newsletter

O uso divide opiniões

Nas ruas e nas redes sociais o uso do VAR divide opiniões. Há quem ache que já não era sem tempo e há quem ache que o mecanismo estraga o dinamismo do futebol.

Créditos

Este artigo foi escrito com informações oficiais da FIFA extraídas do site https://football-technology.fifa.com/en/innovations/VAR-at-the-World-Cup com a minha livre tradução.
As imagens são de divulgação e fornecidas pelo site da FIFA para a imprensa.
 

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.